Posts Tagged ‘Brasil do PT’

Video Youtube ÍNDIO atira em BRANCO policial CADÊ OS DIREITOS HUMANOS DE NÓS BRANCOS?

08/08/2013

Índio atira em branco policial

CADE OS DIREITOS HUMANOS DE NÓS BRANCOS?

Gravação mostra índio atirando contra policiais em confronto

Enviado por Correio do Estado

Um indígena aparece atirando contra a polícia no conflito que durou oito horas e terminou com a morte de Oziel Gabriel, de 35 anos, ontem (30), na Fazenda Buriti, em Sidrolândia (MS).

Comentários

Sergio Fenelon – 07/08/2013 14:36

Desde meu tempo de criança que os fazendeiros já trabalhavam as terras enquanto os índios nada queriam, era só dormir, beber e nada mais. As terras pertencem aos BRASILEIROS e devem ser para aqueles que produzem e geram riquezas para o BRASIL e para seu povo e hoje podemos constatar que somente os agricultores e pecuaristas o fazem. 

http://www.correiodoestado.com.br/servicos/videos/ver-video/?vi_id=212

7 de setembro e Rock in Rio – TERRORISTAS DISFARÇADOS NO MEIO DOS MANIFESTANTES PARA IMPLANTAR A VIOLÊNCIA E O MEDO.

07/08/2013

A Revista Época desta semana descobriu que os bandoleiros de esquerda treinam no Mato Grosso com delinquentes do MST, dissidentes das Farc e remanescentes dos Tupamaros e COB. Eles se preparam para meter fogo com bombas molotov no desfile do dia 7 e no Rock in Rio.

Primeiro, a ONG Defensoria Social espalhou voluntários pelo país para defender manifestantes presos por vandalismo. Agora, os anarquistas também recebem treinamento de instrutores experientes. Nos fins de semana, os jovens se reúnem em cidades de Mato Grosso para fazer coquetel molotov e escudo de madeirite e produzir líquidos que anulam o efeito do gás lacrimogêneo.

Nesses encontros, eles escolhem bancos e empresas multinacionais como alvos de depredação. Participam dessas reuniões os anarquistas, alguns dos grupos Anonymous, (Com excessão do AnonymousBrasil), Anarcopunk e Acción Directa, ex-militantes do MST, alguns dissidentes das Farc e remanescentes da guerrilha uruguaia Tupamaros e da Central Operária Boliviana. Os próximos atos de vandalismo como ação política estão previstos para o desfile de 7 de setembro e o Rock in Rio.

1003504_286684964805343_257810479_n

“… em primeiro lugar, escreveu o psicopata Carlos Marighela, o guerrilheiro urbano precisa usar a violência revolucionária para identificar-se com causas populares e assim conseguir uma base popular. Depois: O governo não tem alternativa exceto intensificar a repressão. As batidas policiais, busca em residências, prisões de pessoas inocentes tornam a vida na cidade insuportável. O sentimento geral é de que o governo é injusto, incapaz de solucionar problemas, e recorre pura e simplesmente à liquidação física de seus opositores.”

Ricardo Ricardo