Posts Tagged ‘rio de janeiro’

O Brazil de Hontem – e – O Brasil de Hoje

27/09/2013

Ontem:

ELITE BRANCA QUE NÃO DAVA OPORTUNIDADE AOS POBRES DE ESTUDAREM

NÃO DAVAM OPORTUNIDADES

0000r

HOJE – UM PAÍS LIVRE DA ELITE BRANCA:

1375128_523248821097478_1146331577_n

467d1-farc

534341_552073938173357_1665854702_n

O Brasil de joelhos

20/09/2013

Em 18 de Setembro de 2013 o Brasil foi ajoelhado pelo poder da Foice e do Martelo que se instalou nas entranhas da Corte Máxima da nossa Justiça, o Supremo Tribunal Federal.

A falta de esperança na justiça deste país está estampada no semblante de cada brasileiro e brasileira que ficaram mudos quando o defensor obstinado dos bandidos mensaleiros, proferiu, que estes tem direito a um segundo julgamento.

Se a maioria do Supremo Tribunal Federal já está cooptada ao PT, a quem devemos recorrer para nos tirar deste lamaçal, ao Papa Francisco, que nos cobrou uma postura mais revolucionária ou às Forças Armadas Brasileiras ??

554546_4866884370544_441816313_n

Excelentíssimos senhores Enzo Peri – Ministro do Exército, Juniti Saito – Ministro da Aeronáutica e Julio de Moura Neto – Ministro da Marinha, a população ordeira deste país percebe que o bandidismo reina livremente em todos os cantos deste solo pátrio, inclusive no STF,com um agravante, agora estamos desarmados, caso a covardia tenham lhes tomado o corpo, teremos toda a parcimônia e entenderemos, mas pedimos encarecidamente apenas duas coisas :

SEUS SOLDADOS E ARMAS para tirarmos todos os bandidos do poder, serviço este, que os senhores já deveriam ter feito.

A Pátria Amada agradece !

Edson U Curió

Para não perder tempo – Quando falar com um petista – diga de saída: Eu sou reacionário

19/09/2013
Por que a esquerda sempre faz uma oposição histérica a toda e qualquer ínfima medida ou iniciativa que seja por ela tida como “antiprogressista” ou, pior ainda, “reacionária” e contrária ao seu “projeto de poder”?

Os comunistas, ao menos em sua clássica fase leninista, ansiavam por uma revolução violenta e apocalíptica que destruiria o estado capitalista e levaria à ditadura do proletariado. Já os mencheviques — social-democratas ou neoconservadores —, fieis ao seu ideal “democrático”, sempre se sentiram um tanto desconfortáveis com a ideia de revolução, preferindo muito mais a “evolução” gradual produzida pelas eleições democráticas. O estado deve ser totalmente aparelhado por intelectuais partidários e simpatizantes, de modo a garantir a continuidade da longa marcha gramsciana da conquista das instituições culturais e sociais do país.

Daí a desconsideração pelos gulags e pela revolução armada. Por isso o desaparecimento de seus primos (e concorrentes) bolcheviques não ter sido lamentado pelos social-democratas.

A esquerda se torna histérica sempre que percebe a ameaça de uma pequena reversão nesta sua inexorável marcha ao poder total, retrocessos estes que sempre são rotulados, obviamente, de “reações”.

Na visão de mundo tanto de comunistas quanto de social-democratas, a mais alta — desde que “progressista” — moralidade é se mostrar não apenas um defensor, mas também, e principalmente, um entusiasmado fomentador da ‘inevitável próxima fase da história’. É ser a “parteira” (na famosa expressão de Marx) desta fase.

Da mesma forma, a mais profunda, se não a única, imoralidade é ser “reacionário”, ser alguém dedicado a se opor a este inevitável progresso — ou, pior ainda, alguém dedicado a fazer retroceder a maré, a restaurar costumes enraizados, a “atrasar o relógio”.

Quem vai vencer essa guerra? Não se sabe. De que lado está a maioria da população? Certamente perdida, disponível para quem chegar primeiro. A maioria está confusa, vagando de um lado para o outro, dividida entre visões de mundo conflitantes. Ela pode pender para qualquer lado.

Durante suas inúmeras batalhas faccionárias dentro do movimento marxista, Lênin certa vez escreveu que há dois grupos batalhando, cada um formado pela minoria da população, sendo que a maioria está no centro, e é formada justamente pelas pessoas confusas, às quais ele se referiu como O Brejo. A maioria da população hoje está confusa e constitui O Brejo; estas pessoas estão no terreno no qual a maioria das batalhas será disputada. E a metáfora é corretamente militar. Trata-se de uma batalha de vida e morte pelo formato do nosso futuro.

http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=1292

Da Série: ANTI POLITICAMENTE CORRETO : 8 besteiras financeiras que os homens fazem por causa de mulher

19/09/2013

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

http://www.vidaruimdepobre.blogspot.com.br/2013/09/8-besteiras-financeiras-que-os-homens.html

1337124313979

O cheiro, o cabelo, a pele macia, esse olhar, esse charme são seu maior inimigo na busca pelo milhão

Vou listar para você, pobretão do meu Brasil, as besteiras financeiras mais comuns que homens cometem devido mulher. Sua independência financeira tem como obstáculo sim as mulheres.

1 – Comprar carrão para impressionar mulher

Você já parou pra colocar na ponta do lápis a quantidade de mulheres que você comeu devido seu carro (seja por impressioná-las quanto pela locomoção) e a quantidade de mulheres que você comeria com o dinheiro do carro? É fácil fazer essa conta: Vamos supor que você seja um retardado brasileiro padrão e vá comprar um carro zero de nível médio pra top e gaste 55.000 reais. Bem, você irá fazer prestações de 1.000 reais com juros elevando o preço pra quase 70.000 reais pagando 15.000 de juros. Você terá por ano IPVA, manutenção e gasolina. Com 1000 reais você come 10 mulheres por 100 reais por mês. Você come 4 mulheres tops por 250 reais por 1 hora. Você come 17 mulheres por 60 reais meia hora. Se você não está comendo ou com ficantes sexuais nesses números você cometeu um grave erro. De fato você está mais pobre e menos rico cada vez que passa com seu carrão depreciando na sua garagem. Carrão como eu quero (Camaro que é meu sonho) só quando você já estiver com muita grana sobrando.

2 – Pagar cursos, faculdade ou sustentar mulheres concurseiras

Este erro é comum com homens mais velhos casados com mulheres mais novas ou casados. É comum que homens paguem a faculdade ou sustentem otárias que querem ficar de boa em casa decorando leis e regras de português para passar em um concurso. É engraçado já que NENHUMA mulher faz isso por um homem (pagar faculdade e sustentar concurseiro) mas o que mais acontece é homem fazendo isso. Este erro é gravíssimo porque? Primeiro você está jogando grana fora num investimento de risco que é dar para sua mulher a chance de:

– Foder alfas na faculdade e se apaixonar por homens mais jovens (sim elas vão dar beijinhos em gatinhos nos happy hours de faculdade);

– Quando formadas ou quando passarem em concurso elas não irão lhe ajudar em casa com as contas. Elas vão pagar uma coisa ou outra mas a merda toda continuará nas suas costas. As que se formarem e irem pra iniciativa privada irão lhe trair com o colega alfa e com o chefe. As concurseiras irão fazer pouco de você e se acharão o máximo caso ganhem próximo, igual ou mais que você. Você se tornará descartável e os milhares de reais gastos com elas terminarão em um divórcio violento ou num adultério humilhante.

Só otários sustentam suas mulheres em faculdade ou concurseiros.

3- Comprar imóveis/comprar imóveis caros/móveis/reformas da casa

“Quem casa quer casa”. O delírio feminino por um apartamento/casa própria de qualidade pressiona homens a imobilizarem sua renda em prestações insanas ou em imóveis caríssimos com condomínios caros. O fazem gastar rios de grana em reformas, móveis, quadros entre outras besteiras pois a mulher o pressiona de forma violenta a gastarem tudo na casa. Esse erro é gravíssimo já que o maior gasto em vida de um homem são dois como já falei aqui: Filhos e imóvel. De fato a compra do imóvel por significar que você não ficará rico nunca mais. Não adianta vir com papo de valorização. Você se vender irá ter que comprar outro lugar tão bom quanto o atual e nenhuma mulher aceita algo pior do que tem hoje.

4- Não casar com separação total de bens

Já falei aqui neste post. Resumindo: Você tem que ser muito, mas MUITO burro pra casar com separação parcial de bens. Homens que não concordam normalmente se enquadram nestas categorias: Esquerdistas de merda; Universitários sonhadores; feministas de merda; Sonhadores problemáticas; Homens que não fazem sexo faz muito tempo

5- Namorar à distância

Isso é um erro pois o peso das viagens, hospedagem e locomoção sempre ficam nas costas dos homens. Raro elas fazerem isso e quando o fazem só depois de muito tempo quando as coisas estão firmes. Sem falar nas traições que você irá tomar pelas costas já que toda mulher tem alfas por perto dando em cima querendo dar umazinha com elas e elas não resistem.

1371844776315

6- Dar presentes muito caros (carro, viagens, joiás)

É de matar ver homens dando carros, viagens caras, levando para super restaurantes. São gastos que não voltam e não terão nenhum efeito na mulher por mais de 1 mês. Depois disso ela vai querer mais e os níveis de amor, serotonina, dopamina e felicidade voltarão aos patamares anteriores e você para superar esses sentimentos não terá o que mais fazer. Mulheres são seres extremamente ingratos, interesseiros que estão sempre olhando para o melhor negócio (homens) para fazerem a troca acesso à sua buceta X benefícios financeiros/status/proteção.

7- Sustentar/ter amante

Ter amante é uma burrice. No começo pode ser legal, faz bem pro ego, dá um ânimo na vida pois relembra que você é um homem, com desejos sexuais e sente admirado de novo já que sua esposa caga e anda pra você faz anos. Mas com o tempo você terá 2 mulheres pra sair, 2 pra sustentar, 2 pra aturar, 2 pra dar presentes. É muito melhor para os infiéis que usem putas fixas que com o tempo diminuirão os preços e não necessitarão de presentes ou saídas do que ter uma amante. Amante é coisa do passado e para quem não é rico, burrice.

8- Gastar muito em puteiros

Esse eu cometi demais. É preciso tomar cuidado com o dinheiro gasto com as putas pois o vício pode vir e ele é perigoso. É preciso estabelecer um orçamento específico pra elas e não passar disso.

E aí, quais erros você já cometeu ou vê homens cometendo? Que outros erros financeiros homens cometem por mulher?

Forte abraço!

Patriotas pedem Intervenção Militar-Já – As Forças Armadas Perante a Nação! Convocação: Consulte a sua Consciência!

14/09/2013

dia do soldado 2

Você brasileiro, que ama sua Pátria, e guarda consigo os valores morais aprendidos em casa, independente de ser civil ou militar, tem o dever cívico de ler, anuir, compartilhar e participar com sua família desta convocação.

Como todos sabem, amanhã é o dia do soldado, e nós soldados não temos nada a comemorar. Por esta razão não havia data mais propícia para divulgar esta mensagem, do que na véspera deste glorioso dia.

Que categoria profissional está satisfeita com a política social, previdenciária e de carreira que nos tem sido imposta pelo governo? Quem, em sã consciência, vê com naturalidade a contratação de médicos cubanos, ao arrepio das nossas leis trabalhistas, em regime de semi-escravidão, com o claro propósito de mandar recursos para ajudar a manter o regime comunista de Fidel Castro?

Quem não se estarrece com a parcimônia da chamada “oposição” política brasileira frente a essas aberrações?

Quem não perde a fala ao observar que, não só os 3 Poderes da nossa “República”(???), mas até nossos Comandantes Militares violam a Constituição do país, ao se negarem a submeter-se à aposentadoria compulsória, visto que os três já passaram dos setenta anos de idade?

O que podemos esperar quando, na contramão das melhorias pedidas pelo povo para a Educação, o governo quer adequar o ensino brasileiro à mediocridade cubana, formando zumbis para pensarem e agirem numa única ocupação, cerceando-lhes a livre expressão do pensamento?

Quem consegue educar seus filhos hoje em dia sem sofrer a nefasta influência midiática que a todo instante divulga valores amorais e imorais como familiares?

SE VOCÊ JÁ CANSOU DE TUDO ISSO, E SABE, COMO TODOS NÓS, QUE DAS MANIFESTAÇÕES DE JUNHO NADA RESULTOU A NÃO SER A APROPRIAÇÃO DAS IMAGENS PELOS PARTIDOS POLÍTICOS OPORTUNISTAS (NO CASO, TODOS), NÃO DEIXE DE PARTICIPAR DA GRANDE MANIFESTAÇÃO PÚBLICA E PACÍFICA DE 7 DE SETEMBRO EM TODO O BRASIL.

NO RIO DE JANEIRO ESTAREMOS ESPECIALMENTE OCUPANDO A ARQUIBANCADA DE FRENTE AO PALANQUE DAS AUTORIDADES as 06:00h DO DIA 07.09, A MESMA ARQUIBANCADA OCUPADA PELOS POLICIAIS E BOMBEIROS MILITARES EM SETEMBRO DE 2011.

E PARA OS QUE DIZEM QUE NÃO TEMOS OBJETIVOS COMUNS, CLAMEMOS POR:

1) APOSENTADORIA COMPULSÓRIA DOS 3 COMANDANTES MILITARES;

2) IMPEACHMENT DE DILMA E RENÚNCIA DE TODOS OS SEUS INCOMPETENTES MINISTROS;

3) REORGANIZAÇÃO DO ESTADO PELAS FFAA, PREPARANDO-O PARA ELEIÇÕES GERAIS EM 60 DIAS;

4) PRISÃO IMEDIATA DE TODOS OS MENSALEIROS E AFASTAMENTO DE TODOS OS FICHAS SUJAS DOS 3 PODERES E EM TODOS OS NÍVEIS DE CONTRATAÇÃO.

5) VALORIZAÇÃO NÃO SÓ DA CARREIRA MILITAR, MAS SIM DE TODAS, E DA MERITOCRACIA.

COM ESSAS BANDEIRAS O BRASIL REPUDIARÁ DE UMA VEZ POR TODAS O COMUNISMO DE NOSSO SOLO SAGRADO.

VISTAM-SE DE VERDE E AMARELO E VENHAM PARA AS RUAS NESSE DIA. A FESTA É DO POVO BRASILEIRO E NÃO DOS COMUNISTAS QUE ESTÃO NO PODER.

“Só os covardes se omitem”

Att

Marcelo Machado
Presidente da Associação Nacional dos Militares do Brasil – ANMB

Revolução comunista em marcha em Floripa

06/09/2013

sexta-feira, setembro 06, 2013

REVOLUÇÃO BOLIVARIANA NA ILHA DA MAGIA: GRUPOS DE AGITADORES COMUNISTAS ATACAM EM FLORIANÓPOLIS E ESPALHAM O TERROR..

O jornal Ilha Capital traz em sua última edição uma reportagem especial que revela aquilo que a grande imprensa catarinense escamoteia, ou seja, a invasão de Florianópolis, a capital do Estado catarinense, que fica na maior parte sobre a Ilha de Santa Catarina por organizações que podem ser qualificadas de MST urbano. Seus integrantes constituem uma horda de desordeiros ligados ao PT e seus satélites.
Na abertura da reportagem, Ilha Capital anota que em entrevista recente o empresário Hélio Bairros, presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil da Grande Florianópolis (Sinduscon), alertou sobre a chegada das Brigadas Populares em Floripa. Para ele essa “é mais uma preocupação e um desafio para o poder público” porque “essa gente vem para o enfrentamento” e “já está ocupando terrenos urbanos”.
Transcrevo na íntegra a excelente reportagem do Ilha Capital que serve para demonstrar que os cidadãos de Florianópolis que se informam por meio dos grandes jornais e emissoras e rádio e televisão, estão muito mal informados. Especialmente a maioria dos empresários e autoridades municipais e estaduais.
Florianópolis é uma panela de pressão pronta para explodir, por conta da incúria das autoridades que permitem a proliferação desse grupos de viés comunista que espalham o terror na capital catarinense agasalhados sob o deletério manto do pensamento politicamente correto. Essas autoridades são as responsáveis pela insegurança em que vivem os cidadãos de Florianópolis que agora também têm as suas propriedades sujeitas a invasões.
Transcrevo na íntegra a matéria do jornal Ilha Capital, que também pode ser lido no site desta publicação clicando no link ao final do texto. Leiam:
O alerta do presidente do Sinduscon se refere às manifestações de protesto promovidas no início de agosto contra a administração Cesar Souza Júnior (PSD). Elas ocorreram porque, depois dos oito anos de omissão conivente da gestão Dário Berger, a equipe de fiscalização da Fundação Municipal do Meio Ambiente de Florianópolis (FLORAM) botou abaixo quatro barracos em construção por invasores – que se identificam pelo codinome de “Ocupação Palmares” -, sobre áreas de proteção ambiental e de alto risco na região da Serrinha, no maciço de favelas do Morro da Cruz. Cerca de 25 outras famílias de migrantes continuam dividindo nove barracos no local. Elas até concordam em não refazer os barracos, desde que os sem-teto sejam indenizados e realocados pela Prefeitura. Mas tem que ser na mesma região. Apoiados por vereadores de esquerda, depois de uma reunião no gabinete do vereador petista Lino Peres, manifestantes ameaçaram e chegaram a “pedir a cabeça” de Elisa Neli Rehn, gerente de Licenciamento e Fiscalização da Floram e responsável pelas operações.
Em novembro do ano passado, tão logo anunciada a vitória de Adeliana Dal Pont (PSD) no município de São José, a futura prefeita passou a ser pressionada por um grupo de representantes de cerca de 200 sem-teto, que semanas antes haviam invadido uma área particular de quase 92 mil metros quadrados no bairro Serraria, desde então identificada pelo codinome de “Ocupação Contestado”.

Polícia intertita e desmonta barraco erguida em propriedade particular. A ocupação de propriedades privadas afeta também áreas de preservação, mas os ecochatos calam acumpliciados com as organizações comunistas que infestam Florianópolis

Em vias de explusão, eles exigiam “uma solução para o seu problema de falta de moradia digna”. Segundo os militantes, a invasão só ocorreu porque o então prefeito Djalma Berger teria prometido que, se reeleito, desapropriaria o terreno para transformá-lo em um loteamento de baixa renda. Então, toda aquela gente de bem resolveu que era melhor invadir logo de uma vez para garantir o seu quinhão, furando a fila dos trouxas que optam por obter os seus direitos na forma da legislação. Não bastasse isso, passadas as eleições, eles exigem que a eleita cumpra uma suposta promessa do candidato derrotado. São os tempos sombrios em que vivemos…

Esses furdunços são organizados e orquestrados por um movimento político-ideológico com matriz em Belo Horizonte, que se identifica como Brigadas Populares/SC. Elas já atuam em outros três estados – Bahia, São Paulo e Rio de Janeiro – sempre se articulando com movimentos revolucionários afinados com os círculos bolivarianos. Em Florianópolis, agem em parceiras com denominações como Bandeira Negra, Passe Livre e Ponta do Coral 100% Pública entre tantas outras, além de gabinetes de políticos esquerdistas.
Os brigadistas se tratam como “camaradas” e seu objetivo “é formar uma militância revolucionária caracterizada por sua disciplina consciente, compromisso, capacidade de iniciativa e compreensão da análise materialista, dialética e histórica da realidade”, porque “a forma de organização deve sempre atender às necessidades da luta de classes”. É que a intenção dos valentes – veja só! – é a “transformação revolucionária”, pela constituição de uma “unidade aberta”, que impulsione o surgimento de “uma nova maioria política e social (…) de caráter nacional, popular e socialista”, na qual “os trabalhadores se estabelecem como força dirigente”. A “Revolução Brasileira para um Brasil Socialista (…) como a aspiração mais elevada das massas populares (…) será obra do povo (…) em sintonia com o movimento internacional dos trabalhadores e trabalhadoras”, diz o manifesto das Brigadas Populares, em novembro de 2011.
O Jornal Ilha Capital teve acesso a uma cópia dos roteiros que as lideranças da Ocupação Palmares receberam das Brigadas Populares, com as instruções de alinhamento do discurso dos manifestantes, principalmente frente à imprensa. O documento expressa claramente o projeto de “outras ocupações e novos movimentos de reivindicação” que levem à criação de um “poder popular” na luta pela “revolução social” de “um mundo sem divisão entre classes sociais ou qualquer outro tipo deopressão” (negritos no original).
O brigadista responsável pela Ocupação Palmares, no Morro da Cruz é o paulista graduado em Economia pela UFSC, Vitor Hugo Tonin. Ele diz que “trabalha na UFSC” e nas férias passou um mês na Venezuela. O brigadista da Ocupação Contestado é o paulista Jonathan Henri Sebastião Jaumont, o “Jojo”, graduado em Serviço Social pela UFSC. Eles integram a Frente de Trabalho pela Reforma Urbana em Florianópolis, que já se articula com invasões mais antigas para ampliar suas atividades, aumentar a visibilidade e ampliar a notoriedade. A imprensa trata de forma vaga e casual a presença desse ente de agitação, como se fosse algo tão natural e inocente, que a opinião pública não precisa preocupar-se em saber mais e melhor sobre o assunto.
O Jornal Ilha Capital se encarrega de cobrir essa lacuna com informações consistentes. Aqui não há jornalistas jovenzinhos recém diplomados nos antros marxistas da UFSC. Conhecemos o método desses movimentos, nos quais supostos pacíficos de cara limpa e baderneiros de balaclava são estratégias de um mesmo plano de ação: suas pequenas intervenções para constranger autoridades são só o aperitivo. O banquete deles é a democracia estraçalhada: atrapalhar a vida da população ordeira, tumultuar a rotina das pessoas de bem, paralisar a cidade, provocar a polícia até o intolerável. Tudo em nome da revolução socialista para a implantação da tirania comunista.
Terrorismo em Florianópolis ocorrido recentemente com destruição de centenas de ônibus
Sempre na UFSC
No sábado, 3 de novembro de 2012, foi realizada uma reunião para tratar sobre moradia popular, regularização fundiária e função social da propriedade nesta Capital. Por trás do verniz politicamente correto dessas expressões, o verdadeiro propósito era formar uma rede de apoio à reestruturação do Movimento Sem Teto na Grande Florianópolis, fomentando a organização de ações diretas, em paralelo com o fortalecimento das articulações coletivas. O movimento perdeu muita força em Florianópolis, porque aqui ninguém precisa de “movimento organizado” para invadir ou ocupar propriedades, públicas ou privadas. A Ilha de Santa Catarina virou uma prostituta cercada de gigolôs, alcoviteiros e rufiões por todos os lados. Eles a oferecem a qualquer um, para ser penetrada, estuprada. Quem tentar fazer carinho, beijar na boca ou fazer amor com ela, provoca polêmica e escândalo e é escorraçado!
O local da reunião só poderia ter sido um: o auditório do Departamento de Arquitetura e Urbanismo da UFSC. Público alvo: os sem-teto massa de manobra. Compareceram ao evento apenas cerca de 50 membros de grupos invasores de áreas públicas e privadas, moradores em situação precária, em áreas de risco ou despejados: da favela do Siri, Papaquara, Vila União, Kartódromo, favela do Mosquito, Nova Esperança, Panaia Aeroporto, Caieira do Saco dos Limões, Mont Serrat, Maciço do Morro da Cruz e Monte Cristo. A ocupação José Nitro, do bairro Jardim Zanelatto, em São José, também mandou representante.
Por mais de cinco horas eles ouviram a velha discuseira sobre “inclusão social”, “direito à moradia digna” e “cidades para todos”, que disfarça a doutrinação em luta de classes de pobres contra ricos. Falaram os cabeças dos principais entes articuladores da “luta por moradia popular digna” (a propósito: barraco mal enjambrado sobre propriedade alheia e área de risco é “moradia digna”?), inclusive aqueles professores universitários, arquitetos e urbanistas filiados a diferentes partidos políticos de esquerda – os de sempre, que o leitor deste nanico já sabe quais, de cor e salteado. Além dos sargentos das Brigadas Populares, estavam presentes representantes do Movimento Nacional de Luta pela Moradia (MNLM), da Associação dos Geógrafos Brasileiros (AGB), do Movimento Sem Terra em Santa Catarina (MST-SC), do Coletivo Anarquista Bandeira Negra, do Diretório Central de Estudantes (DCE) da UFSC, o ectoplasma da União Florianopolitana de Entidades Comunitárias (UFECO), Sintrajusc, Sindiprevs, CUT, Central Sindical e Popular (CSP – Conlutas), Rede Nacional de Advogados e Advogadas Populares (RENAP). Repare bem: todas sãoorganizações sustentadas por muita grana que arrancam do povo, de forma direta ou indireta, para professar coletivismo e marxismo e combater o capitalismo, tentando expulsá-lo da alma da nação.
Origem universitária
O movimento Brigadas Populares teve origem em um Núcleo de Estudos Marxistas, formado por estudantes da Universidade Federal de Minas Gerais para dissecar as ideias de pensadores revolucionários. Em 2005 o Núcleo se dissolveu e seus membros partiram para aplicar as teorias na prática, dedicando-se à articulação popular das favelas da periferia de Belo Horizonte, atuando como uma ferramenta a serviço da necessidade de organização da classe trabalhadora para a transformação social: a revolução das massas. Tempos depois foi realizado um seminário em que o movimento passou a ser estruturado para atuar de acordo com a linha politico-ideológica de sua origem. As Brigadas comandam oito ocupações em Belo Horizonte.
As Brigadas Populares são, tipo assim, um MST urbano: sua existência é praticamente virtual, só visualisada em diversos sites e blogs. Ela não tem existência formal, não tem estatuto, registro ou CNPJ, nem fisponibiliza qualquer informação de contato físico, como endereço ou telefone. As únicas peças de sua materialidade são os “profissionais de universidades” que coordenam as ações.
Na prática, os núcleos executivos de militantes orgânicos das Brigadas Populares surgem depois de articulações prévias com lideranças de grupos em áreas invadidas ou de pretendentes a tornar-se invasores de alguma propriedade já em vista. O movimento também recebe indicação de instituições, como as defensorias públicas, sobre a necessidade de apoio a algum grupo. Os brigadistas atuam pelo método de assembleias populares para identificar as pautas de cada grupo, estabelecer o direcionamento político dos embates, organizar as pessoas, prepará-las para as lutas e atividades necessárias, doutrinando-as para a elevação dos níveis de “consciência social” e fortalecimento das convicções pessoais para o enfrentamento. São eles que garantem o recrutamento de novas lideranças e a sua permanente formação e treinamento nas práxis revolucionárias.
Frente antiprisional
As Ocupações Palmares e Contestado, são brigadas territoriais que integram a Frente pela Reforma Urbana das Brigadas Populares. Além dela, em Santa Catarina está ativa desde o final de dezembro de 2011 a Frente Antiprisional, que antes só existia em Minas Gerais. Com o slogan “Nenhuma Vaga a Mais! Por uma sociedade sem prisões!”, a sua principal atividade é coordenar o Grupo de Amigos e Familiares de Pessoas em Privação de Liberdade, que articula e organiza as reivindicações coletivas dos parentes de presos da Penitenciária de São Pedro de Alcântara. A penitenciária é aquela onde ficavam os líderes do Primeiro Grupo Catarinense (PGC) acusados pelo assassinato da esposa do diretor que impunha regime severo no cumprimento das penas. A agente prisional Deise Alves foi fuzilada por engano quando chegava em casa dirigindo o carro do marido, em São José, em outubro de 2012. A aplicação ainda mais rigorosa das regras na prisão, depois da morte de Deise, foi o estopim para duas ondas de violentos atentados terroristas comandado de dentro da cadeia. As ações de guerrilha varreram Santa Catarina entre novembro e fevereiro últimos. Os principais acusados foram transferidos para uma penitenciária de segurança máxima, em Mossoró, no Rio Grande do Norte. Segundo as investigações policiais, as famílias dos presos já estão se estabelecendo na cidade.
Nos outros quatro estados onde as Brigadas Populares atuam (Minas Gerais, Bahia, São Paulo e Rio de Janeiro), já funcionam também frentes de Formação (de quadros), Comunicação e Cultura e de Juventude.
Aprofundando-se, é possível perceber a existência de uma indústria de sem-teto, uma espécie de agência de tráfico de migrantes de uns locais para outros – entre municípíos e estados -, numa constante realimentação de fogueiras do movimento pelo “direito à moradia digna”, que fundamenta as pressões político-ideológicas pela implantação da “reforma urbana” de cunho marxista. Do site do jornal Ilha Capital

Governo brasileiro importará 600 filósofos franceses, ingleses e alemães

29/08/2013

Após a polêmica contratação de 4.000.000 de médiuns cubanos para incorporarem em massa o Dr. Fritz e todos os chiliques bairristas e corporativistas oriundas do fato, o governo petralha, em mais uma ação afirmativa, acaba de anunciar a importação livre de impostos de 600 filósofos de nacionalidade francesa, inglesa e alemã.

O objetivo é suprir a ausência de intelectuais de pensamento genuinamente nacional.

Como se sabe, o país carece de filósofos no sentido mais puro da expressão.

Como filósofo europeu de hoje em dia ainda é como Sócrates que vivia de favor, os gringos não cobrarão nada por suas palestras ao ar livre.

O primeiro grupo, de 200 profissionais do pensamento, estará no Brasil Varonil já no próximo mês para participar do primeiro período de treinamento do curso online que lhes ensinará a língua portuguesa clássica com textos de Camões, Eça, Gil Vicente, Bernardes, Vieira, Tobias Barreto e Rui (ainda que só se possa filosofar em alemão), e, a detectar o possível defeito no ethos local que bloqueia a possibilidade de um pensamento tupiniquim.

Todos serão alocados em parte das 701 cidades, vilas, bibocas e malocas não colocadas como opção por nenhum filósofo brasileiro, uma vez que não se animam a saírem das cidades universitárias com todas as marolas que rolam por lá.

Um segundo grupo virá em outubro, e, até novembro, se Deus Quiser, todos deverão tentar dar aulas de filosofia nas universidades federais, se os alunos deixarem, compondo comitês de ética nos hospitais, dando palestras e lançando livros nas Livrarias Cultura (eu não quis dizer que vão depredar a Livraria Cultura – é lançar em outro sentido, imbecil!), publicando artigos em língua geral, em revistas com qualificação A1 no CNPQ, e, filosofando acerca do Complexo de Macunaíma Nacional.

No Brasil não há filósofos: há professores de história, jornalistas engajados, ideólogos, marqueteiros ou sofistas por profissão”, dizem os gringos que por aqui passam. Na foto, Marilena Chuái, famosa professora de História da Filosofia Spinoziana.

O Ministério da Educação pediu, e teria conseguido, filósofos que tivessem experiência internacional em Filosofia Analítica, Filosofia Medieval e Antiga e Arcaica, Fenomenologia do Espírito da Revolução Francesa Contemporânea, Ontologia, Metafísica, Realidade do Cinema Novo, Lógica, Positivismo e Bioética e nada de Teologia da Libertação.

Todos eles têm residência em várias universidades da Europa e América do Norte. Cerca de 30% têm também outras especializações, como Sociologia e Ciência Política, e possuem, no mínimo, 16 anos de experiência comprovada.

Pretendemos, assim, expor ao Brasil que figuras como Arnaldo Jabor, Rachel Sheherazade, Reinaldo Azevedo, Emir Sartre, Marinela Chuái, Luiz Felipe Pondé, Massa Sofrida, Sílvio Grimaldo, Mário Sergio Cortella, Marcia Tiburi, Ernildo Stein, Juca Soares, Cavaleiro Conde, Pedro de Lara, Bruna Surfistinha, Caio Fernando de Abreu, entre outros, não são filósofos brasileiros e não atendem à demanda de um LOGOS nacional ou de uma hermenêutica suficientemente potente para o pensamento de si da nação brasileira. São tão somente marqueteiros, professores de história ou sofistas por profissão”, afirmou o ministro da educação Aloízio Mercadante que começou a vida em Santos-SP como Capitão de Areia.

Procurada pela reportagem, Marilena Chuái retrucou afirmando que o seu pensamento é tão autêntico quanto o de Macunaíma e que essa importação de talentos vai fazer o Brasil voltar ao tempo do Fradique Mendes que dizia que tudo no Brasil era copiado da França, e aquele papo besta dele de Mucana e tudo mais.

Os PeTralhas PT Dilma Governo vão acabar com a Polícia Federal !! Vejam a reportagem !!!

28/08/2013

http://videos.r7.com/policiais-denunciam-cupula-da-pf-de-minas/idmedia/521d42e90cf20ab9b131f502.html

Cultura dos pretos, mulatos e cabras do Brasil

27/08/2013

Cultura negra? Cultura negra para mim é o Aleijadinho, é Gonçalves Dias, é Machado de Assis, é Capistrano de Abreu, é Cruz e Sousa, é Lima Barreto. Quer Vossa Senhoria me explicar como esses negros e mulatos puderam subir tão alto, numa sociedade escravocrata, enquanto seus netos e bisnetos, desfrutando das liberdades republicanas, paparicados pela intelligentzia universitária, não conseguem hoje produzir senão samba, funk e macumba, e ainda se gabam de suas desprezíveis criações como se fossem elevadíssima cultura?” (WILSON MARTINS, História da inteligência brasileira)

Em sentido horário:

1012437_10151881125331874_1033844660_n

MACHADO DE ASSIS (1839-1908)
Escritor, poeta, dramaturgo, jornalista e crítico literário
Rio de Janeiro-RJ

LIMA BARRETO (1881-1922)
Escritor
Rio de Janeiro-RJ

ALEIJADINHO (1730-1814)
Escultor, entalhador e arquiteto
Ouro Preto-MG.

CRUZ E SOUSA (1861-1898)
Poeta
Nossa Senhora do Desterro, atual Florianópolis-SC

CAPISTRANO DE ABREU (1853-1927)
Historiador
Maranguape-CE

GONÇALVES DIAS (1823-1864)
Poeta, advogado, jornalista, etnógrafo e teatrólogo
Caxias-MA

O Papa no Brasil – Trago Jesus Cristo – Nem Ouro nem Prata – Medo de ser roubado por Políticos

23/07/2013

Dilma não teve coragem ainda de sancionar a PLC-3/2013 do Aborto:

Vai esperar o Papa ir embora:

Papa bota fé nos Jovens mas não em Dilma que tem uma outra fé, em suas próprias palavras

21396_459127857452784_1014838786_n

1005441_202205503278874_299022_n

(quase) Tudo Pronto para A Copa 2014 no Rio de Janeiro – Só falta deixar de matar o povo na fila do Postinho de Saúde

11/07/2013

Um lugar que tem R$ 1 billhão para gastar reformando um estádio (inclusive trocando uma marquise por um toldo de lona vagabundo) necessariamente está com tudo em dia, né?

Saúde, educação, transportes.

Essa foto aí mostra o tempo médio da atendimento na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Engenho Novo, na cidade “maravilhosa”.

Como você pode notar, é realmente um atendimento de “urgência”.

Mais uma das maravilhas da cidade “maravilhosa”.

179196_393367797434415_1042839122_n

A minha candidatura é o protesto do Povo!

25/06/2013

Minha candidatura é o protesto do povo

ADHEMAR DE BARROS

Devo a êste maravilhoso órgão de divulgação, mais esta oportunidade de continuar o meu diálogo com o povo brasileiro. Continuarei a fazê-lo na mesma linguagem das minhas palestras com a nossa gente em minhas peregrinações de tantos anos. Faço-o sem arrogância e sem imposições: de brasileiro para brasileiro, de igual para igual. Sei que, desde o mais humilde ao mais letrado, todos entendem a minha Mensagem de fé nos destinos da nacionalidade.

Uma longa jornada e uma extensa fôlha de serviços autorizam-me a falar com o povo e em nome dêsse mesmo povo, em nome do Brasil e em nome da Democracia. Sou homem de partido. Sou homem de ideais democráticos, homem de postulados políticos. Sou candidato, mas não o sou por imposições pessoais ou de grupos. Luto sòzinho. Não tenho pelas minhas costas, a impulsionar-me, nem o Govêrno Federal nem o Govêrno do Estado de São Paulo.

Eu não tenho os apoios oficiais, nem os apoios particulares. Eu só tenho você, brasileiro. E, só com você, eu tenho, graças a Deus, mais do que os meus opositores, pois o que vale é o voto e não essa avalancha de dinheiro que pode comprar políticos, mas não compra a consciência cívica dos brasileiros. Sou, portanto, candidato para vencer. Eu sinto que o povo repele a propaganda milionária dos candidatos dos Bancos oficiais do Poder Central e do Estado de São Paulo e dos grupos financeiros que temem a vitória de quem não tem compromissos com êles, mas apenas com as massas sofredoras da nossa terra.

Eu só tenho você brasileiro, que não tem o direito ao pão de cada dia, porque os preços estão pela hora da morte. Eu só tenho você, desabrigado, doente, sem trabalho, que precisa mais de um govêrno humano do que de palácios, espadas ou vassouras. Você, sem casa e sem pão, mas com a alma forte e corajosa. Você que aprendeu, nas vicissitudes por que tem passado, a retemperar a coragem cívica e protestar, através do voto que não se vende, contra êsse estado de coisas. Eu só tenho você, trabalhador espoliado do seu salário, que não lhe permite ter casa para morar, leite e escolas para os seus filhos.

Você, meu companheiro de lutas democráticas, você, povo, sabe que não gosto de acusar ninguém. Gosto, isto sim, de esclarecer a opinião pública. Eu não tenho inimigos pessoais. Os meus inimigos são os inimigos do povo. Se protesto, se mostro erros e desacertos, é porque os vândalos da nossa Economia, os grupos parasitários e os seus candidatos sem partidos, querem tirar ao povo o seu direito de livre escolha. Aí estão as marchas e contramarchas de candidatos que procuram assustar a opinião pública com ameaças de golpes e sangue nas ruas brasileiras, onde deveria correr sòmente a abundância de alimento e progresso. Aí estão as iras da derrota iminente que vem solapando, inclusive, o prestígio pessoal do Presidente JK.

Eu o avisei, de amigo para amigo, de brasileiro para brasileiro, de que uma candidatura imposta seria um abuso capaz de dar nisso que todos estão vendo: essa volúpia de ofensas de dois candidatos que se digladiam em praça pública, ao invés de apresentar idéias ou programas. Aí estão as reviravoltas do oportunismo. Aí estão as ideologias exóticas transparentes, que tomam as côres do momento, ao bel-prazer do oportunismo.

Novas armadilhas são preparadas para o povo, inclusive nas promessas de continuísmos dêsse estado de coisas, com palácios construídos a custa do pão do trabalhador. Então aí as artimanhas, as maquinações da intriga, o ópio com que pretendem dopar as nossas consciências, lançando carradas de papel com rótulo de dinheiro, um papel que não dá para pagar a conta do trabalhador no fim do mês. Aí está, também, a miragem da sêde do Poder a qualquer preço, ainda que seja o preço das maquinações realizadas em viagens nababescas fora da nossa Pátria.

cÉ o protesto do único partido que tem candidato próprio e leva à praça pública um ideal, uma ideologia de trabalho e progresso, com um programa realista e uma Plataforma, a única apresentada até agora ao povo. Eu protesto, portanto, em nome do povo contra a ameaça de agressão à Democracia. Eu protesto contra a deturpação do regime. Se não vamos entrar numa guerra, para que espada? Se não vamos fazer ditadura, mas democracia, para que precisamos do ódio, da vingança, das perseguições e do juízo final, a que se propõe o homem da vassoura?

ademar

Pelos símbolos se conhecem os homens. Um apresenta por símbolo, que é aquilo que deve haver de melhor em sua alma, uma vassoura que, por sinal, serviu de símbolo a tôdas as feiticeiras do passado; o símbolo do mal. O outro, apresenta uma espada, símbolo da prepotência e da fôrça. É por isso que o povo já anda dizendo, com a sua sabedoria divina, que Entre a Fôrça do Mal e o Mal da Fôrça, símbolizados na vassoura e na espada, eu sou o caminho. O caminho da Democracia, da Verdade e do Entendimento, simbolizado num salva-vidas que é o de que a Nação anda precisando neste caos em que se debate.

Eu protesto. Eu não deixarei esta ânsia de poder a qualquer preço chegar à agressão ao direito do voto livre. Em 3 de outubro, o povo brasileiro vai ajudar-me a dar uma lição de Democracia a êsses senhores.

Agora mesmo estamos vendo a confirmação dos meus cálculos de aumento dos preços de gêneros. Está publicada no Correio da Manhã do dia 28 de agôsto último. Eu disse que os preços tinham encarecido 50 anos em 5. A banha aumentou 350% ! A batata, a cebola, o feijão, a farinha de mandioca, o milho e até o amendoim subiram até 600%.

Nunca se viu isto em nossa História. Agora, eu pergunto: onde está o candidato da Oposição que não apresenta solução verdadeira para a alta desmedida dos preços, chegando mesmo a louvaminhar o govêrno do Senhor Juscelino em muitas de suas manifestações, como o fêz recentemente em Brasília? E o candidato do govêrno terá uma boa defesa para essa alta astronômica do custo da vida, quando o govêrno gasta bilhões para uma obra faraônica?

Não, brasileiros! Não farão nada pelo povo, simplesmente porque ambos são candidatos dêles próprios, sem partidos, sem ideais e sem programas.

Eu converso com o povo e lhe digo que, de início, sustarei as emissões desenfreadas; modificarei a distribuição orçamentária, dando 30% ao município, 30% ao Estado e 40% à União; darei preferência, nesse orçamento, aos Ministérios da Educação, Saúde e da Agricultura, não como ora se faz, quando os três Ministérios, Aeronáutica, Marinha e Exército, consomem mais de 50% do orçamento num país pacífico como o nosso, dentro de um mundo dominado por potências que podem anular as nossas fôrças com as suas fabulosas bombas de hidrogênio e atômicas e com as suas frotas aéreas, de teleguiados de capacidade arrasadora nunca vista.

Eu tenho programa e tenho idéias. Quero o Govêrno não para fazer prevalecer a ganância de grupos, sejam os ora dominantes ou os inconformados que vão buscar um candidato fora de suas hostes sòmente para se servirem dêle e não para servir o povo.

Eu não sou problema. Não sou a inflação arrasadora de situações econômicas ou morais. Não sou o alto custo da vida para o qual não contribuí, pois em meus governos, realizando mais que todos os governos, jamais aumentei impostos ou taxas. Eu não sou a fome. Não sou a doença do corpo, nem a doença da alma, nem a doença do regime. Não sou o desemprêgo e nem a falência da Previdência Social. Não a pompa e nem o desperdício. Não sou a volúpia do poder, nem o ódio ou a vingança. Não sou a espada, nem a vassoura: sou o salva-vidas. Sou a solução. Sou a solução para o Brasil, como fui, mercê de Deus, a solução para São Paulo. Sou a solução do Brasil, porque sou a solução para o homem do Brasil e para o regime democrático.

A candidatura do povo está intacta. A vitória do povo, ninguém a tira. A plataforma de govêrno do povo é a resposta aos seus algozes, aos prepotentes e aos místicos da política. Vamos abrir novos caminhos para o Brasil. O Brasil tem um lugar reservado entre as potências em choque. O Brasil será aquela potência moral, que atuará como um freio entre as ideologias em luta. O mundo fica cada vez menor. Um conflito mundial pode causar danos indiretos ao Brasil.

Vamos lutar pela paz, com os nossos instrumentos de trabalho. O trabalho será a nossa linguagem democrática perante os outros povos. Mas trabalho que não seja castigo: trabalho que seja libertação! Vamos abrir os nossos portos ao mundo inteiro. Vamos vender e comprar, vamos negociar, em têrmos honestos, com todos os países do mundo. Mas vamos mostrar, com o nosso trabalho, com a organização da nossa vida, que esta é uma Democracia. Isso será o mesmo que dizer aos outros povos: esta é uma Democracia. Respeitai-a e vivereis felizes!

Vamos falar a linguagem da nossa tradição cristã, que é a linguagem do amor e não o ódio! Não nos vamos unir a ninguém para ir contra ninguém. O Brasil não entrará em guerra. Não pode entrar, pois temos que realizar uma guerra muito mais digna, aqui dentro mesmo: a guerra contra a fome, a sêca, o desabrigo, o desemprego e o subdesenvolvimento. Para isso, eu tenho uma plataforma de govêrno. E essa plataforma de govêrno traz as soluções para o homem do Brasil. A sua valorização e a valorização do seu trabalho. O pão, a água, a casa, a terra, o trabalho, a saúde, a educação. Uma coisa está ligada a outra. Por isso, solucionando o problema da saúde, com assistência real, postos de saúde, maternidades, assistência volante que atinja até o coração da Pátria, teremos um homem saudável. Mas é preciso educá-lo, dar-lhe escolas, cartilha, tabuada, transporte, merenda, tudo gratuito, principalmente a escola técnica, o artesanato, as escolas profissionais.

É preciso, também, remunerar o mestre de acôrdo com seus altos deveres, sem cercear as atividades legítimas do ensino particular onde temos tido a grande fôrça libertadora da ignorância em nossa terra. Somam as milhares as escolas religiosas e são incontáveis as ações dos missionários que levam até o índio a palavra da verdade, porque instrução é verdade. Quanto à terra, o homem deve conquistá-la com irrigação, instrumentos próprios, créditos, máquinas, sementes. A saúde e a instrução lhe darão maior capacidade de trabalho, e mais pão para todos. Não basta dar terra ao homem: é preciso dar o homem à terra! Com a liberdade sindical, previdência atuante e permanente, salário justo, as condições de trabalho melhoram. E, aí, o homem precisa da industrialização. O aço é a matéria-prima do progresso. Centenas de siderurgias nos darão aço suficiente para a industrialização. E aço quer dizer fartura. Com aço desencadearemos a espiral, não da inflação, mas do próprio desenvolvimento.

Transporte, Energia, Saúde e Educação devem ser resolvidos pela criação de sistemas de rêdes completas. Não adiantam as providências estanques. Por onde passar a Energia Elétrica, passarão o transporte, o médico e o livro.

Os recursos para realizar todo um programa de govêrno estarão à disposição no meu govêrno, com estas providências: a) eliminação das despesas supérfluas; b) reforma do orçamento; c) melhor distribuição das rendas, com 30% para os Municípios, 30% para os Estados e 40% para a União, como atrás falamos. O Município executará quase tudo e a União planificará quase tudo.

O princípio básico será: centralizar para planificar e descentralizar para executar.

A par disso, teremos que realizar o aumento da produção e das vendas para o exterior. Aumento da produção do petróleo para economizar divisas, bem como do trigo e do papel de imprensa. Venda em melhores condições do nosso minério de ferro, que nos poderá dar tanto quanto nos dá o café. Criação da cooperativa do café, para libertar os cofres públicos da sustentação cara dos preços. E, para baixar o custo da vida, a solução será a Reforma Tributária. Taxação pesada sôbre os artigos de luxo e as rendas altas. Libertação dos artigos e gêneros de primeira necessidade e dos salários. Salário não é renda, tenho afirmado e, se eleito, provarei que resolverei êsse problema.

Assim tenho falado ao povo nas minhas peregrinações por êste imenso País. Assim continuarei falando através dos órgãos de divulgação como esta brilhante Revista. Assim falarei quando eleito Presidente da República, porque gosto de dialogar com o povo e sei que lhe interpreto as mais sentidas aspirações. Assim irei falando, trabalhando, realizando a exemplo do que fiz em São Paulo e, agora, na Prefeitura da cidade que mais cresce no mundo, até que possamos construir um Brasil Melhor dentro de um Mundo Melhor.

A minha saudação a O Cruzeiro e, através dêste instrumento portentoso da opinião pública, a todo o povo brasileiro: Para a Frente e Para o Alto!

Desta Vez, Vamos!

Foi a Turma do Palácio do Planalto que começou tudo

18/06/2013

Todo CUIDADO é pouco! Líderes são petistas, funcionários da Presidência. O que falta ao movimento é a estratégia de conhecer seu inimigo.

Polícia identifica suspeitos de liderar manifestação de sexta-feira (14), em Brasília
http://globotv.globo.com/globo-news/jornal-das-dez/v/policia-identifica-suspeitos-de-liderar-manifestacao-de-sexta-feira-14-em-brasilia/2640187/

Deu no The New York Times

18/06/2013

http://www.nytimes.com/2013/06/18/world/americas/thousands-gather-for-protests-in-brazils-largest-cities.html?hp&_r=0

Homenagem da Deputada Myrian Rios pelo Dia Internacional da Mulher

09/03/2013

Publicado em 8 de março de 2013

http://www.myrianrios.com.br/site/noticias/homenagem-da-deputada-myrian-rios-pelo-dia-internacional-da-mulher/#.UTqwZN_w5ys.twitter

Festejamos hoje o DIA INTERNACIONAL DA MULHER. E é com muita alegria que uso o meu site, não só para parabenizar as mulheres, mas principalmente para prestar uma HOMENAGEM a essas guerreiras.

Eu, antes de Deputada, quero me colocar a todos como “Myrian Rios mulher, mãe, atriz, missionária”, e por isso mesmo partilho com todos essa emoção e experiência maravilhosa que é ser mulher no meio dos desafios do mundo moderno, da pressa que nos “empurra” no dia a dia a tomarmos decisões, a termos responsabilidades antes só assumidos pelos homens.

De sexo frágil passamos a verdadeiras “leoas”, brigando para que as conquistas sociais sejam garantidas ainda mais. Ao longo de tantos anos muitas foram as evoluções que nós, mulheres, símbolo de força e esteio da família em muitas ocasiões, fomos “colecionando” com tanto amor diante da sociedade.

Aliás, apenas para exemplificar essas poderosas conquistas, vou citar uma delas. Talvez a mais importante: o dia 24 de fevereiro de 1932 marcou a história da mulher brasileira. Nesta data foi instituído o voto feminino. As mulheres conquistavam, depois de muitos anos de reivindicações e discussões, o direito de votar e serem eleitas para cargos no executivo e legislativo.

A mulher amiga , dona de casa , trabalhadora, que toma decisões o tempo todo (desde a escolha do que os seus filhos levam para o lanche da escola, passando pela roupa que ela própria vai usar no trabalho, a maquiagem que melhor lhe cai naquele dia, até enfim, depois de trabalhar o dia inteiro, chegar em casa à noite e ter que verificar a lista de compras do supermercado, ver o dever de casa dos filhos, cuidar do jantar… ufa!) sempre tentando manter o equilíbrio, a serenidade e a doçura natural que toda mulher é capaz de ter.

É simples assim….ser mulher é se desdobrar em mil sem perder a identidade! É SER mulher!

É justo enaltecer cada ser feminino que Deus colocou na Terra. Foi através do sim, da humildade e obediência sábia de uma mulher, que Nosso Salvador Jesus nasceu!

Mesmo cansada e abatida a mulher encontra força e ânimo para cuidar da casa, do marido, dos filhos, de seus pais e continuar, dia a dia, uma vitoriosa trajetória de luz.

Como é bom ser mulher e poder espalhar por todos os lugares as bênçãos que recebemos por sermos assim…. Simplesmente mulheres!

Com o carinho de sempre, da Deputada Estadual Myrian Rios, mãe, filha, trabalhadora, missionária e muito, muito feliz por ser MULHER.

Encerro a minha singela homenagem a todas as mulheres citando um trecho da Carta do nosso amado Beato João Paulo II, que em sábias palavras, disse:

“Obrigado a ti, mulher-trabalhadora, empenhada em todos os âmbitos da vida social, econômica cultural, artística, política, pela contribuição indispensável que dás à elaboração de uma cultura capaz de conjugar razão e sentimento…”

Deus abençoe a todos!

Myrian Rios

 

=

comentário:

 

No Brasil todo, foi nesta data de 24 de fevereiro de 1932, quando o Doutor Getúlio Vargas assinou o decreto 21.076 criando o primeiro Código Eleitoral do Brasil, o qual dizia no Art. 2º
“E’ eleitor o cidadão maior de 21 anos, sem distinção de sexo, alistado na forma deste Código”.
Na França, mesmo com Revolução Francesa e tudo mais, a mulher só votou, pela primeira vez, em 1945, autorizadas, por uma “Ordennance”, do General Charles De Gaulle.

Assistam o comentário maravilhoso dessa moça Raquel Sherazade “desmascarando” o carnaval: e outros vídeos sensacionais:

07/02/2013

A repórter  bombou no Carnaval de 2012 . Silvio Santos a contratou.

Silvio Santos reflete sobre a vida e outros videos sensacionais.

Não ter vergonha de defender a Moral e os Bons Costumes

26/01/2013

PROGRAMA DE RESGATE DE VALORES MORAIS, SOCIAIS, ÉTICOS E ESPIRITUAIS

POSTADO EM JAN 18, 2013 | 17 COMENTÁRIOA

http://myrianrios.com.br/blog/programa-de-resgate-de-valores-morais-sociais-eticos-e-espirituais-2/

LEI Nº 6394 DE 16 DE JANEIRO DE 2013
INSTITUI O “PROGRAMA DE RESGATE
DE VALORES MORAIS, SOCIAIS, ÉTICOS
E ESPIRITUAIS” NO AMBITO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO.
O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO DE JANEIROFaço saber que a Assembléia Legislativa do Estado do Rio
de Janeiro decreta e eu sanciono a seguinte Lei:Art. 1º- Fica instituído o “Programa de Resgate de Valores
Morais, Sociais, Éticos e Espirituais” no âmbito do Estado Rio de Janeiro.
Parágrafo Único- O Programa deverá envolver diretamente a
comunidade escolar, a família, lideranças comunitárias, empresas pú-
blicas e privadas, meios de comunicação, autoridades locais e estaduais e
as organizações não governamentais e comunidades religiosas, por meio de
atividades culturais, esportivas, literárias, mídia, entre outras, que
visem a reflexão sobre a necessidade da revisão sobre os valores morais,
sociais, éticos e espirituais

Art. 2º- O Poder Executivo deverá firmar convênios e parcerias articuladas
e significativas, com prefeituras municipais e sociedade civil, no sentido
de possibilitar a execução do cumprimento ao disposto nesta Lei, com os
seguintes objetivos:

I – promover o resgate da cidadania;
II – fortalecer as relações humanas;
III – valorizar a família, a escola e a comunidade como um
todo.

Parágrafo Único- Serão desenvolvidas ações essenciais que
contribuam para uma convivência saudável entre pessoas, estabelecendo
relações de confiança e respeito mutuo, alicerçada em valores
éticos, morais, sociais, afetivos e espirituais, como instrumento capaz
de prevenir e combater diversas formas de violência.

Art. 3º- O programa disposto no caput do Artigo 1° terá como órgão gestor a
Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos.

Art. 4º- As despesas decorrentes da execução desta Lei correrão por conta
de dotações orçamentárias próprias, suplementadas,
se necessário.

Art. 5º- Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.
Rio de Janeiro, 16 de janeiro de 2013

SÉRGIO CABRAL
Governador

JUSTIFICATIVA 

Infelizmente, a sociedade de uma maneira geral vem cada dia mais se desvencilhando dos valores morais, sociais, éticos e espirituais. Valores esses que são de extrema importância para que nossa sociedade caminhe para o crescimento.

Sem esse tipo de valor, tudo é permitido, se perde o conceito do bom e ruim, do certo e errado. Perde-se o critério do que se pode e deve fazer ou o que não se pode. Estamos vivendo em um mundo onde o egoísmo e a ganância são  predominantes.

Na busca de um mundo melhor o programa, descrito nesse projeto, objetiva formular proposta de ações educativas e sugestivas, direcionadas a criança, jovens e adultos despertando uma grande mudança na sociedade fluminense.

Diante dessa realidade, a criação do programa supracitado, que tem como objetivo principal conscientizar e reinserir valores de suma importância para que possamos construir um futuro melhor, onde haja principalmente respeito pelo próximo.

Nesse sentido é que solicito aos meus nobres colegas a aprovação desse projeto de lei, pois o ganho social é de extrema importância para todos.

A última da esquerda Light: Não é mais Cumpanheiro – É Conselheiro:

25/01/2013

thumbVideo

Só Você duvida que as Urnas Eletrônicas são fraude completa

15/12/2012

Em evento no RJ, hacker conta como fraudou apuração de votos de uma urna eletrônica

Garoto de 19 anos afirma ter violado a contagem dos votos para favorecer grupo político do Rio de Janeiro.

Por Douglas Ciriaco em 12 de Dezembro de 2012Em evento no RJ, hacker conta como fraudou apuração de votos de uma urna eletrônica(Fonte da imagem: José Cruz/ABr)

A vida da urna eletrônica brasileira ganhou mais um fato polêmico para a sua história. Apresentada por seus defensores como um dos sistemas de votação mais ágeis e seguros do planeta, o equipamento continua sendo olhado com desconfiança mesmo após 16 anos de sua implantação.

Durante o seminário “A urna eletrônica é confiável”, realizado no Rio de Janeiro, um hacker de 19 anos identificado apenas como Rangel relatou como realizou a interceptação de dados de contagem dos votos, alterando assim o resultado de uma apuração. Tudo isso sem ser notado pela Justiça Eleitoral.

“A gente entra na rede da Justiça Eleitoral quando os resultados estão sendo transmitidos para a totalização, e, depois que 50% dos dados já foram transmitidos, atuamos. Modificamos resultados mesmo quando a totalização está prestes a ser fechada”, explicou Rangel.

Eleições já fraudadas?

Rangel garantiu já ter prestado depoimento à Polícia Federal e afirma estar disposto a colaborar com as autoridades — ele inclusive já está em um programa de proteção à testemunha. Segundo o hacker, ele não está sozinho e faz parte de um pequeno grupo que já alterou votações antes de sua apuração oficial pelo Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro.

Ainda conforme o jovem, a fraude foi feita em benefício de um grupo político da Região dos Lagos, favorecendo inclusive o atual presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, deputado Paulo Melo (PMDB).

Outros participantes do evento, como a doutora Maria Aparecida Cortiz, advogada que representa o PDT no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) há 10 anos, afirmaram que outras fraudes ocorreram nas eleições municipais deste ano, mas foram abafadas pela Justiça Eleitoral. Ela citou casos nas cidades de Londrina (PR) e Guadalupe (PI), além de outras localidades no Maranhão e na Bahia.

Leia mais em:

http://www.tecmundo.com.br/brasil/34010-em-evento-no-rj-hacker-conta-como-fraudou-apuracao-de-votos-de-uma-urna-

eletronica.htm#ixzz2F7rTI8QS

=

=

Voto eletrônico: Hacker de 19 anos revela no Rio como fraudou eleição

Um novo caminho para fraudar as eleições informatizadas brasileiras foi apresentado ontem (10/12) para as mais de 100 pessoas que lotaram durante três horas e meia o auditório da Sociedade de Engenheiros e Arquitetos do Rio de Janeiro (SEAERJ), na Rua do Russel n° 1, no decorrer do seminário “A urna eletrônica é confiável?”, promovido pelos institutos de estudos políticos das seções fluminense do Partido da República (PR), o Instituto Republicano; e do Partido Democrático Trabalhista (PDT), a Fundação Leonel Brizola-Alberto Pasqualini.

Acompanhado por um especialista em transmissão de dados, Reinaldo Mendonça, e de um delegado de polícia, Alexandre Neto, um jovem hacker de 19 anos, identificado apenas como Rangel por questões de segurança, mostrou como — através de acesso ilegal e privilegiado à intranet da Justiça Eleitoral no Rio de Janeiro, sob a responsabilidade técnica da empresa Oi – interceptou os dados alimentadores do sistema de totalização e, após o retardo do envio desses dados aos computadores da Justiça Eleitoral, modificou resultados beneficiando candidatos em detrimento de outros – sem nada ser oficialmente detectado.

“A gente entra na rede da Justiça Eleitoral quando os resultados estão sendo transmitidos para a totalização e depois que 50% dos dados já foram transmitidos, atuamos. Modificamos resultados mesmo quando a totalização está prestes a ser fechada”, explicou Rangel, ao detalhar em linhas gerais como atuava para fraudar resultados.

O depoimento do hacker – disposto a colaborar com as autoridades – foi chocante até para os palestrantes convidados para o seminário, como a Dra. Maria Aparecida Cortiz, advogada que há dez anos representa o PDT no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para assuntos relacionados à urna eletrônica; o professor da Ciência da Computação da Universidade de Brasília, Pedro Antônio Dourado de Rezende, que estuda as fragilidades do voto eletrônico no Brasil, também há mais de dez anos; e o jornalista Osvaldo Maneschy, coordenador e organizador do livro Burla Eletrônica, escrito em 2002 ao término do primeiro seminário independente sobre o sistema eletrônico de votação em uso no país desde 1996.

Rangel, que está vivendo sob proteção policial e já prestou depoimento na Polícia Federal, declarou aos presentes que não atuava sozinho: fazia parte de pequeno grupo que – através de acessos privilegiados à rede de dados da Oi – alterava votações antes que elas fossem oficialmente computadas pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

A fraude, acrescentou, era feita em benefício de políticos com base eleitoral na Região dos Lagos – sendo um dos beneficiários diretos dela, ele o citou explicitamente, o atual presidente da Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), o deputado Paulo Melo (PMDB). A deputada Clarissa Garotinho, que também fazia parte da mesa, depois de dirigir algumas perguntas a Rangel – afirmou que se informará mais sobre o assunto e não pretende deixar a denúncia de Rangel cair no vazio.

Fernando Peregrino, coordenador do seminário, por sua vez, cobrou providências:

“Um crime grave foi cometido nas eleições municipais deste ano, Rangel o está denunciando com todas as letras – mas infelizmente até agora a Polícia Federal não tem dado a este caso a importância que ele merece porque ele atinge a essência da própria democracia no Brasil, o voto dos brasileiros” – argumentou Peregrino.

Por ordem de apresentação, falaram no seminário o presidente da FLB-AP, que fez um histórico do voto no Brasil desde a República Velha até os dias de hoje, passando pela tentativa de fraudar a eleição de Brizola no Rio de Janeiro em 1982 e a informatização total do processo, a partir do recadastramento eleitoral de 1986.

A Dra. Maria Aparecida Cortiz, por sua vez, relatou as dificuldades para fiscalizar o processo eleitoral por conta das barreiras criadas pela própria Justiça Eleitoral; citando, em seguida, casos concretos de fraudes ocorridas em diversas partes do país – todos abafados pela Justiça Eleitoral. Detalhou fatos ocorridos em Londrina (PR), em Guadalupe (PI), na Bahia e no Maranhão, entre outros.

Já o professor Pedro Rezende, especialista em Ciência da Computação, professor de criptografia da Universidade de Brasília (UnB), mostrou o trabalho permanente do TSE em “blindar” as urnas em uso no país, que na opinião deles são 100% seguras. Para Rezende, porém, elas são “ultrapassadas e inseguras”. Ele as comparou com sistemas de outros países, mais confiáveis, especialmente as urnas eletrônicas de terceira geração usadas em algumas províncias argentinas, que além de imprimirem o voto, ainda registram digitalmente o mesmo voto em um chip embutido na cédula, criando uma dupla segurança.

Encerrando a parte acadêmica do seminário, falou o professor Luiz Felipe, da Coppe da Universidade Federal do Rio de Janeiro, que em 1992, no segundo Governo Brizola, implantou a Internet no Rio de Janeiro junto com o próprio Fernando Peregrino, que, na época, presidia a Fundação de Amparo à Pesquisa do Rio de Janeiro (Faperj). Luis Felipe reforçou a idéia de que é necessário aperfeiçoar o sistema eleitoral brasileiro – hoje inseguro, na sua opinião.

 

http://www.anonymousbrasil.com/voto-eletronico-hacker-de-19-anos-revela-no-rio-como-fraudou-eleicao/

Crack, a droga barata, atinge em cheio os negros, onde há uma grande maioria de pobres

01/11/2012

deputados federais eleitos no estado do rio de janeiro, resultado final

04/10/2010
Seções: 30.911
Seções Apuradas: 30.911 (100,00%)
 
   
Eleitorado: 11.584.083
Apurado: 11.584.083 (100,00%)
Abstenção: 2.011.597 (17,37%)
Comparecimento: 9.572.486 (82,63%)
   
Votos: 9.572.486
Brancos: 722.753 (7,55%)
Nulos: 851.070 (8,89%)
Válidos: 7.998.663 (83,56%)
 
Seq. Nº Cand. Nome Candidato Partido / Coligação Qtde. Votos
1 2258 * PR 694.862 (8,69%)
2 5050 * PSOL 240.724 (3,01%)
3 1580 * PMDB – PP / PMDB / PSC 165.630 (2,07%)
4 1010 * PRB 157.580 (1,97%)
5 1530 * PMDB – PP / PMDB / PSC 150.616 (1,88%)
6 4011 * PSB – PMN / PSB 146.859 (1,84%)
7 6555 * PC do B 146.260 (1,83%)
8 4040 * PSB – PMN / PSB 142.714 (1,78%)
9 1516 * PMDB – PP / PMDB / PSC 138.811 (1,74%)
10 1313 * PT 129.515 (1,62%)
11 1120 * PP – PP / PMDB / PSC 120.646 (1,51%)
12 1515 * PMDB – PP / PMDB / PSC 105.406 (1,32%)
13 2502 * DEM – PPS / DEM / PSDB 99.457 (1,24%)
14 2020 * PSC – PP / PMDB / PSC 98.280 (1,23%)
15 2010 * PSC – PP / PMDB / PSC 98.164 (1,23%)
16 4343 * PV 95.412 (1,19%)
17 2587 * DEM – PPS / DEM / PSDB 86.162 (1,08%)
18 1312 * PT 85.660 (1,07%)
19 1111 * PP – PP / PMDB / PSC 85.358 (1,07%)
20 4555 * PSDB – PPS / DEM / PSDB 84.452 (1,06%)
21 2323 * PPS – PPS / DEM / PSDB 84.006 (1,05%)
22 4545 * PSDB – PPS / DEM / PSDB 82.832 (1,04%)
23 1200 * PDT 80.862 (1,01%)
24 1125 * PP – PP / PMDB / PSC 77.800 (0,97%)
25 1510 * PMDB – PP / PMDB / PSC 74.312 (0,93%)
26 4333 * PV 73.185 (0,91%)
27 1520 * PMDB – PP / PMDB / PSC 72.824 (0,91%)
28 1513 * PMDB – PP / PMDB / PSC 72.822 (0,91%)
29 1512 * PMDB – PP / PMDB / PSC 72.589 (0,91%)
30 1377 * PT 71.036 (0,89%)
31 1201 * PDT 65.826 (0,82%)
32 1222 * PDT 63.119 (0,79%)
33 4080 * PSB – PMN / PSB 57.549 (0,72%)
34 2280 * PR 57.018 (0,71%)
35 1311 * PT 52.123 (0,65%)
36 1331 * PT 51.933 (0,65%)
37 1400 * PTB – PTB / PTN / PSDC / PHS / PTC 51.203 (0,64%)
38 2211 * PR 51.011 (0,64%)
39 2270 * PR 44.355 (0,55%)
40 3131 * PHS – PTB / PTN / PSDC / PHS / PTC 44.236 (0,55%)
41 2233 * PR 41.480 (0,52%)
42 2255 * PR 33.856 (0,42%)
43 2222 * PR 29.248 (0,37%)
44 2833 * PRTB – PSL / PRTB / PRP 29.009 (0,36%)
45 2288 * PR 22.619 (0,28%)
46 5005 * PSOL 13.018 (0,16%)

Salve 31 de março – Pela volta dos militares – Ou o Brasil acaba com o PT ou o PT acaba com o Brasil

28/03/2010

Quero os militares de novo no Poder !

Do mesmo modo que o nosso General Eterno Emílio Garrastazu Médici acabou com o terrorismo comunista, é possível acabar com a violência do PCC, Comando vermelho e outros.

Para começar, às favas com os direitos dos manos. Queremos a Oban de volta, o Doi Codi de volta, pau de arara nos vagabundos, regime militar nas favelas, com todos de cabeça raspada e hino nacional às seis da manhã de segunda a segunda!

E se petistinha, comunistinha e pederastinha reclamarem, pau neles tbm!

Brasil andando, só com general no comando!

VOTAR NO PT é doença que tem cura, assista o video

Morros do Rio de Janeiro agora estão murados

19/04/2009

http://www.elpais.com/articulo/internacional/muro/miseria/divide/Rio/elpepuint/20090420elpepuint_1/Tes

A Revolução de 31 de março de 1964 – História da Revolução de 1964 – Antecedentes – Castelo Branco – Luís Carlos Prestes – Adhemar de Barros – Carlos Lacerda – Marcha da Família – João Goulart

31/03/2009

O próprio jornal dos comunistas, a Falha de S. Paulo divulga: NÃO DÁ MAIS PARA ESCONDER:

54% dos Brasileiros (todos os que não são petralhas) querem punição e cadeia para os terroristas bárbaros assassinos de brasileiros inocentes:  QUEREMOS OS TERRORISTAS NA CADEIA, inclusive DILMA:

Por exemplo: cadeia para quem matou:  10/05/70 – Alberto Mendes Júnior (1º Tenente PM – Sp) – 26/06/68 – Mário Kozel Filho (Soldado Do Exército – Sp) E outras centenas de brasileiros inocentes:

CUJOS FILHOS E PAIS DESSAS VÍTIMAS INOCENTES JAMAIS SÃO ENTREVISTADAS POR JORNAIS E TV.

SANGUE QUE CLAMA AOS CÉUS!

941391_530553696990753_572286177_n

 TERRORISMO-20130422-234810

Pesquisa da DataFalha divulgada hoje, 50 anos da Revolução de 1964, dá que 54% dos Brasileiros (todos os que não são petralhas) querem punição e cadeia para os assassinos de brasileiros inocentes:

Veja abaixo no final da página  a lista de brasileiros inocentes trucidados pelos comunistas no Brasil:

A MANDO DE MOSCOU E HAVANA

Dilma está a mando de Havana e Fidel até hoje

14:00 31 de março 2014 O último:

Neste momento, TV ALERJ corta sinal e censura sessão sobre 31 de março conduzida por Flávio Bolsonaro. Se vivêssemos em uma democracia, haveria também uma sessão em Brasília.

A abençoada Marcha da Família com Deus pela liberdade  que salvou o Brasil da escravidão comunista.

e A MARCHA DA VITÓRIA em 2 de ABRIL de 1964,  no Rio de Janeiro.

1186263_202497713245812_1068077625_n

1009954_404113936402129_1070646562_n

leia:

https://homemculto.com/2013/03/29/chamada-geral-31-de-marco-pela-volta-dos-militares/

Pequeno resumo: Veja abaixo História completa:
O Brasil vivia o inferno vermelho comunistas em 1964, as ligas camponesas no Nordeste financiadas por Cuba.
O Chefe dos comunistas Luis Carlos Prestes disse naquele ano:
JÁ TEMOS O GOVERNO SÓ FALTA O PODER.
1010003_704748969548073_1850693067_n
o Grupo dos Onze de Leonel Brizola aterrorizando, um subversivo na presidência da República criando o caos com medidas demagógicas e desrespeito e subvertendo as forças armadas, o infame João Goulart.
A População cristã anticomunista saiu às ruas, aos milhões, e pediu ao Exército para tirar os comunistas do poder.
O infame João Goulart foi posto para correr.

559948_350855768361202_746883438_n

Era início de 1964:

Os comunistas estavam instalados na administração pública federal, Luís Carlos Prestes retornava de Moscou com o sinal verde para a deflagração da guerra civil no campo e o Presidente João Goulart, além de apoiar abertamente a rebelião esquerdista nas Forças Armadas, anunciava as “reformas de base” no comício da Praça da Central do Brasil, Rio de Janeiro.

Pairava sobre a nação a certeza de que a esquerda desfecharia o golpe que colocaria no poder a ditadura do proletariado. Em contrapartida, a direita, liderada por Ademar de Barros, em São Paulo, e por Carlos Lacerda, na Guanabara, mantinha um contingente de aproximadamente 30 mil homens, disposta a enfrentar a ameaça comunista.

1888506_495053303937993_2093289514_n

Em meio às inquietações daquele fatídico ano, emergia a “Marcha da Família com Deus pela Liberdade”, movimento cívico-patriótico nascido da necessidade de conscientizar a população brasileira da crescente vaga comunista que afligia o país.

Em 19 de março, meio milhão de brasileiros de todos os recantos, homens e mulheres de todos os credos e de todas as raças, dispostos a defender a Constituição e os princípios da democracia, formaram uma torrente humana que seguia da Praça da República à Praça da Sé, passando pela Rua Barão de Itapetininga, Praça Ramos de Azevedo, Viaduto do Chá, Praça do Patriarca e Rua Direita, para finalmente aglomerar-se ao pé das escadarias da Catedral Metropolitana.

Bandas de música, bandeiras de todos os Estados da Federação, centenas de cartazes, compuseram o cenário da maior manifestação popular vista até então em São Paulo.

Ali, rogaram, pediram a Deus e aos homens de boa vontade pelo destino da Nação. Muitos foram os que discursaram. O Senador Padre Calazans, do alto das escadarias da Catedral da Sé, definia o verdadeiro propósito da Marcha: “Hoje é o dia de São José, padroeiro da família, o nosso padroeiro. Fidel Castro é o padroeiro de Brizola. É o padroeiro de Jango. É o padroeiro dos comunistas.

Nós somos o povo. Não somos do comício da Guanabara, estipendiado pela corrupção. Aqui estão mais de 500 mil pessoas para dizer ao presidente da Republica que o Brasil quer a democracia, e não o tiranismo vermelho. Vivemos a hora altamente ecumênica da Constituição. E aqui está a resposta ao plebiscito da Guanabara: Não! Não! Não!”.

João Goulart fizera sua derradeira escolha: trocara o mandato presidencial pela liderança revolucionária comunista.

1970584_580595395370406_612967190_n

Na noite de 31 de março para 1º de abril, os militares tomaram as ruas.

Era a Revolução Redentora, a Contrarrevolução que colocava cobro aos desígnios malevolentes da esquerda. Nossos comunistas, tão ciosos em propalar um pretensioso respaldo militar, puseram-se em fuga feito ratos acovardados buscando asilo em embaixadas.

O general Humberto de Alencar Castello Branco assumiu o comando da nação, dando início a um governo digno, preparando as bases do “milagre econômico” e anunciando o desejo de restabelecer prontamente o processo eleitoral no país.

É verdade que, motivado pelo terrorismo da esquerda clandestina, deu-se o ulterior recrudescimento do regime, marcado pela edição do AI-5.

Qualquer governo de exceção é passível de censura, mas qualquer crítica que se possa fazer ao Governo Militar jamais poderá implicar em elogio às motivações de nossos famigerados comunistas. Como bem afirma o Filósofo Olavo de Carvalho, “é ridículo supor que, na época, a alternativa ao golpe militar fosse a normalidade democrática.

Essa alternativa simplesmente na existia: a revolução destinada a implantar aqui um regime de tipo fidelista com apoio do governo soviético e da Conferência Tricontinental de Havana já ia bem adiantada.

Longe de se caracterizar pela crueldade repressiva, a resposta militar brasileira, seja em comparação com os demais golpes de direita na América Latina seja com a repressão cubana, se destacou pela brandura de sua conduta e por sua habilidade de contornar com o mínimo de violência uma das situações mais explosivas já verificadas na história deste continente” .

DISCURSO HISTÓRICO DE JAIR BOLSONARO

BRASIL, FELIZ 31 DE MARÇO DE 1964 !
O DIA EM QUE O BRASIL SE SALVOU DO COMUNISMO !
BASTA DE INVENTAR HISTÓRIA, IMPRENSA VERMELHA !!!

JAIR BOLSONARO: Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, o Exército nunca foi intruso na política. Ele sempre foi instrumento da vontade popular. Sessenta e quatro foi uma exigência da sociedade. As mulheres nas ruas pediam o restabelecimento da ordem. Os empresários não queriam ver seu patrimônio estatizado pelo golpe de esquerda que se avizinhava. A mídia clamava pelos militares.

Toda a Igreja Católica pedia a Deus para que os militares assumissem. A OAB e a ABI eram as mais exaltadas em prol dos militares.
Em 2 de abril de 1964, o Congresso Nacional, e não os militares, cassou o mandato de João Goulart. Em 9 de abril de 1964, este mesmo Congresso elegeu Castelo Branco para presidir o Brasil, inclusive com o voto de Ulysses Guimarães.
Foram 20 anos de pleno emprego, segurança e respeito aos humanos direitos. Passamos da 49ª para 8ª economia do mundo, mesmo com duas crises do petróleo. Só no Governo Médici foram construídas 15 hidrelétricas. Com Geisel e Figueiredo, veio Itaipu Binacional e também Usina de Angra.
Sem as obras dos militares o Brasil não existiria. Os Ministros eram escolhidos entre administradores e não entre políticos. O povo ia às ruas não para clamar por educação, jáque ela era de qualidade e para todos, inclusive o professor tinha como exercer sua autoridade na sala de aula e era respeitado fora dela. O povo não foi às ruas clamar por emprego, pois ele era pleno; não foi clamar por segurança, porque se vivia em paz; não clamava pelo fim da corrupção, porque ela praticamente inexistia.

O povo foi às ruas só, e tão somente, para pedir voto direto para Presidente da República. Hoje o povo vota

para Presidente, mas não tem saúde, segurança, educação, emprego, paz e futuro.
Aqueles 20 anos foram apelidados de ditadura, exatamente pelos que hoje estão no poder, e que, dia após dia, dão sua demonstração de admiração às mais cruéis ditaduras, como a cubana, e se entregam completamente à corrupção. Éo culto ao marxismo, esse mesmo que matou mais de 100 milhões de inocentes pelo mundo.
Vejam os currículos escolares de hoje, em que 30 milhões de alunos do ensino fundamental são diariamente envenenados com ideologias de países que nunca admitiram liberdade em seu solo; em que, com textos e gravuras, os livros condenam o capitalismo, o livre mercado e a propriedade privada e exaltam o socialismo como remédio para todos os males.
Chegará o momento em que um novo 31 de março, ou uma nova Operação Condor não serão suficientes para impedir o Brasil e a América Latina de serem lançados nos braços do comunismo.
Deus salve 31 de março de 1964!

SALVE 31 DE MARÇO DE 1964

Brasileiros assassinados por terroristas comunistas:

 As famílias dos patriotas abaixo, ao contrário dos celerados membros da camarilha companheira não receberam, até hoje, nenhuma indenização por parte da Comissão de Anistia e do  ex-Ministro da Injustiça , Tarso Genro.

Terezinha e Mário Kozel recebem uma miséria de indenização e jamais foram entrevistados pela Televisão ou por jornais.

12/11/64 – Paulo (Vigia – Rj)
27/03/65 – Carlos Argemiro (Sargento do Exército – Pr)
25/07/66 – Edson Régis De (Jornalista – Pe)
25/07/66 – Nelson Gomes (Almirante – Pe)
28/09/66 – Raimundo De Carvalho (Cabo Pm – Go)
24/11/67 – José Gonçalves Conceição (Fazendeiro – Sp)
07/11/68 – Estanislau Ignácio (Civil – Sp)
15/12/67 – Osíris Motta (Bancário – Sp)
10/01/68 – Agostinho F. Lima – (Marinha Mercante – Am)
31/05/68 – Ailton De (Guarda Penitenciário – Rj)
26/06/68 – Mário Kozel Filho (Soldado Do Exército – Sp)

Não há nada mais servil, desprezível, covardemente e tacanho que um terrorista.”
(François Chateaubriand)

Quem poderia ser pior e mais covarde quem mata inocentes em nome de seus interesses pessoais?
Não falo nesse momento de ideologias, pois todas se perdem nos interesses mesquinhos e mercenários de quem deseja o poder à todo custo e força!
O PT começou dessa maneira no Brasil!
Não começaram através de palestras ou com métodos de explicarem vantagens ou desvantagens de algum sistema sobre o outro.
“Escolas” de terroristas é “doutrinação”, como uma verdadeira lavagem cerebral. Onde se convence que matarem até seus pais ou amigos, será algo útil para alguma causa.
Foi dessa maneira o atentado no aeroporto de Recife, com mortes de um jornalista e um Almirante. Mortes essas sem interesse algum para tal “Comissão da meia-verdade” inventada por esses ASSASSINOS!
Querem saber?
Tenho um amigo de Recife, que nessa época levou um deles para uma prisão. Quando entregou ele para o seu superior falou nesse ano: “um dia lamentaremos muito não ter matado todos esses vermes”!
Ele me confessou dias desses, para minha completa aceitação da sua frase!
NUNCA se matou tanto nesse país!
Esses ASSASSINOS ficam atrás de restos mortais de décadas passadas. Com MILHARES de mortes na ATUALIDADE ignorada por todos eles!
Vocês acham que eles não desejam isso ainda?
Índoles de terroristas NUNCA mudam!
Não estamos falando sobre os iludidos que acreditaram ou ainda acreditam na ideologia da “força do social”!
Falamos dos líderes AINDA soltos e agora no PODER!
Falamos de ASSASSINOS aceitos e eleitos por uma multidão de desinformados sobre nossa verdadeira história!
Esses são os “respeitáveis” e “honoráveis” “doutores” atuais:
Não passam de TERRORISTAS dos mais perigosos e cruéis!
Alguma dúvida??

Raquel Santana

Curtir ·

27/06/68 – Nelson (Sargento PM – Rj)
27/06/68 – Noel De Oliveira (Civil – Rj)
01/07/68 – Von Westernhagen (Major Ex. Alemão – Rj)
07/09/68 – Eduardo Custódio (Soldado PM – Sp)
20/09/68 – Antônio Carlos (Soldado PM – Sp)
12/10/68 – Charles Rodney (Capitão do Ex. Usa – Sp)
12/10/68 – Luiz Carlos (Civil – Rj)
25/10/68 – Wenceslau Ramalho (Civil – Rj)
07/01/69 – Alzira B. De Almeida – (Dona de Casa – Rj)
11/01/69 – Edmundo Janot (Lavrador – Rj)
29/01/69 – Cecildes M. de Faria (Inspetor de Pol. – Mg)
29/01/69 – José Antunes Ferreira (Guarda Civil – Mg)
14/04/69 – Francisco Bento (Motorista – Sp)
14/04/69 – Luiz Francisco (Guarda Bancário – Sp)
08/05/69 – José (Investigador De Polícia – Sp)
09/05/69 – Orlando Pinto (Guarda Civil – Sp)
27/05/69 – Naul José (Soldado Pm – Sp)
04/06/69 – Boaventura Rodrigues (Soldado PM – Sp)
22/06/69 – Guido – Natalino A. T. (Soldados PM – Sp)
11/07/69 – Cidelino Palmeiras (Motorista de Táxi – Rj)
24/07/69 – Aparecido dos Santos (Soldado PM – Sp)
20/08/69 – José Santa (Gerente De Banco – Rj)
25/08/69 – Sulamita Campos (Dona De Casa – Pa)
31/08/69 – Mauro Celso (Soldado PM – Ma)
03/09/69 – José Getúlio – João G. (Soldados da PM)
20/09/69 – Samuel (Cobrador de Ônibus – Sp)
22/09/69 – Kurt (Comerciante – Sp)
30/09/69 – Cláudio Ernesto (Agente da PF – Sp)
04/10/69 – Euclídes de Paiva (Guarda Particular – Rj)
06/10/69 – Abelardo Rosa (Soldado PM – Sp)
07/10/69 – Romildo (Soldado PM – Sp)
31/10/69 – Nilson José de Azevedo (Civil – Pe)
04/11/69 – Estela Borges (Investigadora do Dops – Sp)
04/11/69 – Friederich Adolf (Protético – Sp)
07/11/69 – Mauro Celso (Soldado PM – Ma)
14/11/69 – Orlando (Bancário – Sp)
17/11/69 – Joel (Sub-Tenente PM – Rj)
17/12/69 – Joel (Sargento – PM – Rj)
18/12/69 – Elias (Soldado do Exército – Rj)
17/01/70 – José Geraldo Alves Cursino (Sgt PM – Sp)
20/02/70 – Antônio A. Posso Nogueró (Sgt PM – Sp)
11/03/70 – Newton de Oliveira Nascimento
31/03/70 – Joaquim (Investigador de Polícia – Pe)
02/05/70 – João Batista (Guarda de Segurança – Sp)
10/05/70 – Alberto Mendes Júnior (1º Tenente PM – Sp)
11/06/70 – Irlando de Moura (Agente da PF – Rj)
15/07/70 – Isidoro (Guarda de Segurança – Sp)
12/08/70 – Benedito (Capitão do Exército – Sp)
19/08/70 – Vagner L. Vitorino (Guarda de Seg. – Rj)
29/08/70 – José Armando (Comerciante – Ce)
14/09/70 – Bertolino Ferreira (Guarda de Seg. – Sp)
21/09/70 – Célio (Soldado PM – Sp)
22/09/70 – Autair (Guarda de Segurança – Rj)
27/10/70 – Walder X. (Sargento da Aeronáutica – Ba)
10/11/70 – José Marques (Civil – Sp)
10/11/70 – Garibaldo (Soldado PM – Sp)
10/12/70 – Hélio de Carvalho (Agente da PF – Rj)
07/01/71 – Marcelo Costa Tavares (Estudante – MG)
12/02/71 – Américo (Soldado PM – Sp)
20/02/71 – Fernando (Comerciário – Rj )
08/03/71 – Djalma Pelucci (Soldado PM – Rj)
24/03/71 – Mateus Levino (Tenente da Fab – Pe)
04/04/71 – José Júlio Toja (Major do Exército – Rj)
07/04/71 – Maria Alice (Empregada Doméstica – Rj)
15/04/71 – Henning Albert (Industrial – Sp)
10/05/71 – Manoel Silva (Soldado PM – Sp)
14/05/71 – Adilson (Artesão – Rj)
09/06/71 – Antônio Lisboa Ceres (Civil – Rj)
01/07/71 – Jaime Pereira (Civil – Rj)
02/09/71 – Gentil Procópio (Chofer de Praça – Pe)
02/09/71 – Gaudêncio – Demerval (Guardas Seg. – Rj)
–/10/71 – Alberto Da Silva (Civil – Rj)
22/10/71 – José (Sub-Oficial da Marinha – Rj)
01/11/71 – Nelson Martinez (Cabo PM – Sp)
10/11/71 – João (Cabo PM – Sp)
22/11/71 – José Amaral (Guarda De Segurança – Rj)
27/11/71 – Eduardo Timóteo (Soldado PM – Rj)
13/12/71 – Hélio F. (G.Seg. – Rj) – Manoel da Silva (Com.) – Francisco B. (Mot.)
18/01/72 – Tomaz P. de Almeida (Sargento PM – Sp)
20/01/72 – Sylas Bispo Feche (Cabo PM – Sp)
25/01/72 – Elzo Ito (Estudante – Sp)
01/02/72 – Iris (Civil – Rio De Janeiro)
05/02/72 – David A. (Marinheiro Inglês – Rj)
15/02/72 – Luzimar Machado De (Soldado PM – Go)
27/02/72 – Napoleão Felipe Bertolane (Civil – Sp)
06/03/72 – Walter César (Comerciante – Sp)
12/03/72 – Manoel (Guarda de Segurança – Sp)
12/03/72 – Aníbal F. de A. (Coronel Exército – Sp)
12/03/73 – Pedro (Capataz da Fazenda Capingo)
08/05/72 – Odilon Cruz (Cabo do Exército – Pa)
02/06/72 – (Sargento PM – Sp)
29/06/72 – João (Mateiro da Região do Araguaia – Pa)
Set/72 – Osmar (Posseiro – Pa)
09/09/72 – Mário Domingos (Detetive Polícia Civil – Rj)
23/09/72 – Mário Abraim Da (2º Sgt do Exército – Pa)
27/09/72 – Sílvio Nunes (Bancário – Rj)

Nossos agradecimentos ao Procurador de Justiça Márcio Luís Chila Freyesleben pela matéria enviada a este site, que publicamos a seguir:
REFLEXÃO SOBRE O PASSADO E O PRESENTE

De há muito, a esquerda empenha-se em impingir ao povo a tese de que lutara contra o Governo Militar em defesa da democracia. Trata-se do mais desavergonhado embuste. A bem da verdade, convém reavivar a memória nacional, relembrando um dos fatos mais notáveis da nossa história recente: a “Marcha da Família com Deus pela Liberdade”.

Apesar da retirada pelo Governo do 31 de Março do calendário comemorativo nacional, a lembrança do glorioso Movimento em defesa da Democracia, desencadeado pelo Povo Brasileiro em 1964, permanece mais viva do que nunca na sua memória.

31 de março de 1964 é a data histórica que marcou um “basta” contra os desmandos e a ausência de autoridade que o próprio Governo instalado patrocinava, com o propósito de levar o País ao caos e ao descontrole institucional.

Tal anarquia atendia à estratégia final que levaria à iminente instalação no País de um regime totalitário-sindicalista com inspiração bolchevista.

Instadas pela própria população, as Forças Armadas assumiram o comando das ações, atuando emergencialmente para restaurar a ordem, e, finalmente, dominar a subversão em todas as formas em que se manifestou.

Daí em diante, o controle do Estado foi definitivamente restabelecido e reorganizada a administração nacional, que alcançou um desenvolvimento sustentado com sucessivos recordes de crescimento econômico.

O tempo passou, muita coisa aconteceu nesses quarenta e sete anos, quase meio século, e o País recebeu, entre outros, um excepcional legado de infraestrutura básica, adquirindo, desse modo, energia para garantir a continuidade do progresso econômico.

Infelizmente, uma parcela de inconformados ainda trabalha negativamente, tentando alcançar os mesmos objetivos retrógrados do passado.

Assim, nuvens negras voltam a pairar, ameaçadoramente, nos nossos horizontes.

Eles, hoje, atuam de forma diferente. Não pela ameaça do terrorismo ou das guerrilhas e, sim, pela letra do manual “gramsciano” – passo a passo – com paciência e perseverança, procurando anestesiar a opinião pública por meio do favorecimento financeiro e da propaganda insidiosa.

Essa estratégia de “aparvalhamento” da Sociedade apresenta-se com as seguintes faces:

•Ocupação dos cargos públicos (e muitos privados), em todos os níveis, por militantes do partido do Governo;

•Suborno coletivo com dinheiro público, mormente, junto às populações menos favorecidas e sem acesso à informação de qualidade;

•Propaganda governista, por parcela da mídia mercenária, no rádio, nos jornais, na televisão e no cinema;

•Atuação no setor educacional pelo controle dos currículos e dos livros didáticos, incluindo, aqui, a sutil penetração nos estabelecimentos militares de ensino;

•Uma fraca oposição político-parlamentar, caracterizando a figura do “partido único”.

Todo esse aparato, dirigido pelo comando centralizado de uma minoria atuante, tem transformado o regime brasileiro em autêntica ditadura, travestida de democracia virtual.

Dentro desse quadro, as Forças Armadas, como Instituição não cooptável por tais manobras, passaram a ser alvos de irresponsáveis medidas que visam ao seu enfraquecimento ou eventual extinção/substituição. Não só pela prática de sistemática campanha que tenta aviltar a história militar brasileira, como pela gradativa e perigosa redução de sua capacidade operativa.

Com insuficientes orçamentos, protelação das decisões para renovação do material de defesa e constantes reduções do padrão salarial do pessoal militar, tentam atingir o moral e a vontade da Instituição.

É preciso que os neófitos entendam que só existe soberania se ela for respaldada por força de defesa competente, e que sem soberania não pode subsistir o Estado nacional.

No cenário internacional, temos tido freqüentes exemplos de imposição da vontade do mais forte sobre países de expressão militar limitada.

Urge, portanto, que a atual Presidente contenha os arroubos dessa minoria inconseqüente, procurando anular-lhes as intenções mesquinhas, que poderão fazer recrudescer animosidades do passado, dificultando as legítimas ações governamentais e, até mesmo, comprometendo o equilíbrio institucional do País.

Por que não trabalharmos todos no sentido único de fazer crescer e desenvolver o Brasil no rumo de seu inexorável destino de grande nação?

O que querem, afinal, esses inconsoláveis perdedores?

LISTA DE INOCENTES BRASILEIROS TRUCIDADOS PELOS TERRORISTAS COMUNISTAS:

MANIFESTAÇÃO CONTRA COTAS RACIAIS NO RIO DE JANEIRO EM 2 DE ABRIL DE 2009.

23/03/2009

SERÁ NO DIA 2 de Abril de 2009 – NA Cinelândia – 17 horas

CONVIDEM AMIGOS,LEVEM FAIXAS E CARTAZES
O POVO TEM PODER=O BRASIL PRECISA É DE EDUCAÇÃO

* Você é um cidadão consciente e enxerga nas políticas de cotas um desrespeito total ao povo brasileiro e à Constituição Federal que garante o PRINCÍPIO DA ISONOMIA (IGUALDADE)?

VC TEM QUE FICAR BEM CLARO Á TODOS QUE SE O GOVERNO MELHORAR O ENSINO PÚBLICO FUNDAMENTAL NEGROS,ALUNOS DE ESCOLA PÚBLICA COMPETIRÃO DE MANEIRA IGUAL.

SE  O GOVERNO NÃO INVESTE NÃO TEM QUE FAZER OS ALUNOS DE ESCOLAS PARTICULARES PAGAREM O PATO,AFINAL MUITOS PAIS BATALHAM MUITO PARA ESTUDAR UM FILHO EM COLÉGIO PARTICULAR .