Posts Tagged ‘genocídio de cristãos’

Nações que mais matam cristãos apenas por serem cristãos e o Vaticano fica em silêncio e os Direitos Humanos dão risada

09/01/2014

In 2013, the worst nation was North Korea, where merely possessing a Bible can be punishable by death.

At that time, eight of  the 10 worst offenders were Muslim-majority nations. Egypt, under the Muslim Brotherhood, actually saw its ranking lowered, but not because of any improvement. It was because of worsening conditions elsewhere, the report said. North Korea also was No. 1 in 2012.

The following is the full list:

1) North Korea
2)  Somalia
3)  Syria
4)  Iraq
5)  Afghanistan
6)  Saudi Arabia
7)  Maldives
8)  Pakistan
9)  Iran
10) Yemen
11) Sudan
12) Eritrea
13) Libya
14) Nigeria
15) Uzbekistan
16) Central African Republic
17) Ethiopia
18) Vietnam
19) Qatar
20) Turkmenistan
21) Laos
22) Egypt
23) Myanmar (Burma)
24) Brunei
25) Colombia
26) Jordan
27) Oman
28) India
29) Sri Lanka
30) Tunisia
31) Bhutan
32) Algeria
33) Mali
34) Palestinian Territories
35) United Arab Emirates
36) Mauritania
37) China
38) Kuwait
39) Kazakhstan
40) Malaysia
41) Bahrain
42) Comoros
43) Kenya
44) Morocco
45) Tajikistan
46) Djibouti
47) Indonesia
48) Bangladesh
49) Tanzania
50) Niger
Read more at http://www.wnd.com/2014/01/top-50-list-of-christian-persecutors/#6Mybo4U8aGF8RL35.99

Padre fala de injustiça social na homilia – Mas não foi dessa Injustiça Social

01/10/2013

539766_10151883820039814_244458246_n

O silêncio da CNBdoB e do Vaticano sobre o genocídio diário e interminável de cristãos no Século XXI

A perseguição ao cristianismo nos países islâmicos.

“Em outubro de 2012 o último cristão na cidade de Homs, que tinha uma população cristã de cerca de 80.000 antes da chegada dos jihadistas, foi assassinado. Uma adolescente síria disse: “Fugimos porque estavam tentando nos matar… porque somos cristãos… Nossos vizinhos se viraram contra nós. No fim, quando fugimos, fomos pelas sacadas. Sequer ousamos sair na rua em frente à nossa casa”.”

http://juliosevero.blogspot.com.br/2013/05/o-exodo-em-massa-de-cristaos-do-mundo.html

A Matança (Genocídio) de Cristãos na Nigéria e o Silêncio da CNBB e do Vaticano

16/09/2013

Extremistas muçulmanos recebem 98 reais por cada cristão morto.

Boko Haram faz Nigéria ser o país com maior índice de cristãos martirizados este ano, por Jarbas Aragão

   Quanto vale a vida de um cristão?

Na Nigéria, muçulmanos pagam aos membros do Boko Haram, em média, 7. 000 nairas por cada cristão morto. Quantia que equivale a 98 reais no câmbio atual. O grupo cristão Jubilee Campaign têm feito graves denúncias sobre isso ao governo nigeriano, Mas o próprio presidente admitiu que não consegue controlar o exército do Boko Haram, o qual é sustentado e equipado pela Al-Qaeda.

boko-haram-266x200

Seu desejo manifesto é estabelecer um Estado Islâmico, governado pela sharia, em um país onde quase 50% da população professa a fé cristã. A região norte hoje é quase totalmente controlada pelos extremistas e onde ocorre a maioria dos assassinatos e ataques a igrejas. Embora recentemente a atenção da mídia esteja voltada para o massacre de cristãos na Síria, os números são imprecisos.

A rede de TV muçulmana Al Jazeera entrevistou recentemente Ibrahim Mohammed, um soldado do Boko Haram que está preso. Ele foi enfático: “Nós escolhemos pegar em armas contra as pessoas que não querem a sharia. Deus me pediu que lutássemos [contra elas]”. O repórter questionou sobre os outros muçulmanos e as crianças que acabaram mortas durante os ataques.

“Quem morre sendo inocente, não tem com o que se preocupar. Além disso, nós somos perdoados por Deus, pois é uma guerra santa [jihad]“. Massimo Introvigne, coordenador do Observatório da Liberdade Religiosa na Itália chamou atenção do mundo para essa situação no final do ano passado. “Estima-se que em 2012 morreram 105 mil cristãos por motivos religioso.

Ou seja, um morto a cada 5 minutos”, disse. Professor de sociologia e pesquisador do Vaticano, Introvigne explica que são tanto evangélicos, quanto católicos, ortodoxos e coptas. Para ele, as áreas de maior risco são as que possuem grupos muçulmanos jihadistas, que desejam implantar as leis islâmicas.

“As zonas de risco são muitas, mas podemos identificar basicamente três países onde é consequência do fundamentalismo islâmico: Nigéria, Somália, Mali”, disse.

O direito de praticar livremente a própria religião é um dos direitos fundamentais, reconhecido no artigo 18 da Declaração Universal dos Direitos Humanos. Reconhecidamente é impossível uma estimativa precisa do martírio. Contudo, a ONG World Watch Monitor, que luta pelos direitos humanos, afirma que metade das pessoas mortas por motivos religiosos este ano viviam na Nigéria.

Com informações de Jubile e Campaign, Christianity Today e AINA

Sem arrudeios – Obama arma e financia terroristas que matam cristãos

18/07/2013

1069125_568812376493119_282993328_n