Posts Tagged ‘farcs’

22 de Março de 2014 – Marcha da Família com Deus pela Liberdade, e, contra o Comunismo ateu do PT-Fidel-Raúl-Farcs-Maduro

20/03/2014

DROGA MATA – NÃO VOTE PT OS DEMOCRATAS SAEM DO ARMÁRIO – NADA DE DITADURA COMUNISTA CHAVISTA NO BRASILA ESQUERDA PERDEU DEFINITIVAMENTE O MONOPÓLIO DAS RUAS – PELA PRIMEIRA VEZ, OS MILITARES DO BRASIL SÃO DEFENDIDOS PUBLICAMENTE. É UMA MUDANÇA HISTÓRICA – NÃO ACEITAREMOS MAIS MENTIRAS NA IMPRENSA E NAS ESCOLAS SOBRE OS MILITARES!

1513713_683277275044834_1775112612_n

oito marcha

marcha sete

1972544_220670264799728_446311946_n

1795547_220671191466302_2068139459_n

.1743664_859990374027516_429634379_n

PRAÇA DA SÉ 22 DE MARÇO DE 2014

SUCESSO. No Rio de Janeiro compareceram pouco mais de 400 pessoas, em São Paulo a concentração foi bem maior, pouco mais de 1000 patriotas. Há pelo menos dois meses que a mídia e partidos de esquerda tentam intimidar, ridicularizar e assustar a sociedade para que ninguém fosse às ruas. Ninguém sensato pode considerar as manifestações um fracasso. A direita está começando a se mobilizar agora, pela primeira vez foi-se ás ruas para uma manifestação contra a esquerda, que têm o governo e já é hegemônica há pelo menos uma década. Agora que sabemos que é possivel uma mobilização. Deve-se partir para a organização, para a centralização e foco nos pontos mais importantes…

– Parabéns  pelo video de Araguaiana na Marcha da Família

Araguaína – 13ª Delegacia do Serviço Militar da 7ª C S M

RUA DAS MANGUEIRAS Nº 1090 – Centro

22 DE MARÇO –  15 HORAS — PRAÇA DA REPÚBLICA – São Paulo-SP RUMO A PRAÇA DA SÉ

Marcha da Família

MANIF POUR TOUS AU BRÉSIL

1148856_227170924150552_1190935812_n

Belo Horizonte

bh marcha

1921983_603427583061127_635566692_n

RIO DE JANEIRO

1911874_545769475531253_663197836_n

“””’Gente, que emoção! A Marcha foi linda!! O pessoal arrasou em tudo!! A Cristina, A Isabella, o Bruno, Plinio, Ana Paula, todos que vem trabalhando para a mudança desse país!!!

O pessoal da Revoltados on line, da Intervenção Militar já, da OCC, da CCC, da Resistência nacionalista, Ordem Dourada do Brasil grupos e mais grupos como o do General Heleno e família Bolsonaro e todos os outros que não me lembro agora, estou com lagrimas nos olhos e sentindo que SIM, DEUS ESTA CONOSCO!!

A PM que fez um trabalho impecável (MARAVILHOSOS, O POVO ORDEIRO CAMINHA COM VOCÊS), A igreja católica e as evangélicas unidas na mesma passeata para o nosso Brasil!! Não existe emoção maior!! Agora rumo ao dia 31!!”‘

10001284_10152025293921638_2082611347_n

MARCHA DA FAMÍLIA  IMAGENS

rt cinco

4444444412

foto marcha tres

1503997_859970940696126_1406869029_n

1511578_635398439867382_2106393704_n

bolsonaro marcha

marcha quatro

1531736_825582120801856_1198261107_n

CAMPO GRANDE-MS

640x480-08961a2fbc9ddb593bf32e17ac75cf8a

marcha dois

Marcha da Família

1901230_859943297365557_701595836_n

1382336_819217841439109_1197518078_n

MARCHA DA FAMÍLIA

MENSAGEM DOS ORGANIZADORES

59786_643517232384389_1590964786_n

TOTAL APOIO DA PM À MARCHA DA FAMÍLIA

983575_802022749826512_823556808_n

 

ESTAMOS JUNTOS *MARCHA DAS FAMÍLIAS COM DEUS*

 

1900178_1399644206972972_670697274_n

1959971_672118156215613_1951971318_n

VENEZUELA COMUNISTA HOJE

SOS VENEZUELA

MARCHA DA FAMÍLIA COM DEUS Pela Liberdade

22 DE MARÇO –  15 HORAS — PRAÇA DA REPÚBLICA – São Paulo-SP

Segurança 100% – A Marcha será aberta pelo Pelotão de Choque, ROCAN, PM, Guarda Municipal e Bombeiros, 7º Batalhão para acompanhar e Marcha, e a PM informou que vai disponibilizar mais batalhões.

Portanto não haverá vandalismo e nada que possa impedir o povo de ir as ruas e manifestar sua indignação com esse governo corrupto e que só promete mas não faz nada pelo Brasil.

Vamos protestar contra o MARCO CIVIL INTERNET, ABSOLVIÇÃO DOS MENSALEIROS, ESCÂNDALO DA PETROBRAS, doutrinação ideológica nas escolas e no ENEM, aparelhamento do setor público pelo PT,  Apoio à Venezuela e Cuba, anistia da dívida de ditadores africanos, Foro de São Paulo, comunização da América Latina, invasão de fazendas, desprezo pela propriedade privada,  VOLTA DA PEC 37 COM OUTRO NOME PARA ENGANAR O POVO,

E TUDO MAIS QUE VOCÊ ESTIVER DESCONTENTE COM ESSE DESGOVERNO.

1978899_10200745098668446_1326467431_n

Contra o Desarmamento do Cidadão de Bem, da defesa de bandidos pelo governo

Contra a  doutrinação gay nas cartilhas e na TV, contra a PLC-122

CONTRA AS MENTIRAS QUE CONTAM AOS ALUNOS NAS ESCOLAS SOBRE O MOVIMENTO PATRIÓTICO DE 31 DE MARÇO DE 1964.

É a hora do brasileiro ir as ruas sem manipulação e com toda segurança possível. LEVE SUA FAMÍLIA E PROTESTE. NÃO QUEREMOS QUE O BRASIL VIRE UMA VENEZUELA GOVERNADA POR CUBA.

1966900_735801746444269_1756641514_n

1912233_436071703194649_483385621_n

1800395_495054430604547_269847804_n

VENEZUELA COMUNISTA

BjIx-fkCQAAxXin

558761_10153946241420311_1303773027_n

VENEZUELA COMUNISTA

BjM_-XMCEAAfOkI

61747_10200745097748423_1474181263_n

VENEZUELA COMUNISTA

BjMviEICIAAtFfk

1978899_10200745098668446_1326467431_n

 –

Hora de rever conceitos….

LEIAM…

Ao ver a foto das jovens aspirantes já com o uniforme branco, uma delas escreveu um dos textos mais coerentes dos últimos tempos. Ele não é sobre a Marinha, mas sim sobre o Brasil. Com a permissão da autora, Carla Andrade, publicamos o texto:

1486682_641459532570121_535752775_n
De todas as transformações que o nosso país enfrenta, não tenho dúvida que a pior delas é inversão de valores.
Não estou falando dos atores, mas da plateia.
Quem determina o sucesso de um espetáculo é o público. Por melhor que sejam os atores e o enredo, se o público não aplaudir, a turnê acaba.
Nós somos a sociedade, nós somos a plateia, nós dizemos qual o espetáculo deve acabar e qual precisa continuar.
Se nós estamos aplaudindo coisas erradas, se damos ibope a pessoas erradas, de que estamos reclamando afinal?
Somos nós que consumimos notícias de arruaceiros que ganham mesada para depredar o nosso patrimônio.
Somos nós que damos trela para beijaços, topless e toda a sorte de falta de educação deste Big Brother e os seus heróis e histéricos performáticos que querem seus minutos de fama.
Quando fazemos isso, estamos dando-lhes valores que não têm. Estamos dando-lhes atenção. Estamos dedicando-lhes o nosso precioso tempo.
Passou da hora de dar um basta nisso!
Por que os nossos jornais estão recheados de funkeiros ao invés de medalhistas olímpicos do conhecimento?
Por que vende-se mais jornal com notícia de um funkeiro que largou a escola por já estar milionário, do que de um aluno brilhante que supera até seus professores?
Por que um evento histórico para o Brasil como o ingresso da primeira turma feminina da Escola Naval não é noticiado?
Por que um monte de alienadas com peitos de fora, merecem mais as manchetes do que as brilhantes alunas, que conquistaram as primeiras 12 vagas, da mais antiga instituição de ensino superior do Brasil?
Por que nós continuamos aplaudindo a barbárie, se ainda temos valores?
O país não mudará se nós não mudarmos o foco!
Os políticos não mudarão se nós não refletirmos a sociedade que queremos!
Já passou da hora de nos posicionarmos!
Ostracismo a quem não merece a nossa atenção e aplausos para quem faz por merecer.
Merecer! Precisamos devolver essa palavra para o nosso dicionário cotidiano.
Meu coração ao olhar essa foto hoje, se divide em vários sentimentos distintos.
Muito orgulho de ser mulher e me ver representada por essas guerreiras.
Elas não estão fazendo arruaça pleiteando igualdade. Elas conquistaram a igualdade estudando e ralando muito.
Elas tiveram que carregar na mão as suas malas pesadas no dia que entraram na Escola Naval. Não puderam puxar na rodinha não! Tiveram que carregar na mão igual aos aspirantes masculinos.
Elas foram e fizeram.
Sentimos uma certa revolta e constrangimento ao ver a essas mulheres semi nuas falando bobagens e se insinuando o tempo todo
como se em cio estivessem sendo anunciadas o tempo todo pelo apresentador como heroínas.Que desonra a esta palavra.
Estariam dispostas morrer como heroínas pelo nosso País se fosse necessário?”

Parabéns Primeira Turma Feminina da Escola Naval de 2014.

Chávez, Farcs e o tráfico internacional de drogas

14/02/2013

Estão claras as ligações do Regime Bolivariano com o tráfico de drogas internacional.

Não é novidade, haja vista que o cão Chávez é aliado das FARCS (guerrilha narco-marxista) em suas pretensões estratégicas e políticas.

O vídeo abaixo mostra as tramas do Governo de Chávez com o tráfico de drogas dentro da América Latina.

Álvaro Uribe Vélez lança livro de memórias que conta de seu sucesso contra as Farc apoiadas pelo PT

13/10/2012

http://cnnespanol.cnn.com/2012/10/11/alvaro-uribe-el-modelo-chavez-es-contrario-a-las-libertades-y-al-estado-de-derecho/?iref=allsearch

Hugo Chávez Frias, amigo de Lula, também é amigo de traficantes (Farcs) e assassinos (Farcs e ETA)

05/10/2012

El líder del grupo paramilitar venezolano, partidario de Chávez, asegura que son «aliados políticos» de ETA y de las FARC

El venezolano Alberto «Chino» Carías, jefe del Movimiento Revolucionario Tupac Amaru (MRTA) -mejor conocidos como «Tupamaros», uno de los comandos armados chavistas-, recibe a ABC en su oficina de la Comisión Permanente de Ciencia y Tecnología e Innovación.
Desde el séptimo piso del edificio administrativo de la Asamblea Nacional da instrucciones sobre las armas y municiones que llevarán el próximo domingo, jornada electoral en Venezuela.

Al líder del comando de la barriada caraqueña «23 de Enero», de 56 años, le gusta llevar el pelo engominado, pendiente en la oreja izquierda y el «666» tatuado en el cuello. Se presenta como un «código naranja» de la policía internacional porque lo detienen en los aeropuertos europeos desde que salió en el documental y el libro «El Palestino», del español Antonio Salas. En ellos hablaba de los entrenamientos de etarras con los guerrilleros de las FARC y sus presuntos vínculos con organizaciones terroristas.

-¿Cómo ve las presidenciales?

-Históricas porque después de cincuenta años de lucha se enfrentan dos tendencias: la de la oscuridad representada por la burguesía venezolana, que simboliza la familia israelí de Henrique Capriles Radonski, y la de claridad, transparencia, cristiana y socialista que representa Hugo Chávez.

-¿Qué planes tiene para ese día?

-Vamos a dar la pelea apostando por la paz y la democracia para que no se rompa el hilo constitucional. Tenemos todos los elementos políticos y la logística a nuestro favor.

-¿El presidente Hugo Chávez ha dicho que reconocerá los resultados?

-Exactamente, porque Chávez ganará; pero si la oposición lo desconoce y llama a las guarimbas (focos de violencia) a partir de las 16:00 horas, nos vamos a enfrentar a ellas.

-¿Cómo lo harán?

-Con plomo. Será un hervidero. Estamos preparados y bien armados. Vamos en moto, coche o a pie. Y si vemos agitación en la calle, nos ponemos la capucha y sacamos las armas.

-¿Cómo hicieron la semana pasada en Barinitas, donde mataron a tres activistas de Henrique Capriles?

-En toda guerra hay muertos.

-¿Cuántos lleva usted encima?

-No llevo la cuenta. Dicen que después de diez muertos ya no se siente ningún remordimiento.

-¿Y si gana la oposición?

-Nunca. La oposición no va a ganar. Eso es muy remoto, un sueño irreal.

-¿Qué van a hacer si la autoridad electoral declara ganador a Capriles?

-Nos pasamos a la resistencia activa. Hemos activado todas las células para denunciar a la extrema derecha. Un gobierno de Capriles tendría al pueblo agitado y movilizado. Eso nos lo enseñó Chávez.

-¿Cuál es su vínculo con el terrorista venezolano «Carlos» Ilich Ramírez, preso en Francia?

-Tenemos contacto t elefónico.

-¿Y sus vínculos con ETA?

-Somos aliados políticos de ETA y las FARC, no voy a dar más detalles por el mal antecedente que tuvimos con el español «El Palestino», que se infiltró en nuestra organización y grabó nuestras actividades con cámara oculta sin decir que era un periodista.

-¿Quién les financia?

-Es un secreto militar.

-¿Cuántos miembros tienen los «Tupamaros»?

-Es un secreto militar. Tenemos células en toda Venezuela.

-¿Cómo se define?

-Como un guerrillero marxista leninista. Somos vigilantes revolucionarios armados. Si hay algún intento de golpe los sacaremos a fuego y plomo como lo hicimos en abril de 2002.

http://www.abc.es/20121004/internacional/abci-plomo-chavez-capriles-201210041155.html

Entrevista de Álvaro Uribe Vélez a Graça Salgueiro. Ex-presidente da Colômbia é sucesso no Twitter

05/10/2012

As Farcs, guerrilha assassina e traficante de droga da Colômbia, financia o PT e o Foro de São Paulo

08/09/2012

DILMA A GUERRILHEIRA APOIA AS FARCs.

=

=

“TENHO AS PROVAS DA CONEXÃO ENTRE O ETA, FARC E VENEZUELA!”. REPORTAGEM DE JORNAL ESPANHOL EXPLODE COMO UMA BOMBA NO COLO DE CHÁVEZ!

Major Milton Revilla Soto recebe o abraço de Chávez. Depois que denunciou o narco-terrorismo foi preso.

Este é o texto incial, em tradução livre do espanhol, da reportagem especial da jornalista venezuelana Ludmila Vinogradoff,  correspondente do diário espanhol ABC, sobre o caso do major Milton Revilla Soto, que se encontra detido numa prisão militar por ordens do governo de Chávez, por ter agido contra o narco-terrorismo das FARC em conexão com o governo chavista. Ao final o link para leitura completa. Leiam: O oficial venezuelano Milton Revilla Soto, major reformado do Exército, é a única “testemunha sob proteção” da Audiência Nacional da Espanha, que tem os elementos para provar a conexão entre a ETA, as FARC e o governo do caudilho Hugo Chávez.

Entretanto não pode dar seu testemunho porque seus próprios companheiros de armas e grupos econômicos pretendem silenciá-lo. Sua história está bem documentada. Começou quando teve que “atender” em setembro de 2000, quatro dias depois de haver sido designado comandante da Base de Proteção Fronteiriça (BPF), também conhecida como Teatro de Operações nº 2 (TO2), o setor de Catatumbo do Estado de Zulia, fronteira com a Colombia, a um grupo de etarras encabeçado por Arturo Cubillas, acusado de pertencer à ETA e atualmdente chefe de segurança do Ministério de Agricultura da Venezuela. O grupo ia receber treinamento da guerrilha colombiana. Sua surpresa foi grande quando recebeu uma carta do guerrilheiro colombiano Rubén Zamora, comandante da frente 33 do grupo narco-tgerrorista FARC, que operava no Rio de Oro, em território venezuelano. Zamora lhe dava as boas-vindas com estas palavras: “Igualdade na luta bolivariana pela liberdade dos povos“. Revilla descobriu que o chefe guerrilheiro colombiano utilizava o TO2 para o trânsito de pessoas, alimentos e combustíveis até seu acampamento que estava situado na zona venezuelana. Para por a coisas em seu lugar começou ou a apreender materiais para processar cocaína e dinheiro em espécie para pagar os cocaleiros. Também desmantelou três laboratórios de cocaína instalados em território venezuelano. Estas medidas desagradaram a Divisão de Inteligência Militar (DIM) que decidiu tirar Revilla dali. A unidade militar foi desmantelada. Mas em fevereiro de 2002 o designaram como segundo comandante às ordens do general Wilfrito Cruz Weffer, quando se produz a segunda visita que faz Cubillas com outros etarras ao acampamento guerrilheiro da Frente 33 das FARC. Em suas declarações exclusivas ao jornal ABC, Revilla conta o drama que tem vivido desde que viu os etarras e os guerrilheiros e por cumprir seu dever de denunciar o terrorismo.
Na entrevista, o militar afirma: “Tenho as provas da conexão entre ETA, FARC e Venezuela”. EN ESPAÑOL – El oficial venezolano Milton Revilla Soto, mayor retirado del Ejército, es el único «testigo protegido»  de la  Audiencia Nacional de España, que tiene la clave para probar la conexión entre ETA, las FARC y el gobierno de Chávez. No ha podido dar su testimonio y presentar pruebas ante los tribunales  españoles  porque sus propios compañeros de armas y grupos económicos  pretenden silenciarlo. Su historia está bien documentada desde que tuvo  que «atender» en septiembre de 2000, cuatro días después de haber sido  designado comandante de la Base de Protección Fronteriza (BPF), también  conocida como Teatro de Operaciones Nº 2 (TO2), sector del Catatumbo del Estado de Zulia, fronterizo con Colombia, a un grupo de etarras  encabezado por Arturo Cubillas, acusado de pertenecer a ETA y actualmente jefe de seguridad del Ministerio de Agricultura de Venezuela.
El grupo iba a recibir entrenamiento de la guerrilla colombiana.

Su sorpresa fue mayúscula cuando recibió una carta del guerrillero colombiano Rubén Zamora, comandante del frente 33 de las Fuerzas Armadas Revolucionarias de Colombia (FARC) que operaba en Río de Oro  en territorio venezolano. Zamora le daba la  bienvenida con estas palabras: «Igualdad en la lucha bolivariana por la  libertad de los pueblos». Revilla descubrió que el jefe guerrillero  colombiano utilizaba el TO2 para el tránsito de personas, alimentos y  combustibles hacia su campamento que estaba situado en la zona  venezolana. Para poner las cosas en su sitio comenzó a decomisar  materiales  para procesar cocaína y dinero en efectivo para pagar a los  cocaleros. También desmanteló tres laboratorios instalados en territorio venezolano.
Estas medidas molestaron a la División de Inteligencia Militar (DIM) y  decidieron sacar a Revilla de allí. La unidad militar fue desmantelada.  Pero en febrero de 2002 lo designaron como segundo comandante a las  órdenes del general Wilfrido Cruz Weffer, cuando se produce la segunda  visita que hace Cubillas con otros etarras al campamento guerrillero del Frente 33 de las FARC. En sus declaraciones exclusivas a ABC, Revilla  cuenta el drama que ha vivido desde que vio a los etarras y a los  guerrilleros, por cumplir con su deber de denunciar el terrorismo.

O que diz o lap top do finado AlfonsoCano sobre a ligação FARC-PT, aguardem

13/11/2011

http://www.noticias24.com/internacionales/noticia/8156/fiscalia-de-colombia-revelara-la-informacion-encontrada-en-los-computadores-de-alfonso-cano/

video do exército colombiano matando o vagabundo mono jojoy

24/09/2010

http://www.youtube.com/watch?v=XGJScXo9AWQ&feature=player_embedded#at=12

=

GERARDO AGUILAR RAMIREZ: Mais um comandante das FARCs condenado por tráfico internacional de drogas nos EUA: “César” pegou 27 anos de cadeia

23/07/2010

Mais um das farc condenado por tráfico:

http://www.justice.gov/dea/pubs/states/newsrel/2010/nyc072210.html

News Release

FOR IMMEDIATE RELEASE
July 22, 2010
Erin Mulvey
Public Information Officer
1-212 337-2906

Top FARC Commander Sentenced To 27 Years In Prison For Conspiring To Import Tons Of Cocaine Into The United States

JUL 22 — (Manhattan, NY) – JOHN P. GILBRIDE, the Special Agent-in-Charge of the Drug Enforcement Administration’s New York Field Division (“DEA”) and PREET BHARARA, the United States Attorney for the Southern District of New York, and, announced that:

GERARDO AGUILAR RAMIREZ, a/k/a “Cesar,” a former front commander in the Fuerzas Armadas Revolucionarias de Colombia (Revolutionary Armed Forces of Colombia, or “FARC”), was sentenced today to 27 years in prison for conspiring to import ton-quantities of cocaine into the United States.

The FARC — which has been designated by the U.S. State Department as a Foreign Terrorist Organization – is Colombia’s main leftist rebel group and is the world’s leading cocaine manufacturer, responsible for the production of nearly two-thirds of the cocaine imported into the United States.

AGUILAR RAMIREZ was sentenced by United States District Judge THOMAS F. HOGAN in District of Columbia federal court.

DEA Special Agent-in-Charge JOHN P. GILBRIDE stated: “Gerardo Aguilar Ramirez conspired to manufacture and distribute thousands of kilograms of cocaine in the United States to fuel the FARC’s narco-terrorist mission.

Ramirez violently commanded the 1st Front for over 10 years until his arrest and today he has been sentenced and will pay for his crimes against American and Colombian citizens who have seen the damages of cocaine trafficking and abuse throughout both our nations. I commend the diligent and brave work of the U.S. Attorney’s Office for the Southern District of New York, the Organized Crime Strike Force, DEA’s Bogota Country Office, and the Colombian government.”

According to the Superseding Indictment filed in District of Columbia federal court, other documents filed in this case, and statements made in court:

The FARC, which occupies large swaths of territory in Colombia, is a hierarchical organization which, at its height during the time of the conspiracy, was comprised of 12,000 to 18,000 members. At the lowest level, the FARC is made up of 77 distinct military units, called Fronts, organized by geographical location. These in turn are grouped into seven “blocs.”

AGUILAR RAMIREZ was the commander of the FARC’s 1 st Front and was ultimately responsible for all of that Front’s criminal activities. Among other things, AGUILAR RAMIREZ conspired with others to manufacture and distribute thousands of tons of cocaine in Colombia, with the knowledge and intent that such cocaine would be imported into the United States.

In late 2001 or early 2002, the FARC leadership, including AGUILAR RAMIREZ, participated in a meeting in which they further resolved, among other things, to: increase cocaine trafficking routes overseas, including to the United States; establish better ways to exchange cocaine and cocaine paste for weapons; and to pay more to campesinos for cocaine paste.

AGUILAR RAMIREZ was captured on July 2, 2008, while holding three American hostages – KEITH STANSELL, THOMAS HOWES, and MARC GONSALVES. These three men, and United States citizen TOM JANIS, were captured by the FARC in February 2003, after their plane crashed in FARC-occupied territory in the Colombian jungle. JANIS was executed, and the remaining three men were held hostage by the FARC for over five years until they, and several Colombian hostages, were freed in a Colombian military operation on the date of AGUILAR RAMIREZ’s capture. Subsequently, on July 16, 2009, AGUILAR RAMIREZ, 50, was extradited to the United States.

AGUILAR RAMIREZ was originally charged in a hostage-taking conspiracy as well as a narcotics importation conspiracy, but the Colombian Supreme Court approved AGUILAR RAMIREZ’s extradition on narcotics charges only.

On December 16, 2009, during his guilty plea proceeding, AGUILAR RAMIREZ acknowledged that from approximately 1998 through July 2, 2008, he was the commander of the 1 Front st of the FARC and that he led and directed other members of the 1 st Front in the manufacture and distribution of ton quantities of cocaine, knowing and intending that the cocaine would be imported into the United States.

Manhattan U.S. Attorney PREET BHARARA stated: “Today, Gerardo Aguilar Ramirez — a FARC commander and cocaine kingpin — was brought to justice for his role in leading the FARC’s worldwide cocaine empire. The incarceration of narco-terrorists like Aguilar Ramirez helps to choke the international drug trade. This Office will continue to work with our partners at the DEA to incapacitate dangerous narco-terrorists who seek to pour drugs into the United States.”

The investigation resulting in these charges was led by the United States Attorney’s Office for the Southern District of New York, working with the New York Organized Crime Drug Enforcement Strike Force (which consists of agents and officers from the DEA, the New York City Police Department, the United States Internal Revenue Service Criminal Investigation Division, the Department of Homeland Security’s Bureau of Immigration and Customs Enforcement, the Federal Bureau of Investigation, and the New York State Police) and the DEA’s Bogota, Colombia, Country Office.

The investigation, conducted under the auspices of the Department of Justice’s Organized Crime Drug Enforcement Task Force Program, involved unprecedented cooperation from the Colombian government. Mr. BHARARA praised all the law enforcement partners involved in the investigation, and thanked the Department of Justice Criminal Division’s Office of International Affairs, as well as Criminal Division’s Narcotic and Dangerous Drug Section attachés in Bogota for their involvement in the extradition process.

This case is being prosecuted in the District of Columbia by the United States Attorney’s Office for the Southern District of New York. Special Assistant United States Attorneys PABLO QUIÑONES and RANDALL JACKSON, of the Office’s Terrorism and International Narcotics Unit, are in charge of the prosecution.

histórico EDITORIAL DO the WASHINGTON POST PEDINDO AÇÃO DE OBAMA CONTRA O EIXO CHÁVEZ-FARC lula fidel farcs

01/08/2009

Rockets for Terrorists

Will there be any consequence for Venezuela’s material support for Colombian insurgents?

Friday, July 31, 2009

WHEN THE Colombian government last year unveiled extensive evidence that the government of Venezuela had collaborated with a Colombian rebel movement known for terrorism and drug trafficking, other Latin American governments and the United States mostly chose to look the other way. The evidence was contained on laptops captured in a controversial raid by the Colombian army on a guerrilla base in Ecuador. Venezuelan President Hugo Chávez denounced the e-mails and documents as forgeries, and the potential consequences of concluding that Venezuela was supporting a terrorist organization against a democratic government — which could include mandatory U.S. sanctions and referral to the U.N. Security Council — were more than the Bush administration was prepared to contemplate.

Now Colombia has made public evidence that will be even more difficult to ignore. In a raid on a camp of the Revolutionary Armed Forces of Columbia (FARC), a group officially designated a terrorist organization by the United States and the European Union, Colombian forces captured sophisticated, Swedish-produced antitank rockets. A Swedish investigation confirmed that they were originally sold to the Venezuelan army by the arms manufacturer Saab. What’s more, FARC e-mails from the laptops captured in Ecuador appear to refer to the weapons; in one, a FARC operative in Caracas reports discussing delivery of the arms in a 2007 meeting with two top Venezuelan generals, including the director of military intelligence, Hugo Armando Carvajal Barrios.

Colombia privately asked Mr. Chávez’s government for an explanation of the rockets several months ago; Sweden is now asking as well. But the only response has been public bluster by the Venezuelan caudillo, who on Tuesday withdrew his ambassador from Colombia and threatened to close the border to trade. If he follows through, U.S. drug authorities may well be pleased: A report released last week by the U.S. Government Accountability Office said Venezuela had created a “permissive environment” for FARC that had allowed the group to massively increase its cocaine smuggling across that border. “By allowing illegal armed groups to elude capture and by providing material support, Venezuela has extended a lifeline to Colombian illegal armed groups, and their continued existence endangers Colombian security gains achieved with U.S. assistance,” the GAO reported.

This all sounds an awful lot like material support for terrorism — which raises the question of whether the State Department will look again at whether Mr. Chávez’s government or its top officials belong on its list of state sponsors of terrorism. The Bush administration’s Treasury Department last year imposed sanctions on Gen. Carvajal and several other officials for supporting the FARC’s drug trafficking. But that hardly covers the supply of antitank rockets to a designated terrorist organization. At the moment, the State Department is busy applying sanctions to members of Honduras’s de facto government, which is guilty of deposing one of Mr. Chávez’s clients and would-be emulators. Perhaps soon it can turn its attention to those in the hemisphere who have been caught trying to overturn a democratic government by supplying terrorists with advanced weapons.