Posts Tagged ‘pcc’

MINISTRO DIZ QUE PREFERE MORRER A SER PRESO: Ótimo, aprove a Pena de Morte Já:

14/11/2012

ESSA É A PRISÃO DOS NOSSOS SONHOS, senhor Sinistro:

EU MORRO MAS SÃO PAULO VENCE – PM não tem DIREITOS HUMANOS – Não existe para eles a SECRETARIA ESPECIAL DOS DIREITOS HUMANOS

13/11/2012

 

EM SANTA CATARINA O GOVERNADOR É INIMIGO DA PM  e DA CIVIL;

A quem estamos condenados: Quem poderá nos salvar do PT-PCC-Farcs?

10/11/2012

O herói sem nenhum caráter: Mãe puta e pai bebum dá nisso:

Ódio visceral a quem estuda, a quem sobe na vida, incapacidade de sentir remorso, compulsão a mentir, megalomania, narcisismo extremado, se sente um deus e jamais pronuncia a palavra Deus e a palavra Brasil.

Capaz dos piores crimes para destruir moralmente uma sociedade, ausência de qualquer valor ou crença moral.

Capaz de se associar aos maiores traficantes de cocaína do mundo e seus distribuidores no Brasil (O PCC), acreditar firmemente que todo o nosso passado é perverso porque fomos governados por brancos.

Ódio racial infinito ao povo português e aos europeus em geral. Por fora se apresenta como novo Messias que vem realmente criar o Paraíso na Terra depois de destruído todos os valores europeus.

Alguns poucos brasileiros conseguiram compreender isso, mas não sabem como enfrentar Lula nesta guerra assimétrica.

*******ATENÇÃO E COMPARTILHE URGENTEMENTE*******

Marcio Bartolo

CHEGOU AO CONHECIMENTO DESTA SEÇÃO ATRAVÉS DO RELINT 0008976-12/D264/CI, DA COORDENADORIA DE INTELIGÊNCIA, QUE NESTE FINAL DE SEMANA (10 E 11 NOV 2012), HAVERÁ UMA POSSÍVEL REUNIÃO ENTRE INTEGRANTES DO PRIMEIRO COMANDO DA CAPITAL(P.C.C.) E COMANDO VERMELHO(C.V.), TENDO COMO PARTE UM PLANEJAMENTO DE POSSÍVEIS ATAQUES A INTEGRANTES LIGADOS À SEGURANÇA PÚBLICA, BEM COMO AS UNIDADES DE POLÍCIA PACIFICADORA (UPP). SENDO ASSIM FOI DETERMINADO PELO CHEFE DESTA AIC, QUE DIANTE AO EXPOSTO DESTACA-SE À NECESSIDADE DE QUE AS UPP’S MONITOREM SUAS ÁREAS E QUE QUALQUER DADO NOVO SEJA INFORMADO DE IMEDIATO À ESTA SEÇÃO, VISANDO À ANTECIPAÇÃO E NEUTRALIZAÇÃO DE POSSÍVEIS AÇÕES CRIMINOSAS.

FAVOR ACUSAR RECEBIMENTO.

CB PM LEITE- PERMANÊNCIA AIC/CPP.

Rota continua sendo o orgulho de São Paulo: 9 vagabundos do PCC mortos

12/09/2012

http://noticias.terra.com.br/brasil/noticias/0,,OI6146999-EI5030,00-SP+operacao+da+Rota+contra+tribunal+do+crime+termina+com+mortos.html

Ano eleitoral: PCC mais uma vez ajuda o PT e ataca o PSDB em São Paulo:

25/06/2012

Policiais militares executados, arrastões e ônibus queimados.

Policiais militares executados, arrastões e ônibus queimados.

Policiais militares executados, arrastões e ônibus queimados.

Divulgado novo estatuto do PCC

20/09/2011

Polícia. A Polícia Civil já teve acesso ao ‘novo  estatuto’ do PCC e garante estar preparada para combater os criminosos da principal facção do país.

A Polícia Militar, por meio da assessoria de imprensa, informou desconhecer o teor do documento. Ainda informou que ‘não fala sobre o PCC para não valorizar a organização criminosa’. Enquanto a PM informa desconhecer o novo estatuto, o PCC deixa seu recado, bem claro — ‘Vida se paga com vida e sangue se paga com sangue’.

Artigo 18 do estatuto

“Todo integrante tem o dever de agir com serenidade em cima de opressões, assassinatos e covardias realizadas por agentes penitenciários, policiais civis e militares. Quando algum ato de covardia, extermínio de vida, extorsões que foram comprovadas estiverem ocorrendo na rua ou nas cadeias, daremos uma resposta à altura. Se alguma vida for tirada com estes mecanismos, os integrantes que cadastrados na quebrada do ocorrido deverão se unir e dar o mesmo tratamento. Vida se paga com vida e sangue se paga com sangue.”

 

RESPOSTA DO POVO:

Nós, o povo brasileiro, somos a favor da redução da maioridade penal, somos a favor da pena de morte, da prisão perpétua, do livre porte de armas e do direito de nos defendermos, somos pela revogação total do ECA, em suma, nós odiamos o PT e tudo que o PT defende, somos contra tudo que o PT defende.

Juiz Odilon de Oliveira fala de PCC, FARC, Foro de São Paulo

23/07/2010

Entrevista ao Jornal  CORREIO DO ESTADO do Mato Grosso do Sul, em 13.05.09 Aug 21st, 2009 11:33 pm

1) CORREIO: O PCC ainda está em atividade no Brasil?

ODILON: Fundado em 31.08.93, no interior de São Paulo, essa facção criminosa não se encontra presente apenas no Brasil. Está em franca e crescente atividade também em outros países da América do Sul, como Bolívia e, prin-cipalmente, Paraguai. O grupo mantém fortes contatos também com as FARC (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia). Está cada vez mais bem es-truturado com pessoal, armamento, recursos financeiros e disciplina. Estima-se que de cada cinco dos 440 mil presos do Brasil um seja membro do PCC. A maior incidência está no Estado de São Paulo, assumindo Mato Grosso do Sul, por conta do Paraguai e da Bolívia, a segunda posição. A facção teria um exército de mais ou menos 84 mil integrantes. As FARC, grupo terrorista colombiano fundado em maio de 1964, possuem apenas 10 mil integrantes. Outro perfil do PCC, além de sua finalidade econômica, é de natureza terrorista.

2) CORREIO: O Senhor acredita que o PCC tenha participado do assalto à resi-dência do prefeito de Campo Grande?

ODILON: Tenho quase certeza. Campo Grande, Dourados e a fronteira com o Paraguai possuem grande concentração de integrantes dessa facção, presos e também em liberdade. Anderson, nominado pela imprensa, realmente consta da lista de integrantes do PCC, ocupando, nesta capital, função de destaque. O assalto certamente teve duas finalidades: uma de natureza financeira e outra de cunho auto-afirmativo. Essa organização, a exemplo de outras, como o Comando Vermelho, para manter-se e ampliar seus domínios, precisa de recursos e seus membros subalternos guardam a obrigação normativa e moral de provar suas audácias contra autoridades. Isto serve de recado para o Poder Público.

3) CORREIO: O PCC tem condições para repetir os ataques de 2006?

ODILON: Tem potencial e disposição. Naquele ano, foram 1.032 ataques vio-lentos, com um saldo de centenas de mortos, dos quais 119 policiais e agen-tes penitenciários. No mesmo ano, o terrorismo, no mundo todo, produziu 14 mil ataques e 20 mil mortes. Em 2008, havia um plano de ataques semelhan-tes, a ser executado nos dias anteriores às eleições, com conotações visivelmente políticas como fora em 2006. Não se concretizou porque, descoberto o plano, as autoridades adotaram providências preventivas, nulificando os atos preparatórios. O PCC vai continuar desafiando o Estado-repressor.

4) CORREIO: Isto significa que o PCC está competindo com o Estado?

ODILON: Significa que a facção, por conta da generosidade das leis e da permissividade dos encarregados de aplicá-las, está afrontando a todos. Até o Exército, com todo o seu poderio e o respeito que impõe, foi recentemente vítima da ousadia dessa organização (roubo de armas de um quartel de Caçapava/SP e assalto a uma agência bancária situada no Quartel General do Exército, em Brasília-DF). De 2001 para cá, os ataques a fóruns estaduais, no Estado de São Paulo, inclusive com explosivos, foram muitos. O PCC desenvolve dois tipos de criminalidade: a) institucional ou concentrada, onde se agrupam os delitos cujo controle está centralizado em sua cúpula, como os grandes assaltos, ataques a repartições, assassinatos de certas pessoas, rebeliões, certos seqüestros; b) esparsa ou incidental, onde se colo-cam todos os crimes para cuja execução não é necessário “salve” ou autori-zação da cúpula. O controle não é concentrado, dando-se por iniciativa e responsabilidade individuais ou de um grupo do partido. O produto se destina ao custeio de mensalidades devidas à facção e à subsistência dos próprios autores.

5) CORREIO: O que leva o PCC a se expandir pela América do Sul?

ODILON: A facção objetiva subir os degraus da criminalidade, preferencial-mente adquirindo feições terroristas. Para isto, é necessário expandir seus domínios sobre uma base territorial cada vez maior. O grande atrativo do PCC no Paraguai, Bolívia e Colômbia são as drogas, notadamente a cocaína. Suas fontes de rendas são drogas, seqüestros, mensalidades, assaltos a bancos, a carros-fortes, cargas, investimentos etc. Com relação ao Paraguai, há outros atrativos: esconderijo, compra de armas, pistolagem e lavagem de dinheiro. Muitos cometem crimes no Brasil e fogem para aquele país, dificultando a ação da justiça brasileira. A aquisição de armamento para estruturação e para revenda é uma constante. Crimes de pistolagem rendem dinheiro para o pa-gamento de mensalidades ao grupo. Há inúmeras casas de câmbio, no Paraguai, sem controle rígido, para lavagem.

6) CORREIO: O PCC tem praticado seqüestros no Paraguai?

ODILON: Vários. Em 2001, o PCC e o Partido Pátria Livre, do Paraguai, sob a liderança das FARC, seqüestraram Maria Edith, esposa de um empresário da construção civil. O resgate foi de 1 milhão de dólares. O Brasil deu asilo a três dos seqüestradores: Juan Arron, Anuncio Martí e Victor Colmán. Uma vergo-nha! Em 2004, a vítima foi Cecília Cubas, filha do ex-presidente Raul Cubas. Foi pago resgate de 800 mil dólares, mas a vítima foi assassinada no cativeiro. Em maio de 2007, sob a liderança do brasileiro Valdecir Pinheiro, do PCC, a vítima foi o japonês Hirokazu Ota, chefe da Seita Moon, naquele país. Valdecir, morto pela polícia paraguaia em 2008, era acusado de mais nove seqüestros no Paraguai. Somente em 2007, o Paraguai registrou mais de sete seqüestros com suspeita de participação de brasileiros.

7) CORREIO: Que interesse tem as FARC em relação ao PCC?

ODILON: As Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia possuem uma i-deologia marxista, à falsa pregação de buscar uma sociedade igualitária, sem classes, gerenciada por um poder proletariado. A materialização dessa ideo-logia depende de um programa e a implantação deste necessita de receitas. Quarenta e cinco por cento da receita das FARC provêm de cocaína, vendida para o mundo todo. O Brasil, nesse cenário, é um grande cliente da Colômbia. O PCC negocia cocaína diretamente com as FARC e até lhe fornece armas saídas do Paraguai. Aquele grupo terrorista, buscando sua expansão nos demais países da América do Sul, difunde sua ideologia e procura reconhe-cimento político. Os laços mantidos com outras organizações, como o PCC e o PPL (Partido Pátria Livre) do Paraguai, fazem parte das relações internacio-nais cultivadas pelas FARC. Um dos benefícios obtidos está no fato de o Brasil haver concedido mais de 400 asilos políticos, desde o primeiro Governo Lula, a guerrilheiros colombianos.

8) CORREIO: Por que o senhor classifica o PCC como grupo terrorista?

ODILON: Terrorismo não é somente aquele ato de fundo religioso. Divide-se em duas grandes vertentes: o terrorismo islâmico, existente apenas nos paí-ses seguidores do islã, embora ataque fora também, e o não islâmico. O primeiro é motivado por um conflito ideológico e normativo entre os costumes orientais e os ocidentais. Sua ala fundamentalista, de que faz parte a ALQAEDA, de Bin Laden, pretende criar uma república mundial islâmica ou, pelo menos, não permitir que os costumes ocidentais influenciem a ideologia islâmica. Uma utopia. O terrorismo não islâmico também se subdivide em nacionalista (separatista ou político), político administrativo, étnico e moral. Diferente do islâmico fun-damentalista, o nacionalista tem uma atuação territorial delimitada. O ramo separatista busca uma pátria, independência territorial, política e administrativa. O Hamas quer um Estado palestino em relação a Israel. O ETA, o IRA e os Tigres Tâmeis do Sri Lanka também são exemplos. Já o nacionalista político deseja apenas mudar a forma (república/monarquia) ou o sistema (presidencialismo/parlamentarismo) de governo, a forma de Es-tado (unitário/federativo) ou ainda o regime político (democrático/autoritário). As FARC não querem dividir o território colombiano nem o Sendero Luminoso deseja isto no Peru, mas apenas a implantação de um regime marxista-leninista (comunismo). O Brasil viveu vários exemplos desse tipo de terrorismo, em torno de oito organizações, como a VPR (Vanguarda Popular Revolucionária – capitão Lamarca, Dilma Roussef), ALN (Aliança Libertadora Nacional – Carlos Mariguella) e o MR-8 (Movimento Revolucionário 8 de Outubro – Fernando Gabeira, Franklin Martins). O político administrativo, normalmente com finalidade econômica, volta-se apenas contra o Estado-repressor, atacando o Judiciário, o Ministério Público, o sistema penitenciário, pessoas, repartições. Sempre o faz com o intuito de remover de seu caminho o que compreenda como obstáculos a seus objeti-vos. Quando mata uma autoridade ou ataca um fórum, o objetivo não se es-gota com esse resultado. Na verdade, esse é um meio para remover de sua frente o Estado-repressor. Qualquer pessoa (João, José ou Pedro) exercente daquele cargo morreria. O fim não é matar a pessoa física, mas atingir o Estado. É diferente de um assassinato comum, onde a vontade do criminoso se esgota com a morte do desafeto. O PCC se enquadra nesta modalidade.

9) CORREIO: O que se deve fazer para combater o PCC?

ODILON: Primeiro, não pensar que o PCC está morto ou brincando. Segundo, é preciso conhecer, a fundo, o DNA dessa organização, edificando-se um mosaico completo a seu respeito. Por fim, reprimí-lo sem piedade. O Estado não deve se ajoelhar diante de bandidos. A liberdade das ruas e praças deve ficar reservada às pessoas de bem. Lugar de vagabundos é na cadeia. Só isto.

Odilon de Oliveira – juiz federal, campo grande-ms

PCC SE PREPARA NO VALE DO PARAIBA COM NOVO ATAQUE PARA ATRAPALHAR DE NOVO GERALDO ALCKIMIN -BRAÇO ARMADO DO PT se juntará ao MST para aterrorizar de novo São Paulo como em 2006

09/05/2010

Maio 9, 2010 – 08:58

Polícia está em alerta máximo na região

Agentes de segurança pública da região estão apreensivos no Dia das Mães; existe a possibilidade de uma onda de ataques do PCC. 

FILIPE MANOUKIAN

SÃO JOSÉ DOS CAMPOS

 As lembranças dos ataques do PCC (Primeiro Comando da Capital) em 2006 e o alerta do Deinter-1 (Departamento de Polícia Judiciária do Interior), de São José dos Campos, de que poderiam haver novas investidas neste ano, deixam os agentes de segurança pública do Vale do Paraíba em alerta máximo hoje.

O Deinter-1 descobriu no fim do mês passado a possibilidade de o PCC, principal facção criminosa do Estado, deflagrar uma nova onda de ataques na região. Em 2006, foram registrados nove investidas contra bases policiais.

Para evitar que o fato se repita, as delegacias, distritos policiais e as corporações de bombeiros da região montaram um esquema de segurança ao redor de suas bases, restringindo o acesso.

O Deinter-1 orientou também que os policiais redobrem a atenção e usem coletes à prova de balas. 

Medo. Apesar dos avisos dados pelo setor de inteligência da polícia e das orientações sobre como reforçar a segurança, alguns dos policiais não veem nenhum tipo de amparo do Estado nessas situações.

Em Ilhabela, os policiais de plantão deste fim de semana até isolaram o local para impedir o trânsito, mas, para eles, isso não traz nenhuma segurança, pois a delegacia da cidade é um alvo perfeito.

“A delegacia fica no meio do mato e não há nenhum tipo de iluminação ao redor durante a noite”, fala o policial civil Carlos Henrique Prado Ranzani.

O plantão neste fim de semana de alerta máximo é feito por apenas dois policiais. “O que acontece de mais grave é que o Estado nos dá as orientações, mas não nos deixa coletes e nem armamento, não muda nada. Se queremos nos sentir seguros, temos que depender dos nossos recursos”, desabafa Ranzani. “É cada um por si”.

auxílio reclusão, bolsa bandido, previdência, lei de 2009, bandido preso ganha 752,12 por mês por cada filho escândalos era lula

16/01/2010

VOCÊS SABIAM DO AUXÍLIO RECLUSÃO?

1992_441745872561527_1175367911_n
Bandido com 5 filhos, além de comer e beber nas costas de quem trabalha, comandar o crime de dentro das prisões ainda recebe auxilio de R$ 3.760,60.
Qual pai de família com 5 filhos recebe um salário suado igual???

000pjm

563219_2967155795834_1735608611_n

QUE PAÍS É ESSE???
VOCÊS SABIAM DO AUXÍLIO RECLUSÃO?

(… e vamos lá pessoal… não deixem de cantar o Hino Nacional, pelo menos 15 vezes ao dia…)
Vocês sabiam que todo presidiário com filhos tem uma bolsa que, a partir de 1/2/2009, é de R$ 752,12 por filho, para sustentar a família, já que o coitadinho não pode trabalhar para sustentar os filhos por estar preso?
(Portaria nº 48, de 12/2/2009, do INSS)
CONFIRA NO SITE DA PREVIDÊNCIA:

http://www.previdenciasocial.gov.br/conteudoDinamico.php?id=22- Auxílio-reclusão.
Por favor veja na íntegra o texto deste auxílio. Você vai estarrecer. Você não vai querer acreditar. Leia e medite.
A – Pergunta que não quer calar 1 :
Por acaso os filhos do sujeito que foi morto pelo coitadinho que está preso recebem uma bolsa de R$752,12 por filho, para seu sustento?
B – Pergunta que não quer calar 2 :
Já viu algum defensor dos direitos humanos defendendo esta bolsa para os filhos das vítimas?
É por essa e outras que a criminalidade não diminui… Ela dá lucro!

O que dar ser banana e tolerante com formação de favela: São José dos Campos nas mãos do PCC

21/04/2009

07h30min – 21/04/2009 VNEWS Polícia apreende armas e entorpecentes na região sul de São José dos Campos Verdadeiro “arsenal” foi encontrado na noite desta segunda-feira (20), no acampamento sem-teto, Pinheirinho. Nesta segunda-feira (20), a Polícia Militar apreendeu armas e drogas que estavam escondidas no acampamento sem-teto do Pinheirinho, zona sul de São José Campos. Segundo a PM, um homem com atitude suspeita foi detido em flagrante por volta das 17h20 e acabou revelando o local onde os artefatos escondidos, em um ponto comercial na Avenida Imperador, no Pinheirinho. No local foram apreendidas uma submetralhadora, uma pistola, 537 munições, colete à prova de balas e drogas que estavam enterrados debaixo de uma árvore. Também foram encontradas munições de fuzil calibre 762, de uso exclusivo das Forças Armadas. Além da apreensão de 3.000 cápsulas vazias de cocaína e 634 cheias – cada uma é vendida pelo tráfico a R$ 10. O Exército chegou a procurar armas no acampamento, usando detectores de metal, após receber denúncias de que fuzis roubados do 6ª BIL (Batalhão de Infantaria Leve), de Caçapava, estariam enterrados ali. A ocorrência foi encaminhada ao 3º DP.

12 de maio – dois anos dos ataques do PCC

11/05/2008

Em 12 de maio de 2006, um grupo de traficantes bandidos da pior espécie acusados de serem treinados pelas FARC da Colômbia e pelo MST, guerrilha camponesa brasileira, aproveitando que a bandidagem estava solta por causa dos dia das mães, iniciou monstruosos ataques em São Paulo, prejudicando a candidatura do Governador de São Paulo, Geraldo alckimin à presidência da República, eleição esta que se efetuou em novembro de 2006.

 

Assassinaram covardemente policiais, queimaram ônibus. Depois pararam os ataques e nada foi feito pelos governos para destruir de vez os criminosos e quem os defendem.

No Brasil, nenhum criminoso vota ou apóia a direita ou o centro político e são venerados pelos comunistas e esquerdistas em geral como vítimas da sociedade capitalista.

Dois anos depois nada foi feito contra os narco terroristas do PCC e a data passa em branco.

No brasil, sempre próximo das eleições , bandidos fazem ações em grande escala para prejudicar políticos de direita.

Todo esquerdista no Brasil , especialmente professores universítários, jornalistas e defensores dos direitos humanos defendem criminosos.