Posts Tagged ‘bolsa família’

Este não é um Blog sobre Bandidos – Não é um blog sobre Crimes – É um blog sobre o PT, o que dá no mesmo!

12/04/2014

ROLEZINHO DO SEXO:
Qual será a próxima invenção da geração PT?
Vejam a nova modalidade da turma: Rolezinho do sexo!
Isso mesmo: a garotada “mata” aula e vai para o parque fumar maconha, cheirar cola, e transar.
Tudo devidamente combinado pelas redes sociais, e com o conhecimento das autoridades.
Alguns até ajudam distribuindo preservativos:
 http://goo.gl/oSo6Tb

CRIME DO PT: SOLTARAM A LÍNGUA:

10153748_765323503479817_933462241_n

ETA CRIATIVIDADE PARA O CRIME:

10174962_480246125410719_6448206581088291875_n

1622648_632621330141699_1444421666539128992_n

10169223_552911111488903_7667111352002839922_n

1483313_307258219425957_3270577546711082892_n

10150740_540248016087471_1224356025351525755_n

1620774_1441244846120019_3489455378711787010_n

1969145_265232540316344_2290225191404410591_n

10152542_566086270156078_7503003548661613627_n

10153268_307322926083367_4454620967690868254_n

10246429_632131550190677_8433581574989374267_n

10247240_442313312569876_2140944138456150761_n

10169364_292968660868507_1924256555431829118_n

6aReuniaoEstadualdeSaoPaulo

Bolsa Família em Alagoas – Vamos trabalhar gente

05/11/2013

1436_335580336581671_708718694_n

Descendo a lenha no mal do século – O politicamente correto

02/11/2013
Pensando bem, ser “politicamente correto”, entre outras coisas, significa não mostrar os fatos como eles são, não “dar nomes aos bois”. Vamos a alguns exemplos: o programa Bolsa Família é inatacável. Nenhum político da situação ou da oposição tem a coragem de dizer o que ele é na realidade: um programa que acorrenta ao governo os miseráveis — a quem não se mostra uma saída — para que continuem pagando com o voto a esmola, benesse vendida como sendo do PT, quando é, na verdade, dos impostos, da sociedade.
Ninguém diz que o programa acorrenta os preguiçosos, pela falta de critério na concessão, estimulando a vadiagem, também ela presa eleitoralmente. Nenhum vagabundo, que busca religiosamente seu dinheirinho todo mês na Caixa Econômica, embora possa trabalhar para ganhá-lo honestamente, quer correr o risco de perder a mamata numa mudança de governo. Uma mudança pode redundar em um governo mais criterioso do que o atual (o que não é difícil), e numa revisão desse tipo de prodigalidade.
Prova incontestável, claríssima, de que falta cuidado na distribuição farta dessas bolsas: foram descobertos mais de 2 mil políticos com mandato (na maior parte, mas não na totalidade, vereadores) recebendo, descaradamente, a Bolsa Família, embora embolsassem os vencimentos de agentes políticos, que, sabemos, não são baixos.
Há um precedente aí, que não foi mencionado: quem se candidata a vereador e é eleito nunca é um marginalizado da sociedade, que necessita de assistência pública para a sobrevida. É alguém que tem liderança na sua comunidade, que tem recursos para uma campanha política — que sempre é cara —, que não precisa mendigar — ainda que dinheiro público — para sobreviver. Muito menos precisaria depois de eleito. Pela quantidade dessas concessões, dificilmente conseguirá uma oposição fazer pender a seu favor um prato da balança eleitoral.
Outro exemplo está nas ruas, em qualquer das últimas manifestações: seja numa greve justa de professores, seja num protesto contra um leilão de poços de petróleo. Infiltram-se nessas manifestações grupos constituídos da escória comportamental: vão ali para destruir tudo o que de útil encontram pela frente, desde uma singela lixeira de rua até carros policiais, passando por lojas de veículos, agências de bancos e carros da imprensa. São integrantes de partidos de extrema esquerda, componentes de movimentos sociais marginais como o MST, ladrões ou apenas baderneiros. O “politicamente correto” na imprensa os chama de “manifestantes” ou “ativistas”, quando, na verdade, são bandidos (que até as máscaras, símbolo secular da bandidagem, usam); o “politicamente correto” no governo impede que a polícia os combata com a devida energia (o que, como vemos, os estimula), em nome de uma falsa liberdade; o “politicamente correto” na própria polícia, sempre pressionada, faz com que os poucos presos sejam logo liberados sem maiores consequências (o que é mais um estímulo para o vandalismo). Não conheço nenhum país verdadeiramente civilizado que trate com tal condescendência uma marginalidade como essa que vemos, todos os dias, no noticiário.

Da série Passando raiva no Politicamente Correto

31/10/2013

303957_180799971999821_1547095689_n

Dilma e seu eleitor fiel:

06/09/2013

1235250_421389437965928_455113749_n

Como promover deliberadamente a Explosão Demográfica para aumentar a Desigualdade Social no Brasil

27/06/2013

581705_459620290789672_1791530143_n

Venham vocês do Bolsa Família que se venderam por um prato de comida – Venham defender Dilma-erda agora – Vão pra Rua pra apanhar

22/06/2013

00000000000000000000000000000000000bolsaaa

A Verdadeira Bolsa Família

11/06/2013

935279_365725143529485_1541595888_n

O Escândalo do Bolsa Família. O Escândalo do Bolsa Presidiário

28/05/2013

Olha prova aí.

Agora me digam se dá pra entender:

Quem não trabalha, ganha 852,00 e quem trabalha o mês inteiro ganha 658,00 fora os descontos.

Além disso, se um homem for preso porque matou um cara, sua esposa recebe 900,00 por mês, porque seu marido está preso e sem poder levar sustento pra casa, mas a esposa do assassinado não ganha nada.

E morto tem condições de levar algum sustento? Que país é esse?

Isso chama-se inversão de valores.

A Prova do crime de que não compensa trabalhar:

935279_365725143529485_1541595888_n

248130_452012104893894_1388522063_n

Lula Duas Caras: charlatão, mentiroso, asqueroso, ataca o que ele mesmo tinha dito contra o Bolsa-Família. Quem assistir isso e continuar votando nesse crápula, merece surra.

23/05/2013