Posts Tagged ‘polícia federal’

Rachel Sheherazade vai voltar dia 14 de abril de 2014? – As oposições vão se unir em vão? Teremos a Polícia Federal do nosso lado?

09/04/2014

10255292_524463521004886_7120389221371409653_n

RACHEL HOMENAGEADA NA CÂMARA MUNICIPAL DE JOÃO PESSOA

10253781_506554226115838_692500352271246065_n

1237534_496404970471729_1099803159_n

1911646_684827298226169_1979158793_n

10003294_264183100421288_2776123955940032823_n

10168188_629370687149162_8912975610992994346_n

1533763_700227566687507_1119380958082315295_n

1606943_305498869599106_1918125078_n

1911763_776729255670587_2006048620_n

1975179_630310787037377_1039170840_n

1975220_792460607448652_691139484_n

1926777_222933567905694_5236343856746745442_n

10168191_1395002984111822_4235155459074324220_n

10168153_703852883005296_4784523098939301020_n

Tuma Jr. Marcado para Morrer – Vai contar tudo que sabe antes de morrer – tenho muita munição – Livro Bomba

11/12/2013

O Homem que contou os maiores podres do início da carreira de crimes de Lula está com medo de ser esquartejado:
tumaao

1459267_435844219850910_939990324_n

Polícia Federal agora paga o preço de sempre ter sido petista – O abacaxi deixado por Castelo Branco

31/08/2013

1000342_598775730161473_1101265096_n

José Geraldo Sonvenso
95% dos policiais federais afirmam que estão sendo perseguidos por terem prendido corruptos.

Pesquisa divulgada nesta sexta feira pela Federação Nacional dos Policiais Federais ( Fenapef ) aponta que a ingerência política e o enfraquecimento da Policia Federal – por ação ou omissão do governo – são as principais causas do recuo nas investigações de impacto contra a corrupção.

Amapá: Presos candidatos apoiados por Dilma

10/09/2010

Turma do Lula e da Dilma presa em flagrante no Amapá.

=
VIDEO DE LULA PEDINDO VOTO PARA A QUADRILHA DO AMAPÁ:
A Polícia Federal (PF) prendeu nesta sexta-feira o governador do Amapá, Pedro Paulo Dias (PP), candidato à reeleição, e o ex-governador Waldez Góis (PDT), candidato ao Senado, durante a Operação Mãos Limpas, que investiga fraudes em licitações e desvios de verbas públicas do estado e da União.
No total, 600 policiais federais cumprem 18 mandados de prisão, 87 mandados de condução coercitiva e 94 mandados de busca e apreensão, nos estados do Amapá, Pará, Paraíba e São Paulo. No Amapá, foi preso também o secretário de Segurança Pública, Aldo Alves Ferreira. Ele é delegado da Polícia Federal e, segundo a assessoria do órgão, se licenciou para assumir o cargo. Os três estão presos no quartel do Exército, em Macapá.
Durante a operação, os policiais cercaram o palácio do governo do Amapá, a sede da prefeitura de Macapá e a Assembleia Legislativa, onde apreenderam computadores e documentos. Os suspeitos estão sendo investigados pelas práticas de crimes de corrupção ativa e passiva, peculato, advocacia administrativa, ocultação de bens e valores, lavagem de dinheiro, fraude em licitações, tráfico de influência, formação de quadrilha, entre outros crimes conexos. Segundo a PF, as investigações começaram em agosto de 2009.
As apurações revelaram indícios de um esquema de desvio de recursos da União que eram repassados à Secretaria de Educação do Estado do Amapá, provenientes do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), e doFundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef).
Ainda de acordo com as investigações, a maioria dos contratos administrativos firmados pela Secretaria de Educação não respeitavam as formalidades legais e beneficiavam empresas previamente selecionadas.
Apenas uma empresa de segurança e vigilância privada manteve contrato emergencial por três anos com a Secretaria de Educação, com fatura mensal superior a R$ 2,5 milhões, e com evidências de que parte do valor retornava, sob forma de propina, aos envolvidos. Durante as investigações, constatou-se ainda que o mesmo esquema era aplicado em outros órgãos públicos.
Foram identificados desvios de recursos no Tribunal de Contas do Amapá, na Assembleia Legislativa, na Prefeitura de Macapá, nas Secretarias de Justiça e Segurança Pública, de Saúde, de Inclusão e Mobilização Social, de Desporto e Lazer e no Instituto de Administração Penitenciária.

Tarso Genro, Polícia Federal do Brasil da Era Lula – Raposa de Sol – Roraima – Brasil, Fazenda Canadá

06/08/2008

Degravação da ação da PF na fazenda Canadá, 06:31 da manhã:

“PROPRIETARIO – Tem mandado judicial?
POLICIAL – Negativo.
PROPRIETÁRIO – Não tem mandado judicial?
POLICIAL – Não temos mandado judicial.
PROPRIETÁRIO – Então eu não vou permitir vocês entrarem sem mandado judicial.
POLICIAL – Então nós vamos entrar à força.
PROPRIETÁRIO – Perfeitamente.
POLICIAL – Como está sendo feito em outras propriedades também.
SEGUNDO POLICIAL POLICIAL – O sr. pode esclarecer como o sr. vai resistir a isso?
PROPRIETÁRIO – Posso, posso, eu vou resistir…
SEGUNDO POLICIAL – Como?
PROPRIETÁRIO – Eu vou resistir dentro da legalidade, na Justiça.
SEGUNDO POLICIAL – O sr. vai resistir de alguma outra forma?
PROPRIETÁRIO – Eu vou resistir dentro da legalidade, na Justiça.
SEGUNDO POLICIAL – Ok. Tudo bem.

26 de julho 2008 – 100 anos de FBI

27/07/2008

www.fbi.gov

imagens:  http://www.fbi.gov/multimedia/faces_fbi072608/faces_fbi072608.htm