Posts Tagged ‘igreja católica’

Perseguição a Cristãos no Brasil – Via Novo Código Penal – e outras leis petistas

07/11/2012

Padre Paulo Ricardo teve a coragem de dizer: 

 

  Você se acha uma pessoa bem informada? Lê
jornais e revistas? Assiste aos noticiários?

Então, sinto lhe informar, mas é bom descartar
boa parte de tudo o que você lê.

A verdade é que sabemos muito
pouco do que está sendo tramado
contra o futuro do país.

Você duvida? Então lhe convido a assistir
a esta palestra reveladora – promovida pelo
Instituto Plinio Corrêa de Oliveira – proferida
pelo renomado Pe. Paulo Ricardo:

O Pe. Paulo Ricardo pertence ao clero da
Arquidiocese de Cuiabá, é licenciado em
Filosofia, bacharel em teologia e mestre em
direito canônico pela Pontifícia Universidade
Gregoriana (Roma).

Ele dirá coisas que você certamente não
ouviu. Coisas que podem tirar o sono de
muitos.

Precisamos abrir os olhos frente a um ataque
massivo contra a instituição da família no
País. É um ataque frio e calculista, sob a
máscara de Novo Código Penal Brasileiro.

Assim que assistir a este vídeo, não tenho
dúvida em afirmar: você, como eu, se
espantará, mas também se sentirá mais
seguro em face do que está por vir.

Para você ter ideia de tamanha repercussão
desta palestra, o auditório em que ela foi
realizada SUPERLOTOU.

Centenas de pessoas se aglomeraram para
assisti-la. E foi preciso instalar um telão na
sala ao lado.

Assista aqui e entenda o porquê.

De forma clara, lúcida e corajosa o padre
Paulo Ricardo falou sobre o risco que este
país corre. Sua argumentação serena, é
irrefutável.

Repito, a questão é muito mais séria do que você possa imaginar.

Além de levantar temas desconhecidos pela
grande maioria, o padre explicou como nós
devemos agir para que leis que defendem a
moral cristã não sejam violentadas.

Não deixe de assistir a esta palestra, pois
amanhã poderá ser tarde demais.

Por fim, faço um último pedido: divulgue
esse vídeo para o maior número possível
de pessoas.

Este vídeo pode mudar o rumo do País.

Publique no seu Facebook. No seu Twitter.
Envie aos seus amigos.

Precisamos nos mobilizar o mais rápido
possível.

Atenciosamente,

Mario Navarro da Costa
Diretor de Campanhas do
Instituto Plinio Corrêa de Oliveira
www.ipco.org.br

Abaixo assinado online pela excomunhão do falso profeta Libânio frei Betto

04/11/2012

Pedindo a EXCOMUNHÃO do Herege e Infiel Frei Betto, por defender abertamente durante anos doutrinas radicalmente contrárias à fé da Igreja Católica Apostólica Romana.
Dentre outros tantos fatos notórios, ele defende a Agenda Gay, o governo Petista (claramente ABORTISTA, o que por si só já gera excomunhão automática do Frei), ideologias marxistas infiltradas na Igreja, e por fim O SOCIALISMO em seu estado puro, além disso; desafia doutrinas de fé inquestionáveis pela cristandade, apoiando a Ordenação de Mulheres (já condenada em EX-CATHEDRA pelo Papa João Paulo II), o uso de anticoncepcionais (condenado pela Encíclica Humanae Vitae do Papa Paulo VI), a aceitação para os sacramentos de pessoas que vivem em estado de pecado grave (como divorciados e homossexuais); defende o ecologismo como algo que deve se sobrepôr ao homem, pregando que a defesa do meio-ambiente e das causas sociais devem ser causa primária da Igreja, e não a salvação das almas, pretendendo transformar a Igreja em uma mera instituição política, ignorando o caráter sobrenatural e divino que a rege.
Se você, católico consciente, já se cansou deste HEREGE, COMUNISTA, MODERNISTA E INFIEL, e quer que a Igreja PARE DE FECHAR OS OLHOS PARA ABSURDOS COMO ESTE, desejando assim a EXCOMUNHÃO FORMAL DESTE HEREGE, assine aqui, saberemos para onde encaminhar este abaixo-assinado.

http://www.peticaopublica.com.br/?pi=P2012N31391

Não tem para onde correr: Freiras dos Estados Unidos são feministas radicais, pró homossexualidade e contra dogmas da Igreja: Fim do mundo

20/04/2012

http://sociedad.elpais.com/sociedad/2012/04/19/actualidad/1334861025_630076.html

El Vaticano amonesta a la mayor agrupación de monjas de EE UU

La Congregación para la Doctrina de la Fe les acusa de oponerse a varios dogmas

Roma asegura que defienden un ideario feminista radical y de apoyo a los homosexuales

Washington 19 ABR 2012 – 20:54 CET

www.elpais.com

El Vaticano le ha encargado a un arzobispo norteamericano que imponga una reforma integral de la mayor agrupación de monjas de Estados Unidos, a la que acusa de “graves desviaciones doctrinales”, por oponerse subrepticiamente a la doctrina oficial en materia de sacerdocio y homosexualidad, y por “la prevalencia de ciertas ideas feministas radicales incompatibles con la fe Católica en algunos de sus programas y presentaciones”.

La llamada Conferencia de Liderazgo de Mujeres Religiosas (LCWR, por sus siglas en inglés) agrupa a unas 1.500 superioras, que representan a un 80% de las 57.000 monjas que residen en EE UU. La organización se creó en 1956, a petición del propio Vaticano, para unificar las posturas doctrinales de las hermanas norteamericanas en su labor de apostolado. El Vaticano ordenó una revisión de sus actividades en 2008, al recibir de diversos oficiales católicos quejas por supuestos desvíos doctrinales.

El Vaticano critica que las hermanas norteamericanas sancionadas “protesten contra las acciones de la Santa Sede en asuntos como la ordenación de mujeres o el adecuado enfoque pastoral sobre el ministerio a personas homosexuales”. En el informe se asegura que prevalecen entre esas monjas “ciertos temas feministas radicales, incompatibles con la fe Católica”. “Es más, algunos de sus comentarios sobre el ‘patriarcado’ deforman el modo en el que Jesús estructuró su vida sacramental en la Iglesia; otros incluso minan las doctrinas dadas sobre la Santa Trinidad, la divinidad de Cristo y la inspiración de la Sagrada Escritura”.

En el documento del Vaticano se critica la relación de LCWR con Network, un grupo de presión radicado aquí en Washington, creado por 47 monjas hace cuatro décadas y cuya finalidad es avanzar políticas en consonancia con una ideario de justicia social católica decididamente progresista. Durante el debate de la reforma sanitaria de Barack Obama, que ahora estudia el Tribunal Supremo, Network apoyó públicamente al presidente. Recientemente, diversos obispos criticaron esa norma, por, entre otras cosas, haber intentado imponer a las instituciones afiliadas a grupos religiosos que ofrecieran cobertura de anticonceptivos a sus empleados.

Porque as mudanças na liturgia das missas estão causando confusão

27/11/2011

http://www.washingtonpost.com/blogs/under-god/post/will-catholic-mass-changes-cause-mass-confusion/2011/11/23/gIQANbpPpN_blog.html

sites católicos

02/12/2008
Para que não se diga que os conservadores católicos (fiéis a Roma!) não sabem o que é internet, alguns links populares:

A Igreja Católica condena o comunismo, o marxismo e o socialismo

02/11/2008

CARTA ENCÍCLICA
DIVINI REDEMPTORIS
DE SUA SANTIDADE
PIO XI
SOBRE O COMUNISMO ATEU 

 

INTRODUÇÃO
I – ATITUDE DA IGREJA PERANTE O COMUNISMO
II – DOUTRINA E FRUTOS DO COMUNISMO
III – LUMINOSA DOUTRINA DA IGREJA, OPOSTA AO COMUNISMO
IV – REMÉDIOS E MEIOS
V – MINISTROS E AUXILIARES DESTA OBRA SOCIAL DA IGREJA
CONCLUSÃO

 

http://www.vatican.va/holy_father/pius_xi/encyclicals/documents/hf_p-xi_enc_19370319_divini-redemptoris_po.html

Comunista comunismo marxismo doutrina concílio vaticano II infiltração boff na Igreja Católica do Brasil CNBB e a Teologia da Libertação

24/05/2008

Comunismo na Igreja – Importante Leitura

 

Muitos católicos desconhecem um dos mais poderosos artifícios que o demônio já produziu para destruir nossa Igreja, em todos os tempos. Ele vem envolvido numa falsa aura de bem, numa pílula dourada, mas é veneno mortal: Chama-se “teologia da libertação”. Isso é tratado pelo Papa como comunismo, que é contrário a Doutrina da Igreja.

 

E todos os padres e bispos que pugnam por esta linha, na verdade alimentam por trás o monstro comunista, que usando da face de bem, busca apenas o poder. E todos sabem que este sistema medonho, já matou mais de 100 milhões de pessoas nestes últimos 90 anos, e matará aqui também se um dia nós tivermos a desgraça de cair em suas malhas. De fato, não estamos longe disso!

 

Abaixo o autor, bem conhecido, Clovis Ramalhete, sintetiza muito bem a essência deste monstro, pena que não esgota o assunto. Posso, porém, endurecer ainda mais a crítica que ele faz a esta doutrina adulterada dizendo que o “theos” a que esta maldita “teologia” se refere é satanás, e a “libertação” que eles buscam, no fim último, é livrar-se de DEUS!

 

Jesus disse bem claramente no Evagelho, em João 18,33: O Meu reino não é deste mundo! O Reino dele, é na casa do Pai. Eis porque ele disse também: Na casa de meu Pai há muitas moradas. Não fora assim, e eu vos teria dito; pois vou preparar-vos um lugar (Jo 14, 1).

 

Ora, isso diz tudo: Nosso fim não é nesta terra, nossa morada é na eternidade. Mas esta gente do mal, prega um utópico paraíso aqui na terra, dizendo que haverá paz apenas quando os pobres tomarem as riquezas dos ricos – não há uma só passagem nas Escrituras que justifique isso – embora que eles, por nada deste mundo largam de suas mordomias, seus carros do ano, bons vinhos, belas roupas e bons sapatos, além de todas as mordomias que a riqueza pode conceder. São, portanto, descarados, cínicos, verdadeiros fariseus hipócritas. 

 

No texto abaixo o leitor poderá ver alguns erros desta doutrina que é condenada pelo verdadeiro magistério da Igreja, e no Catecismo é tratado como uma forma de “ateismo contemporâneo”, porque visa a libertação física do homem, o que é algo impossível. De fato se algum dia o homem conseguir se libertar de Deus, no mesmo instante ele desaparecerá do Universo, como se nunca tivesse existido.

 

Teologia da Libertação: O Comunismo invade a Igreja.

 

Um dos muitos problemas que assolam a Igreja nos dias de hoje é a gravíssima heresia chamada “Teologia da Libertação”. Trata-se de uma heresia materialista, que apresenta uma visão de mundo contrária à Doutrina da Igreja disfarçada com um vocabulário aparentemente cristão.

 

Esta heresia é um dos muitos aspectos que tomou o modernismo, heresia que o Santo Padre Pio X qualificou de “síntese de todas as heresias”. Segundo o modernismo, a Verdade absoluta não existe; toda “verdade” é apenas uma opinião, uma visão pessoal que pode e deve mudar com o tempo. Assim, para o modernista, a Doutrina da Igreja, ensinada por Nosso Senhor Jesus Cristo, pode e deve ser substituída por algo mais… “moderno”.

 

A “Teologia da Libertação” (TL) é o nome dado a esta vertente do modernismo, peculiar à América Latina. Este nome, na verdade, é enganoso; “Teologia” significa “conhecimento, estudo de Deus”- e esta heresia aplica-se apenas à organização social humana. Do mesmo modo, o termo “Libertação” é por eles utilizado como significando algo diametralmente contrário à noção cristã de libertação.

 

Os erros da TL são muitos, todos eles baseados em uma negação da ação sobrenatural de Deus. “Sobrenatural” é um termo teológico que significa “acima da natureza humana”. 

Sabemos, porque a Igreja o ensina, que é pela ação sobrenatural de Deus, pela graça de Deus, que podemos evitar o pecado e alcançar a Santidade.

 

Sabemos, porque a Igreja o ensina, que o nosso objetivo maior é sermos Santos.

 

Sabemos, porque a Igreja o ensina, que no fim dos tempos Nosso Senhor Jesus Cristo voltará em glória para julgar os vivos e os mortos e então, só então, haverá um paraíso na terra.

 

A TL, porém, prega um conceito marxista (inspirado pelo teórico do marxismo – do comunismo -, Carlos Marx) segundo o qual haverá um paraíso na Terra quando os pobres retirarem dos ricos as riquezas e as distribuírem, criando assim uma sociedade sem classes.

 

O mecanismo desta revolução seria a “luta de classes”: os pobres, revoltando-se contra a sua pobreza, conquistariam o poder e assegurariam uma distribuição igualitária de todos os bens materiais. Para o marxista, logo para o TL, o único pecado que existe é a acumulação de riquezas, vista por eles como essencialmente ruim. Do mesmo modo, eles vêem em qualquer hierarquia um pecado contra a “igualdade” que eles crêem existir entre os homens.

 

Assim, a TL considera que o que realmente importa é pregar entre os pobres a revolta contra os ricos, com o fim de estabelecer uma sociedade igualitária. Para a TL, a hierarquia eclesiástica é na verdade um “roubo” do poder que pertenceria ao Povo feito pelos Bispos e padres.

 

Para a TL, a Doutrina da Igreja não interessa, assim como não interessa o céu. Interessa sim a organização de movimentos populares para lutar por reivindicações puramente materiais: terras (como o MST), aumentos salariais, etc.

Vejamos portanto quais são as principais diferenças entre a Doutrina Cristã e a ideologia da TL: 

 

1 – a) Pela Doutrina Cristã, sabemos que o homem tende ao mal devido às conseqüências do Pecado Original. É mais fácil fazer o mal que o bem, e assim os vícios devem ser combatidos e as virtudes incentivadas.

b) Para a TL, o homem é naturalmente bom, mas a organização social “opressora” é má e deve ser combatida.

 

2 – a) Pela Doutrina Cristã, sabemos que é pela Graça de Deus, infundida e aumentada pelos Sacramentos, que podemos fazer o bem.

b) Para a TL, a graça de Deus é apenas uma expressão, e os Sacramentos são apenas símbolos – a Eucaristia é símbolo da partilha do pão material, o Batismo é símbolo de compromisso com a causa da Revolução comunista, etc.

 

3 – a) Pela Doutrina Cristã, sabemos que somos chamados à Santidade, ou seja, à libertação do pecado, de que só gozaremos em plenitude no Céu após a nossa morte e na Terra após a nossa ressurreição.

b) Para a TL, “Libertação” significa a obtenção de condições materiais adequadas na terra através de reivindicações políticas: terra, casa própria, sistemas sanitários, etc.

 

4 – a) Pela Doutrina Cristã, sabemos que a propriedade particular é uma coisa boa e querida por Deus; é perigoso o apego aos bens materiais, mas ser rico não é pecaminoso.

b) Para a TL, a propriedade particular é uma abominação, o único pecado existente. O apego aos bens materiais – terra, casa, etc. – porém, é visto por eles como um bem. O objetivo do homem, para eles, é justamente lutar por bens materiais.

 

5 – a) Pela Doutrina Cristã, sabemos que a Hierarquia da Igreja é instituída e mantida por Deus.

b) Para a TL a existência da Hierarquia é sinal de um roubo de poder que deveria pertencer ao “Povo”. É por isso que nas dioceses ainda em poder da TL, não são incentivadas as vocações sacerdotais e as paróquias são substituídas por comunidades dirigidas por leigos. 

6 – a) Pela Doutrina Cristã, sabemos que é essencial conhecer e seguir a Verdade para podermos chegar à Santidade.

b) Para a TL qualquer pessoa que “lute contra a opressão”, ou seja, que participe da subversão comunista, é um modelo a ser seguido, ao passo que, por exemplo, um Santo que tenha se dedicado apenas à oração é um exemplo do que deve ser evitado. Assim Che Guevara, Fidel Castro e outros comunistas são considerados por eles como modelos a seguir, enquanto Santa Terezinha do Menino Jesus é para eles um exemplo de vida inútil.

 

7 – a) Pela Doutrina Cristã, sabemos que a oração é de suma importância, e a alma, por ser imortal, deve ser cuidado com mais cuidado que o corpo, evitando-se o pecado e buscando-se a Virtude.

b) Para a TL, a alma não importa, a oração é vista apenas como uma preparação para a ação política e o pecado pessoal não existe. Não há problema em roubar, mentir, cometer adultério, matar até. O único pecado seria o pecado social, ou seja: ter bens materiais em quantidade maior que outras pessoas. Assim, para a TL, todo pobre é santo e todo rico é bandido.

 

Devemos, portanto, procurar evitar ao máximo a leitura de livros e folhetos escritos pela TL, assim como procurar sempre impedir suas investidas em nossas regiões, principalmente através da oração. Alguns dos autores TL mais conhecidos são: Gutiérrez, Leonardo Boff (frade franciscano que apostatou, traiu seus votos e hoje vive com uma mulher casada), Frei Betto, Marcelo Barros…

 

 

Autor: Carlos Ramalhete

(Gentileza Alessandra)

 

 

PS: A vitória do ex-bispo Lugo, na eleições do Paragui, fecha um cerco comunista em todo o mercossul, todos com presidentes de esquerda, Brasil inclusive. Este ex-bispo é fã de Leonardo Boff – dize-me com quem andas e te direi quem tu és – e de Dom Helder, aquele que quase foi por ter amado ao vermelho dos comunistas e deixado de amar ao vermelho do Sangue Redentor de Cristo. Aliás, quem ama ao primeiro, literalmente cospe no segundo! Dom Helder já sabe disso hoje!