PARA REPENSAR

19/02/2019

ISTO É UMA PRIMEIRA DAMA DE VERDADE

14/02/2019

O confronto do governo Bolsonaro com os jornalistas de esquerda não é uma luta de idéias, de opiniões, de ideologia. É a luta da lei contra o crime.

10/02/2019

 

 

 

zzz yy

Não é mais O VELHO SENADO de Machado de Assis

10/02/2019

POVÃO DO BRASIL TÁ MELHORANDO DE CULTURA – LIVROS MAIS PROCURADOS DA EDITORA DA CÂMARA DOS DEPUTADOS SÃO OS LIVROS DO GRANDE CAMILO TORRES

09/02/2019

Isto não pode simpatia – Asfalto sem pedra por baixo

09/02/2019

Deputada federal mais linda da Safra 2019 tem 22 anos; é loira e filha de político

07/02/2019

Na cabeça de Lula, não tem pobre honesto – ficou desigual rouba e mata mesmo

06/02/2019

Postagem de Haddad dá a entender que brancos do Brasil são genocidas

06/02/2019

FARSA DO AQUECIMENTO GLOBAL – Fenômeno de ‘ondas congeladas’ nos EUA chama a atenção na web; veja as fotos

05/02/2019



Com raríssimas e honrosíssimas exceções, os jornalistas são hoje os mais pérfidos inimigos da verdade e do povo brasileiro e os mais fiéis servidores do Foro de São Paulo.

by Diogo Marcondescerca de 20 horas atrás

Reprodução / Jonathan Nimerfroh

 

Enquanto a maior parte do Brasil passou os últimos dias em um calor absurdo, com registros acima de 40 graus em cidades como o Rio de Janeiro, os Estados Unidos vivem situação oposta e sofrem com uma onda de frio que já causou dezenas de mortes no país mais rico do mundo.

Em meio ao caos, há espaço para a arte. O fotógrafo americano Jonathan Nimerfroh registrou imagens impressionantes de ondas quase congeladas no mar. As imagens estão circulando pelas redes sociais e chamando a atenção de muita gente.

Nimerfroh explica que a água do mar não congelou – para isso precisaria de uma temperatura inferior a 20 graus negativos. O que houve, na verdade, foi o aumento da densidade das ondas. A água do mar ficou parecendo com uma raspadinha e o resultado foram imagens perfeitas.

A onda de frio polar se instalou nos Estados Unidos na última terça-feira (29). Na sexta-feira, a CNN informou que 21 pessoas já haviam morrido devido ao frio intenso no país. O sul do Canadá foi afetado pelas baixas temperaturas.

O estado de Chicago, por exemplo, registrou 30 graus negativos na quinta-feira (31). As tempestades polares provocaram, além de mortes, dezenas de casos de congelamentos de extremidades, especialmente entre as camadas mais desprotegidas da população

Em um hospital de Chicago, 50 pessoas foram internadas com sintomas de congelamento e algumas sofreram amputações. Também aconteceram acidentes em estradas, devido ao acúmulo de gelo e neve, e o transporte aéreo foi afetado pelas más condições meteorológicas.

Recommended by

Written by Diogo Marcondes

Jor

Brancos norte americanos buscam resgatar sua herança cowboy

05/02/2019

CANCELE ASSINATURA DE JORNAIS ANTI CRISTÃOS

05/02/2019

Propostas de Sérgio Moro contra o crime – PT é contra naturalmente Que esse projeto de segurança pública sirva de divisor entre os que apoiam bandidos e os que apoiam a polícia e querem um Brasil mais justo e seguro!

04/02/2019

40 anos de revolução islâmica

04/02/2019

Senador Renan Calheiros (MDB-AL) dá a entender que o Congresso Nacional do Brasil é uma Casa de Encontros

04/02/2019

SIMONE CHORA DE FELICIDADE

03/02/2019
Simone é abraçada por Davi novo presidente do Senado Federal que derrubou a velha política

Aquecimento Global em Chicago Janeiro de 2019

30/01/2019

Empoderada 🇧🇷❤️🇦🇷 21 anos filha de Brasileiros.

30/01/2019

Olavo de Carvalho escancarou o que ninguém tinha coragem de falar:

Os militares voltaram ao poder e não vão correr o risco de ver o governo desabar. Estão só esperando o Bolsonaro cair sozinho.

Continua o genocídio de católicos – Desta vez foi nas Filipinas

27/01/2019

SE OS ÁRABES BAIXAREM AS ARMAS HAVERIA PAZ, SE ISRAEL BAIXAR AS ARMAS, ISRAEL DESAPARECE DO MAPA

27/01/2019

BOLSONARO QUER QUE VENEZUELA SE LIVRE DO COMUNISMO

24/01/2019

Olha que frase linda:

Em 2018, a Falha de S. Paulo terminou o ano com média de 103.501 exemplares impressos por dia.

A Falha de S. Paulo ficou atrás do jornal popular mineiro Super Notícia (138,5 mil), Globo (120,3 mil) e até do seu rival direto no mercado paulista, o Estadão (107,4 mi).

Resultado de ser comandada por empresário comunista.

CHINA INVESTINDO E GERANDO EMPREGOS NA ÁFRICA

Jornal El País pratica o duplipensar

23/01/2019

PRESIDENTE BANDEJÃO

COMENTARISTAS DE JORNAIS AGORA SÃO ROBÔS – IMBECILIZAÇÃO GERAL PELA INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL- 

COMENTÁRIOS PADRONIZADOS

EMPRESTAR PARA ANGOLA E MOÇAMBIQUE É EMPRESTAR PARA PAÍS IRMÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA

22/01/2019

Olha que coisa linda IGNORAR SINDICATO

20/01/2019


Dois anos de Governo Trump….. Vamos ver o que dá a queda de braço com Nancy Pelosi…. Hoje é o dia do discurso do Estado da União.

MEDIDA PROVISÓRIA

Entenda as mudanças previstas na medida provisória antifraude

Tweet

publicado: 18/01/2019 19h28, última modificação: 21/01/2019 21h04Texto altera regras para solicitação de benefícios e cria sistema para pente fino nos pagamentos

Entenda as principais mudanças anunciadas para benefícios da Previdência

Auxílio-reclusão, pensão por morte e aposentadoria rural tiveram regras alteradas – Foto: Arquivo/Agência Brasil

Entenda as mudanças previstas na medida provisória antifraude

Com previsão de economia de quase R$ 10 bilhões nos primeiros 12 meses, a medida provisória editada pelo governo federal aumenta o rigor na fiscalização contra fraudes e altera as regras para acessar alguns benefícios. 

Auxílio-reclusão

Pago aos dependentes de presos, o benefício agora vai exigir uma carência de 24 meses. Ou seja, o detento precisa ter contribuído à Previdência Social por pelo menos dois anos. Antes da edição da medida provisória, bastava uma prestação apenas.

Entenda as novas regras previstas na medida provisória

Somente os dependentes de presos condenados ao regime fechado terão direito, que será uma média dos últimos 12 salários. A regra anterior previa para aqueles que estivessem no semiaberto também. 

Para evitar fraudes e pagamentos indevidos, serão firmados convênios entre o Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) e os responsáveis pelo sistema penitenciário. 

Pensão por morte

O texto da MP prevê a exigência de prova documental para a comprovação de relações de união estável ou de dependência econômica, encerrando a possibilidade de usar testemunhas.

Filhos de até 16 anos precisarão solicitar o benefício em até 180 dias depois da morte do segurado. Antes, não havia prazo para menores de 16 anos.

Nos casos de ações na Justiça para reconhecimento de dependente ou cônjuge, parte do benefício ficará retida até o julgamento da ação. Desta forma, evita-se pagamentos em duplicidade.

As mudanças valem também para o regime que atende o funcionalismo público, o Regime Próprio de Previdência Social (RPPS) da União.

Aposentadoria rural

Criado pela MP, o Cadastro de Segurados Especiais, registro que vai alimentar o Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS), passa a ser a única forma de comprovar o tempo de trabalho rural sem contribuição a partir de 2020.

Até 2020, valerá a autodeclaração do trabalhador, homologada pelas entidades do Programa Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural na Agricultura Familiar e na Reforma Agrária (Pronater).

Esse documento será analisado pelo INSS, que pode exigir outros documentos previstos em lei. A autodeclaração da Pronater substitui a dos sindicatos de trabalhadores rurais.

Pente fino

Composto pelo Programa Especial para Análise de Benefícios com Indícios de Irregularidade (Programa Especial) e pelo Programa de Revisão de Benefícios por Incapacidade (Programa de Revisão), haverá um sistema de análise e revisão de benefícios. Para tornar o trâmite mais ágil, o governo instituiu uma gratificação para servidores, de R$ 57,50, para cada processo concluído.

De acordo com a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, existem atualmente 3 milhões de benefícios pendentes com suspeita de irregularidades.

Os 2,5 milhões de Benefícios de Prestação Continuada (BPC/Loas) sem perícia há mais de dois anos também serão revisados. A cada análise pelo programa de revisão, o perito vai receber uma gratificação de R$ 61,72.

Fonte: PlanaltoVOLTAR AO TOPOTodo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons Atribuição-SemDerivações 3.0 Não Adaptada.registrado em:MEDIDA PROVISÓRIAREFORMA DA PREVIDÊNCIAINSS

Há 100 anos, em 16 de janeiro de 1919, falecia o Presidente do Brasil, Dr. Rodrigues Alves

16/01/2019

Grande nome de Guaratinguetá-SP.

AMÉRICA LATINA SE LIVRANDO DO COMUNISMO

publicado: 15/01/2019 13h31, última modificação: 15/01/2019 18h54Novo texto exclui critérios subjetivos e prevê novo prazo para a renovação da permissão

Presidente assina decreto que regulamenta posse de armas de fogo

Intenção é garantir paz ao cidadão de bem, afirma Bolsonaro – Foto: Alan Santos/PR

Assinado nesta terça-feira (15) em cerimônia no Palácio do Planalto pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, o decreto que regulamenta o Estatuto do Desarmamento restabelece o direito definido nas urnas pelo referendo de 2005.

Acompanhado pelo vice-presidente Hamilton Mourão e ministros de Estado, o presidente destacou o teor do documento, que prevê critérios objetivos para obter a permissão de posse de armas.

Uma das principais mudanças no decreto é a previsão de a Polícia Federal decidir qual cidadão teria a possibilidade de possuir arma. Na visão do presidente, a regulamentação anterior prejudicava o processo. “O grande problema que tínhamos na lei é a comprovação da efetiva necessidade. Isso beirava a subjetividade”, afirmou.  

Outra mudança do decreto, que será publicado em edição extra do Diário Oficial da União (DOU), amplia o prazo de renovação da posse por até dez anos. Antes do decreto, o certificado precisava ser atualizado a cada cinco anos. “[A decisão foi tomada] para que o cidadão de bem possa, nesse primeiro momento, ter a sua paz dentro de casa”, disse.   

Exigências

Para conseguir a posse, ainda será preciso cumprir uma série de exigências. “Ele (o cidadão) vai ter que, numa declaração, dizer que na sua casa ele tem um cofre ou um local seguro para armazenar a sua munição”, explicou o presidente.  

Enquanto a posse é a autorização para manter a arma de fogo no interior da residência ou no local de trabalho, o porte, que não é tratado neste decreto, permite transportar a arma de fogo, de forma discreta, fora da residência ou do local de trabalho.  

Fonte: Planalto

Genocida Battisti adorado pelo PT foi preso – Terror no Ceará petista será considerado o óbvio – Enquadrado como terrorismo

13/01/2019

COMUNISTAS ABRAÇANDO GENOCIDA

ESSES SÃO OS ELEITOS PELO SATANISTA FORO DE SÃO PAULO QUE UNE OS COMUNISTAS DA AMÉRICA LATINA.

O começo do últimos anos

09/01/2019
Brancos se tornando minoria no mundo porque cada vez têm menos filhos – Maioria dos países com baixa natalidade, exceto Japão, são de maioria branca na população.





















































MST APOIANDO COMUNISMO






















Quebra Galho porque o politicamente correto censurou o AME OU DEIXE







São gêmeas?







O socialismo de Venezuela bateu todos os recordes de produzir fome e catástrofe rapidamente








AQUECIMENTO GLOBAL









Para quem acha que só tem padre comunista no Brasil










PLANO DE GEORGE SOROS DE INVASÃO DO OCIDENTE ABORTADO NO BRASIL

O horror da fronteira, a invasão dos EUA por criminosos de todo tipo.

Quem dá mais por um louco que insiste na palavra DEUS e que ousou acreditar nos seus

30/12/2018


A imprensa comunista citou em tom crítico a participação de pessoas conservadoras e cristãs no Ministério que trata de Direitos Humanos. 2 pontos: é claro o preconceito contra quem professa sua fé e a ignorância sobre o importante papel social do cristianismo na promoção de direitos humanos.

Jair M. Bolsonaro‏Compte certifié @jairbolsonaro2 hil y a 2 heuresPlus

Meu pesar à família de mais um PM assassinado no RJ, o soldado Mariotti.

A caça aos agentes de segurança e o massacre dos cidadãos de bem sempre foram tratados como números. Legislativo, Executivo e Judiciário juntos, devem na lei, propiciar garantias para que o bem vença o mal.Traduire le Tweet

Cristovam Buarque‏Compte certifié @Sen_CristovamSuivreSuivre @Sen_CristovamPlus

Fui candidato para continuar luta por BOA ESCOLA para todos, mas o eleitor queria seu filho indo à escola sem risco de BALA perdida. É tempo de SEGURANÇA não de educação e não consegui mostrar que sem educação de qualidade para todos a segurança sempre será frágil.PERDI.Traduire le Tweet

AQUI FAZ AQUI SE PAGA

(Brasília – DF, 02/01/2019) Detalhe sobre a mesa do no gabinete presidencial. Foto: Marcos Corrêa/PR

OLHA O TAMANHO DA MENTIRA: MICHELLE FALA EM LIBRAS E JORNAL COMUNISTA DIZ QUE É SAUDAÇÃO A MILITARES


Ministro da Educação desmonta secretaria de diversidade e cria pasta de alfabetização.

Formar cidadãos preparados para o mercado de trabalho.

O foco oposto de governos anteriores, que propositalmente investiam na formação de mentes escravas das ideias de dominação socialista


O Ministro da Educação escolhido pelo Bolsonaro extinguiu, encerrou, “c’est fini”, fechou a Secadi —

Secretaria de Diversidade que levava Ideologia de Gênero e outras impudicícia para as escolas.

Parabéns! Quem sabe agora sobre tempo alfabetizar direito e ensinar matemática.

Sérgio Moro envia HOJE, tropas federais para o Ceará.

Serão 300 agentes e 30 viaturas da Força Nacional.

O Governo do Estado do Ceará que fez questão de não estar presente na posse de Bolsonaro, não durou nem 3 dias sem clamar pelo auxílio do Governo do novo Presidente! #CearaPedeSocorro


Todos os médicos que cuidaram dele foram convidados para a posse.Paciente especial
Isso se chama Gratidão


O auxílio-reclusão ultrapassa o valor do salário mínimo.

Em reunião com Ministros, decidimos que avançaremos nesta questão ignorada quando se trata de reforma da previdência e indevidos. Em cima de muitos detalhes vamos desinchando a máquina e fazendo justiça!

Tá chegando a hora da guerra sem quartel e com quartel contra a Esquerda

29/12/2018
O NOVO BRASIL

Paris – O notável progresso trazido pelos invasores da França

29/12/2018

MAIOR PRESENTE DE NATAL

28/12/2018

Graças a Deus, o crápula que desarmou as pessoas de bem móoreu

27/12/2018

Feliz Aniversário Happy Birthday Kristina Pimenova

27/12/2018

Grande Primeira Dama Michele Anticomunista

26/12/2018

Isto é Facebook – É Kafka – Você não sabe do que é acusado – Jamais terá como se defender

23/12/2018

Falha de S. Paulo é do Sudeste mas odeia o Sudeste e o Sul do Brasil?

21/12/2018

Como era doce a vida antes dos politicamente corretos

21/12/2018

Racismo anti brancas no Marrocos – Duas loiras turistas decapitadas

21/12/2018

É urgente uma reforma da Constituição que acabe com o Supremo Tribunal Federal, e, que crie outra corte constitucional com mandato de no máximo 5 anos

20/12/2018

Os 40 anos das reformas que mudaram a China e o Mundo

18/12/2018

Aquecimento Global Feliz 2019

17/12/2018

O INCRÍVEL O BIZARRO O INESPERADO

14/12/2018
DEPENDE DO PONTO DE VISTA

BRANCOS NÃO VIERAM DA ÁFRICA – CIÊNCIA PROVA

I understand that the Hungarian and Finnish languages are related because the two peoples share a common origin somewhere east of the Urals. Where exactly do they come from?

  • I ONCE attended a lecture, delivered in German by a Romanian whose native language was Hungarian, and who also spoke Finnish. When the inevitable question as to the similarity of the two languages arose, he answered “Yes, they are quite similar. About as similar as French and Russian.” I don’t think he was being facetious: French and Russian (or for that matter English and Albanian) are similar, since they are related Indo-European languages. But the Romanian’s answer is a salutary warning against over-emphasising the similarities. Finnish and Hungarian both belong to the Finno-Ugrian group of languages (Estonian also, which is very similar to Finnish). Hungarian history is well documented, since they came early into contact with the German (Holy Roman) Empire and had to be confined within their boundaries by the German king Henry I in the 10th century. They (and presumably also the Finns) are the descendants of probably the last wave of foreign invaders from the East, of whom the Huns and the Avars are perhaps the best known. To say more would be speculation. As to the question “Where do the Hungarians and the Finns come from?” – where do any of us come from? It’s just that their languages stick out like erratic blocks in an otherwise homogeneous Indo-European landscape that makes us wonder about their origins. They are just people like the rest of us.Frank Shaw, Department of German, University of Bristol.
  • FINNISH and Hungarian are members of the Finno-Ugric branch of the Uralic languages, some dozen or so that are still spoken in some countries bordering the Urals. Estonian and Lappish also belong to this group. Scholars disagree on dates, but over 4,000 years BC a group of hunters from the Siberian lands beyond the Urals split, with the Finno group going towards the Baltic and the Ugric group moving southwards towards present-day Hungary, becoming nomadic herdsmen through contact with Turkic peoples. The presence of words of Turkish origin in today’s Hungarian may presume that Finno-Ugric can be linked with other languages of central Asia.Jean Fowlds , Luton, Beds.
  • THE HYPOTHESIS which asserts a common origin for the Hungarian and Finnish languages is based on the fact that there are about 600 words shared by Hungarian and Finnish. This “official” version is generally the only one taught in schools and universities. However, it is also true that there is an equal or greater number of words shared by Hungarian with Turkish and many other languages. Moreover, the anthropology, the mythology and the traditional music of Hungarians shows a much closer kinship with the Turkic peoples than with the Finns and the other related Uralic peoples. The earliest sources relating to Hungarians generally describe them as Turks, Huns, Sabirs, Onogurs, etc, but never as Finns. If the questioner wishes to know more about the “official” story of Hungarian origins, he only has to consult any textbook anywhere in the Western world. But most Hungarian people no longer believe in this version. If he wishes to know something about the research concerned with the alternative views, he could contact us.I Halasz, Hungarian Historical Society, 115 Auburn Road, Auburn 2144, Australia.
  • I HALASZ’S condemnation of scholarly work on these languages is unfortunate. The common origin of Hungarian and Finnish (and many other languages) in a large Uralic family was established over 200 years ago, mostly by Hungarian scholars. The Uralic view is presented in all the books, and taught in all the universities, simply because it is true. The common ancestor of these languages has been reconstructed in considerable detail, and the pre-histories of both Hungarian and Finnish are reasonably well understood. The last common ancestor of Hungarian and Finnish is dated to around 5,000 years ago, probably in the vicinity of the Urals, after which the Finns diffused west into northern Europe, while the Hungarians moved east into central Asia. There they encountered the Turks, with whom they remained in intimate contact for many centuries; this is the reason for the words and cultural traditions shared with the Turks. Only about 1,000 years ago did the Hungarians move west into Europe. We do not establish the common origin of languages merely by counting shared vocabulary. If we did, we might conclude rapidly, and wrongly, that English is most closely related to French, that Basque is most closely related to Spanish, or that Japanese is most closely related to Chinese. There is no substitute for patient scholarly work.R L Trask, School of Cognitive and Computing Sciences, University of Sussex, Brighton (larryt@cogs.susx.ac.uk)
  • I HALASZ demonstrates a lack of understanding about taxonomic linguistics. The words shared with Turkish are cultural items, which are most subject to borrowing. The words that Hungarian shares with Finnish, however, belong to the stable core of the language, such as personal pronouns, basic natural phenomena, body parts, etc. The Finno-Ugric hypothesis was denied by Hungarians throughout the last century – in the face of over-whelming evidence – on the irrelevant grounds that the Hungarians were conquerors on horseback whereas the Saami and the Udmurts, etc, were hunter-gatherers who had never conquered anyone.Paul Whitehouse, London N1.
  • THE ANSWER from I Halasz is mistaken. First, the question is where the languages come from, not whether they are related. Finns’ ancestors left Siberia and headed north-west. If the Hungarians left from the same area they headed south-west, and besides, this took place thousands of years ago.
    Second, languages are not categorised solely by shared words. Finnish has more words derived from Swedish than the 600 common words with Hungarian, but nobody is claiming that Finnish has suddenly become an Indo-European language. These 600 words shared by Hungarian and Finnish are not “common” but they obviously are of same origin. Categorisation includes such features as stress of words and sentences, grammatical system, e.g. case system, syntax and morphology. These features happen to be closely related in both Finnish and Hungarian.
    Finally, I couldn’t care less if Hungarians prefer being related to Turks, but people who claim something should take all facts into consideration and not just those which suit to them.Salla Koivisto, Guildford, Surrey, (li65sk@surrey.ac.uk)
  • Regarding Turkish and Hungarian one should read the paper “Turkish material in Hungarian” by John Dyneley Prince, Columbia University. Not all the so called Turkish “loan words” can be considered borrowed. Some fundamentals are never borrowed and point to a common, cognate linguistic connection . Example the followings are not loan material: Turkish “Çok var”, Hungarian “Sok van”, “There are many”. The cognates Çok, Sok; var, van are clear. Furthermore the relationship between Turkish ol (to be) and Hungarian volt is obvious. Same can be said about Hungarian oly, olyan and Turkish öile “Thus so”; Hungarian jó , Turkish iyi, eyi (“good”), Hungarian and Turkish öl (“kill and die”). Same is true for the Hungarian verbal suffixes 1.p -m 2.p -sz and Turkish -m, s(en), personal pronouns Hungarian én, Turkish ben “I”, Hungarian ő, Turkish o “He/She” , Hungarian te, Turkish sen “You”, Hungarian Ki, Turkish Kim “Who”. The first person possessive affix -m in Turkish and Hungarian çocuku gyerek child çocuğum gyerekem my child çocuklarım gyerekeim my children One can point from the basic Hungarian vocabulary to family words. Hungarian words like anya (“mother”) , apa, atya (“father”) Turkish ana, anne and ata. These were just some from the many simmilarities between Hungarian and Turkish. I end with a sentence in Turkish and Hungarian: Cebimde çok küçük elma var. Zsebemben sok kicsi alma van. I have many little apples in my pocket. As a native Hungarian my point is that Hungarian is distantly related to Turkish, but I would not deny any distant relationship with Finnish either.Erik Vail, Cluj, Romania
  • I love how every answer on this forum, and indeed, the internet, relies on some or other preferred theory, which in Salla Koivisto’s own words, “best suits them” (that’s rich). The fact of the matter is that whatever theory you choose to subscribe to, they are all just that – theories. Until 100% solid, irrefutable, concrete evidence is provided to answer this question, then nothing that you read online can be taken as more than conjecture. I am no academic, nor am I a linguist, but I find it incredible how so many of the academic community online and elsewhere, can make final and conclusive claims about common ancestors between the Hungarians and the Finns, but in their next sentence they make extensive usage of such words as “might”, “probably”, “most likely”, “presume” etc., regarding many important factors such as locations, timelines and links to other groups and peoples. If you make a decisive statement about a widely debated topic, back it up with concrete evidence, not guesswork which is likely sprinkled with a healthy dose of personal bias. Finally, I couldn’t care less what people like Salla Koivisto happen to think of I. Halasz’s answer to the question. If Salla is so convinced about the common ancestor to both Finnish and Hungarian languages, then why not expand on some of the other commonly named language similarities – e.g. Hungarian and Turkish, Hungarian and Mongolian, Hungarian and Sumerian, to name but a few? Again, I am no linguist, but I do not subscribe to any one theory. Rather, I see that there are many theories around, and I do not necessarily think that the most commonly known one (i.e. Finno-Ugrian), is the correct one. After all, there was once a time when people believed the earth to be flat. We now know, only thanks to SOLID EVIDENCE, that it is, in fact a sphere.Tibor Szabo, Johannesburg, South Africa
  • This is not an answer but a reminder: Sumerian and Sythia connection which has many words and solid grammar in common with Turkish. Under time constrain I cannot write more.Djavid Mostame, edmonton Canada
  • There are a lot of Turkish words(loanwords) in modern day Greek language. Does this prove that the two languages share a common ancestor? No, we all know where Greek came from. But it indicates that the two people lived together for a long of time. I will presume that the same happened between Hungarian and Turcic.Anna Zinonos, Athens Greeece
  • There can be innovations that completely change the structure of a language. Germanic invaders seemed to have introduced the concept of “The” into Latin – all Romance languages are neurotic about articles which simply didn’t occur in old languages. That doesn’t mean that Latin is related to proto-Germanic. The relationship is because the amount of similar words is far higher than 200 monosyllabic babbles that have similarities even as far away as China (Baba v. Papa). The sounds are deliberate and non-coincidental; for instance, the comparison of hunt v. canine; I can think off the top of my head of hundreds of related German and Latin cognates. And that’s without thinking. In Finnish-Hungarian, there are 200 words. Some of which are cited as pronouns. But Finnish pronouns are highly similar to Latin-perhaps just as close to indo-European as they are to Hungarian in fact. I would defer this scholarship to two parts: The desire of the Hungarians to explain their singularity in Europe, and to find common peoples, and the European need, especially 200 years ago, to cast out non-indo-European languages as non-European (see the origins of the word “Anti-Semitism”)- The linking of Finnish and Hungarian might be racism in the same way Jews and Tartars were not considered Europeans. After all, the amount of blondes in Finland in Estonia would suggest, to Europeans, a European ancestry, not an Asian ancestry, no? Reconstructing a proto-Uralic language is about as logical therefore as reconstructing Klingon. There is no reason to believe eye can not be a loanword any more than half of the English vocabulary is loaned from Latin.Jared, NYC, USA
  • In Hungary they have made a political question about this subject, where they want to identify themselves to Asia, instead of Europe. Hungarian language is Uralic, as Finnish, and it is known.Vincze, Budapest Magyarország

Add your answer

UP
O QUE É HOLLYWOOD

O Cinema faz parte da indústria do entretenimento, como o circo, o carnaval (que também é industrializado), a televisão, o videogame, o teatro (o mais antigo), megashows, e, os casinos.

A Indústria do Cinema é extremamente profissionalizada.

A Indústria Cinematográfica funciona como qualquer outra grande indústria:

– Tem o seu Setor de Folha de Pagamento, de Finanças, de Relação com Investidores, seu Departamento de Pessoal, de Pesquisa de Mercado, de Publicidade e Marketing; contrai empréstimos em bancos; tem ações em bolsa de valores, e, mantém a sua banca de advogados.

Todas as empresas de cinema, como as de qualquer outro setor da economia americana têm problemas com o Departamento do Comércio dos EUA..

Como exemplo, qualquer compra de uma empresa por outra passa pela aprovação do departamento do comércio para ver se não fere as leis antitruste, como o caso atual da compra da Fox pela Disney/Buena Vista.

Assim, como um exemplo, a indústria cinematográfica não pode possuir salas de exibição de filmes, pois isto seria formar monopólio.

Todas as seis grandes empresas cinematográficas dos EUA, (Major Studios), hoje existentes em Los Angeles, e em seus arredores, pertencem a grandes conglomerados de empresas, e, juntas com a Lionsgate, arrecadam 90 por cento da bilheteria das salas de cinema nos EUA.

Como toda grande indústria, a indústria cinematográfica tem suas falsificações chinesas e indianas (as maiores).

Há ainda, mundo afora, malucos amadores que fazem filmes de fundo de quintal até hoje, pegando juros altos em bancos, e, de maneira improvisada, e, que estão cada vez mais raros.

Quem não entende que o Cinema funciona como uma indústria como qualquer outra, é analfabeto de pai e de mãe em relação a Cinema.

As seis grandes MAJOR empresas de cinema atualmente estão situadas:

Em Hollywood, Los Angeles, Califórnia – a Paramount.

Em Los Angeles (Century City) – a Fox.

Nos arredores de Los Angeles estão – a Disney/Buena Vista, Warner, Universal, e, a Sony/Columbia.

Cada uma das grandes empresas da indústria de cinema procura ocupar todos os espaços do setor de entretenimento por imagem:

A tendência é todas terem tem sua rede de TV, (hoje, totalmente digital, nos EUA), sua TV a cabo, TV parabólica, sua divisão de videogame, de música, de Home-Vídeo, de desenho animado, de produtos derivados dos filmes como camisetas etc., seu resort, e, seu parque de diversões temático.

Com isto, seus filmes são distribuídos das mais diferentes formas, e, não só nas salas de cinema, além de melhorar o relacionamento com o cliente.

Como os demais setores da economia, hoje, a relação com o cliente conta muito: visitas aos estúdios e aos parques dos estúdios são estimuladas.
Roupa de Super Homem e merchandising em geral ajudam no relacionamento com os clientes.

O cinema também é indústria como qualquer outra também em relação aos sindicatos: hoje não se pode mais trabalhar sobre contrato, e, os atores trabalham como freelancer, o que tornou poderosos os agentes de talento que vendem pacotes às empresas produtoras de filmes.

Quem entende e gosta de cinema sabe que o começo da indústria não foi fácil, sendo por isto, ligado à história do cinema, aos seus heróis, e, aos seus pioneiros.

Tem-se sempre uma dívida de gratidão com aqueles malucos que cruzaram a América de trem, numa viajem de 5.000 km, para vir parar em um loteamento novo, e ali, na pobreza no meio dos porcos, e filmando na rua, por não ter luz elétrica, corriam pelas ruas de Hollywood e arredores, onde os ainda poucos moradores assustados começaram, por causa das correrias na Sunset, Melrose, Glendale, e, na Prospect, chamarem-nos de “THE MOVIES”.

Não havia a menor chance, a menor lógica, a menor possibilidade econômica, política, técnica, financeira ou qualquer outra possibilidade de dar certo, em 1911, naquele fim de mundo, na esquina da SUNSET BOULEVARD com NORTH GOWER STREET, convencer atores e atrizes da Broadway, em Nova Iorque, a virem de trem para aquele fim de mundo, e, depois de produzido o filme, embarcar latas de filmes para viajarem 5.000 km para serem exibidos em Nova York. Não havia a menor chance de dar certo.

Em 2014, aconteceu o Jubileu de Diamante, 75 anos, do melhor ano da História de Hollywood, 1939, que rendeu 32 clássicos; um recorde absoluto.

Nome do filme, estúdio que produziu, e, com a nota dada pelo IMDB:

1- Vitória Amarga – Dark Victory – (Warner Brothers) – 7,6

2- E o Vento Levou – Gone With the Wind – (MGM) – 8,2

3- Adeus, Mr. Chips – Goodbye, Mr. Chips – (MGM) – 7,7

4- Duas Vidas – Love Affair – (RKO) – 7,4

5- A Mulher Faz o Homem – Mr. Smith Goes to Washington – (Columbia) – 8,3

6- Ninotchka – (MGM) – 8,0

7- Carícia Fatal – Of Mice and Men – (Hal Roach) – 7,8

8- As Mulheres – The Women – (MGM) – 8,0

9- No Tempo das Diligências – Stagecoach – (Walter Wanger) – 7,9

10- O Mágico de Oz – Wizard of Oz – (MGM) – 8,1

11- O Morro dos Ventos Uivantes – Wuthering Heights – (Samuel Goldwyn) – 7,7

12- Sangue de Artista – Babes in Arms – (MGM) – 6,6

13- Juarez – (Warner Brothers) – 7,3

14- Beau Geste – (Paramount) – 7,9

15- Ao Rufar dos Tambores – Drums Along the Mohawk – (FOX), 7,2

16- Paraíso Infernal – Only Angels Have Wings – (Columbia) – 7,7

17- A Mocidade de Lincoln – Young Mr. Lincoln – (FOX) – 7,7

18- Gunga Din – (RKO) – 7,6

19- Heróis Esquecidos – The Roaring Twenties – (Warner Brothers) – 7,9

20 – Atire a Primeira Pedra – Destry Rides Again – (Universal) – 7,8

21 – E as Chuvas Chegaram – The Rains Came – (FOX) – 7,0

22 – O Primeiro Amor – First Love – (Universal) – 7,1

23 – A Grande Conquista – Man of Conquest – (Republic) – 6,8

24 – Meu Reino Por Um Amor – The Private Lives of Elizabeth and Essex – (Warner Brothers) – 7,2

25 – Mãe Por Acaso – Bachelor Mother – (RKO) – 7,7

26 – Noite do Pecado – When Tomorrow Comes – (Universal) – 6,9

27 – Capitão Fúria – Captain Fury – (Hal Roach) – 6,1

28 – BALALAIKA – (MGM) – 6,5

29 – O Corcunda de Notre Dame – THE HUNCHBACK OF NOTRE DAME – (RKO) – 7,9

30 – Sonho Maravilhoso – THE GREAT VICTOR HERBERT – (Paramount) – 6,8

31 – Intermezzo: Uma História de Amor – Intermezzo: A Love Story – (Selznick) – 6,8

32 – A Luz que se apaga – The Light That Failed – (Paramount) – 7,0

PRECISAMOS DE UM NOVO AI-5

13/12/2018

Um homem começou só

12/12/2018

A FARSA DO AQUECIMENTO GLOBAL – 11 dez 2018

11/12/2018

A massive winter storm slamming the U.S. southeast over the weekend killed at least three people, leaving thousands of homes without power in the Carolinas and Virginia early on Tuesday

Senhoritas pós Revolução Cultural chinesa são mais refinadas que as ocidentais

11/12/2018

A maioria ganhou (é óbvio) mas a Rosa Weber quer que Bolsonaro governe só e somente só pra a minoria derrotada.

DH se resume, então, para Rosa, a defender minorias. As maiorias não tem direitos.

Ai vocês entendem porque direitos humanos é só para bandidos. É que são minoria. A maioria trabalhadora e honesta NÃO tem direitos humanos.