Archive for the ‘nova ordem mundial – nova era’ Category

FIM DOS TEMPOS – Abortista dando aula em universidade cristã

25 de fevereiro de 2017

O Mackenzie e sua professora abortista

Julio Severo

A liberalização do aborto no Brasil foi discutida numa audiência no Senado Federal em 6 de agosto de 2015. Entre os debatedores estavam feministas pró-aborto.

A grande surpresa foi que o Senado fez a apresentação de uma delas como “Márcia Tiburi, professora de pós-graduação da Universidade Presbiteriana Mackenzie.” O Mackenzie é a instituição educacional calvinista mais elevada do Brasil.

A fala pró-aborto de Márcia, gravada pela TV Senado, começou dizendo que por onde viaja pelo Brasil todo em seu ativismo pró-aborto ela leva o nome Mackenzie com ela, frisando que ela não é a única no Mackenzie que é a favor do aborto. Para assistir à gravação da TV Senado, confira este link: https://youtu.be/DLxm7U0OEes

Na audiência, a professora do Mackenzie disse: “Vociferar contra o aborto é apenas um modo biopolítico de controlar a vida das mulheres… e sobretudo de angariar adeptos para causas autoritárias… O que se ganha e quem ganha com isso? Sacerdotes da fala antiabortista promovem o discurso com que se convencem as massas ignaras. Em um país de pessoas analfabetas, inclusive as mulheres, e de corrupção desmedida em termos morais, estão garantidos os votos, o dízimo e o consumo em geral. A legalização do aborto é portanto parte fundamental de um processo democrático socialmente responsável.”

Segundo o currículo dela, ela está ligada oficialmente ao Mackenzie desde 2008. Sua especialidade é dar aulas de filosofia e ética. Mas as palavras que ela vociferou contra a vida dos bebês em gestação no Senado demonstram exatamente o contrário: uma total falta de ética. Qualquer filosofia que despreza a vida mais inocente é um desprezo à própria ética.

Márcia, que em seu ativismo feminista pró-aborto é louvada até mesmo pelo Partido Comunista do Brasil, expõe sua falta de ética desde antes de 2008. Antes de se tornar professora do Mackenzie, ela defendeu o aborto no site oficial do Partido Comunista do Brasil. Se o contratante (Mackenzie-IPB) tivesse tido o cuidado de fazer uma averiguação básica, teria facilmente constatado, até mesmo por uma simples busca no Google, que estava contratando não uma simples e inocente professora, mas uma ativista radical sedenta do derramamento legal de sangue inocente.

Como, nesses 7 anos em que Márcia está no Mackenzie, não houve nenhum problema e escândalo? A contratada está diretamente ligada ao movimento de militância pró-aborto. O contratante está diretamente ligado à Igreja Presbiteriana do Brasil (IPB).

A mera presença de Márcia como professora numa universidade evangélica é vitória para os abortistas e derrota para os evangélicos, que deveriam evangelizar, não contratar, propagandistas de assassinatos de bebês.

Quando Márcia escolheu como designação no Senado “professora do Mackenzie,” fatalmente comprometeu a instituição, que, por ser abertamente confessional (Universidade PRESBITERIANA Mackenzie), escolheu contratar uma professora que é militante feminista pró-aborto. O caso não é que ela merece ser demitida do Mackenzie. Ela nunca mereceu ser contratada.

A culpa não é dos contratados. É dos contratantes que escolhem muito mal seus candidatos de emprego.

Se Silas Malafaia ou um televangelista neopentecostal tivesse cometido o erro de contratar uma ativista feminista pró-aborto para uma de suas instituições confessionais, é certeza que os auto-proclamados apologetas calvinistas (“defensores da fé” e da “Sola Theologia”) estariam matando a pauladas os condenados e mandando-os para os quintos dos infernos.

No caso do Mackenzie e sua professora abortista, todos os apologetas calvinistas estão envoltos num silêncio sepulcral, como se tivessem sob juramentos monásticos de nunca fazer cobranças da universidade presbiteriana. Nesse escândalo, nenhuma abortista, ou quem a contratou, vai ser “queimado” na fogueira da Santa Inquisição Calvinista. Se fosse Malafaia, ele já teria virado cinzas na estaca de condenação.

Apesar disso, o Mackenzie divulgou no mesmo dia uma nota oficial que declara:

Nota de esclarecimento

06/08/2015 Chancelaria Reitoria

Em 6 de agosto de 2015, o reitor da Universidade Presbiteriana Mackenzie emitiu uma nota lida na Comissão de Direitos Humanos do Senado pelo deputado Leonardo Quintão aos participantes do debate cujo tema versava sobre o aborto. Abaixo, a íntegra do texto:

Exmo. Deputado Leonardo Quintão,

A Universidade Presbiteriana Mackenzie, com base em seus princípios e valores, repudia qualquer ato de atentado à vida e afirma que as posições expostas por seus professores são fruto da liberdade de expressão inerente ao ser humano e à vida intelectual. Por isso, reafirma a posição de sua entidade mantenedora, a Igreja Presbiteriana do Brasil, que repudia tanto a legalização do aborto, com exceção do aborto terapêutico, quando não há outro meio de salvar a vida da gestante, quanto o uso de anticoncepcionais abortivos.

Benedito Guimarães Aguiar Neto
Reitor da Universidade Presbiteriana Mackenzie

É evidente que o Mackenzie não tem culpa pelas posturas desequilibradas de seus professores. Mas uma instituição que se confessa evangélica não pode fazer uma triagem e contratar apenas professores moralmente hábeis e de acordo com princípios cristãos e éticos básicos? Está havendo tanta escassez de candidatos calvinistas competentes para cargos na instituição calvinista que foi necessário contratar uma promotora de assassinatos de bebês? Por que o Mackenzie não escolheu um calvinista pró-família? Não há, em toda a IPB, nenhum calvinista que possa, no lugar da abortista, dar aula de filosofia e ética no Mackenzie?

E agora o Mackenzie quer se desvincular da ativista contratada apelando, num aceno cinicamente democrático, para a defesa de um suposto “fruto da liberdade de expressão”?

Nesse ponto, estou chocado! Defesa do aborto é “liberdade de expressão”? E a defesa do Holocausto? E a defesa do nazismo? E defesa da Inquisição Católica, que massacrou milhares de judeus e protestantes?

Falta de ética é “liberdade de expressão”?

E se no lugar da professora abortista, o Mackenzie tivesse um Julio Severo que, na sua vida fora do Mackenzie, expressasse opiniões contra a heresia cessacionista, a Teologia da Missão Integral e a maçonaria? O Mackenzie defenderia então que as posturas de Julio Severo são “fruto da liberdade de expressão,” sem maiores traumas?

A nota do reitor do Mackenzie deixou claro que a Igreja Presbiteriana do Brasil “repudia a legalização do aborto, com exceção do aborto terapêutico.” Ele teve de citar a Igreja Presbiteriana do Brasil (IPB), pois a Universidade Presbiteriana Mackenzie está subordinada à IPB — tornando, de certa forma, a abortista Márcia estranhamente ligada à IPB.

Mas por que a IPB também não repudia o chamado aborto terapêutico? O Dr. Brian Clowes, em sua obra volumosa “The Facts of Life” (Os Fatos da Vida), diz:

Aborto terapêutico: A atual literatura médica iguala “aborto legal” com “aborto terapêutico.” A definição da palavra “terapêutico,” porém, significa “tratamento de doença.” O uso de “terapêutico” é outra tentativa pró-aborto de sanear um ato repugnante, e também sugere que a gravidez é uma doença — uma declaração que muitos abortista fazem diretamente.

O Dr. Roy Heffernan da Escola de Medicina da Universidade Tufts disse que “Qualquer um que realize um aborto terapêutico ignora os métodos médicos modernos ou não quer gastar tempo e esforço para aplicá-los.”

Se o Mackenzie estiver de fato tão cheio de ativistas de mentalidade semelhante à mentalidade de Márcia Tiburi, conforme ela mesma alegou no Senado, vou receber uma enxurrada de vaias e resmungos deles. E talvez até processos. Mal posso esperar as manchetes: “Professores Pró-Aborto da Universidade Presbiteriana Mackenzie Processam Ativista Pró-Vida Julio Severo!”

Seja como for, nenhuma instituição que se confessa cristã é obrigada a contratar militantes feministas cuja falta de ética as leve a defender o massacre legal de bebês em gestação. Se o fizerem, têm de arcar com as consequências do mau testemunho cristão.

Versão em inglês deste artigo: Mackenzie Presbyterian University and Its Pro-Abortion Professor

Fonte: www.juliosevero.com

ENSINANDO ATEÍSMO EM UNIVERSIDADE CRISTÃ – O inverso não acontece em parte alguma

25 de fevereiro de 2017

Universidade Presbiteriana Mackenzie e seu professor marxista

Julio Severo

É fato inegável que as universidades seculares estão repletas de professores marxistas. O resultado evidente é que jornalistas e economistas saem dessas universidades regurgitando Karl Marx.

Osvaldo Coggiola

Como fazer curso de jornalismo e economia sem se contaminar com o marxismo das universidades seculares e estatais? A resposta aparentemente óbvia para os evangélicos brasileiros é: faça tais cursos na Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM) em São Paulo. Supostamente, uma universidade evangélica nunca teria um professor marxista.

Só supostamente, porque na realidade a UPM tem o professor Osvaldo Coggiola, que dá aulas de jornalismo e economia ali. Ele é autor de um artigo intitulado “Em Defesa do Marxismo.” Esse é o menor de seus trabalhos.

Sua especialidade é a defesa do marxismo, e ele faz isso frequentemente nos seus muitos livros publicados, inclusive:

  • O trotskismo na América Latina
  • O Marxismo Hoje (com Michael Löwy, Jacob Gorender, Cláudio Katz e James Petras )
  • Marx e Engels na História
  • História e Revolução
  • Engels: o Segundo Violino
  • Ontem e Hoje: Manifesto Comunista
  • Revolução Cubana
  • Escritos Sobre a Comuna de Paris
  • América Latina: Encruzilhada da História Contemporânea
  • Governo Lula: da Esperança à Realidade
  • Neoliberalismo ou Crise do Capital? (com Claudio Katz)
  • Governos Militares na América Latina (com Jaime Pinsky)
  • 25 de Outubro de 1917: a Revolução Russa (com Arlene Clemesha)

Além do professor marxista, a UPM tem também uma professora famosa por defender o aborto.

Se a dona da UPM (a Igreja Presbiteriana do Brasil) é de fato evangélica, por que deixa isso acontecer? Falta de visão?

Falta de visão, para quem não acredita em visão, é normal. A UPM já foi comandada por muitos anos pelo Rev. Augustus Nicodmeus, que tinha autoridade na questão de contratação de professores contra o marxismo e o aborto, mas preferia ocupar-se com sua teologia cessacionista, que nega que o Espírito Santo dá hoje dons como visão e profecia. Nicodemus é o maior teólogo cessacionista do Brasil.

Enquanto ele estava ocupado atacando evangélicos que creem nos dons sobrenaturais de Deus hoje, o diabo — o pai do aborto, marxismo e cessacionismo — estava escolhendo professores para a UPM.

Talvez se Nicodemus e sua universidade presbiteriana tivessem esses dons, poderiam enxergar espiritualmente e evitar a tentação de contratar professores marxistas e pró-aborto.

Mas será que é preciso dons sobrenaturais para enxergar o fato óbvio de que uma universidade evangélica jamais deveria ter professores marxistas e pró-aborto?

Versão em inglês deste artigo: Brazil’s Mackenzie Presbyterian University and Its Marxist Professor

Fonte: www.juliosevero.com

Quem é o Anti Cristo? Obama e ninguém mais! e o Soros, simpatia??????????

24 de fevereiro de 2017

Direita iguala Multiculturalism a White Genocide – Seria exagero?

24 de fevereiro de 2017

MULTICULTURALISM, SOCIALISM BACKFIRE: Danish ISIS Members Were On Welfare. Just Like France, Germany, Brussels…

screenshot from Twitter
FEBRUARY 22, 2017

709648143 Comments24290

While the left-wing media in the United States claims that Donald Trump is responsible for Muslim riots in Sweden – even though increases in crime in Sweden long predate Trump’s presidency – his general take on multiculturalism in Europe has been proved right once again. On Wednesday, The New York Times reported that Danish Muslims fighting on behalf of ISIS were still receiving Danish welfare payments. Here’s the Times:

About 145 Danes have traveled to Syria or Iraq to fight for militant groups since 2012, according to the Danish security and intelligence services….Last year, the news media reported that more than two dozen Danish citizens receiving unemployment benefits had traveled to Syria to fight for ISIS, even though the law requires recipients to live in Denmark….Officials said that since last year, municipal and state authorities had been trying to collect about $95,000 in welfare benefits that had been wrongly paid to 29 citizens who had gone to Syria to fight for ISIS.

VIDEOFrance, Germany concerned over Trump’s moves to limit refug…

Pause

Mute

Current Time0:21
/
Duration Time0:00

Loaded: 0%

Progress: 0%

Fullscreen

The law in Denmark prevents removal of welfare benefits without a full-scale trial, apparently.

This isn’t the first report of welfare benefits going to terrorists. In December, Der Speigelreported that Berlin ISIS Christmas market terrorist Anis Amri, who killed 12 and injured 48 in his truck attack, was on German welfare. Terrorists in Paris in 2015 and Brussels in 2016 were also receiving welfare. As The Daily Caller reported, “The five terrorists [in Paris] collected a total of $56,000 in welfare, far more than the estimated cost of $37,000 to carry out both attacks.”

This is the danger of combining a welfare system with multiculturalism, then adding free immigration. Welfare systems attract people who are more likely to depend on welfare; multiculturalism ensures that those people never integrate into the surrounding society, making it nearly impossible for them to get off of welfare or adopt Western values. This is a problem now recognized by nearly every major European leader. In September 2011, then-British Prime Minister David Cameron spoke at a security conference in Munich. There, he laid out a vitriolic critique of “state multiculturalism”: the philosophy that suggests that there need not be any assimilation to Western civilization by new immigrants, and that diversity of behavior enriches society. Cameron stated baldly, “Let’s properly judge these organizations: Do they believe in universal human rights – including for women and people of other faiths? Do they believe in equality of all before the law? Do they believe in democracy and the right of people to elect their own government? Do they encourage integration or separatism? These are the sorts of questions we need to ask.” Cameron continued that genuinely liberal countries “believe[] in certain values and actively promote[] them.”

trump contra a midia politicamente correta

23 de fevereiro de 2017

Para entender por que Donald Trump disse que a grande mídia é inimiga dos americanos é necessário entender qual é a agenda da velha imprensa e lembrar que o jornalismo, hoje, se resume à desinformação e à engenharia social.

guerra

Na semana passada, o Presidente Donald Trump disse algo que é óbvio a qualquer pessoa que não esteja totalmente descolada da realidade: a grande mídia (que ele chama corretamente de fake news) é inimiga do povo americano.

The FAKE NEWS media (failing @nytimes, @NBCNews, @ABC, @CBS, @CNN) is not my enemy, it is the enemy of the American People!

O Genocídio Branco na África do Sul de Mandela

22 de fevereiro de 2017

The White Genocide in South Africa, this is what the Media never shows you

134,449

113

Posted by moku 11 months ago in War

Since Nelson Mandela and the communist African National Congress (ANC) took over South Africa, more than 70,000 whites have been murdered and untold numbers have been robbed, raped and tortured.

But you will not hear about this in the Western media, which fawns over the black terrorists who now run the once-prosperous country.

Claudia Bryan is a South African activist living in London. Her grandmother owned a bakery in South Africa. One day six blacks entered the bakery and gang-raped her. They then tried to shoot her. The gun jammed. In anger they gang raped her again and the 70-something woman died. Robbery was not the motive.

One of the South African Family Relief Project volunteers, who drove this writer around Durban during a recent fact-finding visit to South Africa, related the experience of a co-worker. This man and his adult son were working on their boat at their home in an upscale area when two blacks came up the driveway and demanded the keys to the son’s car. When the father refused, the blacks shot him dead and fled.

Joulene Trichardt, my Johannesburg guide’s daughter-in-law, was one of the managers at a nightclub called Truth several years ago. The night club was open once a week for parties and dances. One night, four armed blacks burst in, firing handguns, and attacked the staff. They herded the managers and the disc jockey into an office. They beat one manager with a pistol and kicked Ms. Trichardt repeatedly when she disobeyed their orders to keep her eyes down and not to look. The bandits made off with the night’s proceeds—400,000 rand (roughly $40,000)—as well as the staff’s cellphones. They were never caught.

Não pode ter pré-conceito – pode ter pós conceito – É viadagem

18 de fevereiro de 2017

arte

A Doutrinação Petista nas Universidades do Brasil

7 de setembro de 2014

Os universitários brasileiros estão sendo violentados em sua boa índole por uma leva de MARXISTAS IDIOTAS transvestidos em professores, enfiando uma ideologia barata e ridícula de cima para baixo a ferro e fogo com a colaboração do desgoverno PETISTA.

A desideologização das escolas e academias é fundamental para a criação da qualidade de formação de alunos e profissionais que o país tanto precisa.Academia tem que ter Educação baseada em EVIDENCIAS e não em ideologias.

Não é lugar para marxistas.

10410907_1487034304880479_1665340668133321292_n


As universidades públicas brasileiras são produtoras de bons profissionais, são produtoras em massa de REMELENTOS Guevaristas!

Por isso estamos na rabeira da ciência mundial!


Nossos filhos estão sendo doutrinados com essa mentalidade marxista, é um ciclo vicioso, isso precisa ser desmascarado, a direita tem que bater nesse ponto!

Os pais têm que estarem atentos á educação dos seus filhos e não deixar o PT ser o educador!
ADICIONE A PÁGINA DE SENTA A PÚA NELES BRASIL

A CNBB deve enviar missionários para o Oriente Médio – Alô Toca de Assis! Aquele Abraço

1 de agosto de 2014

Jovem cristã torturada na Arábia Saudita por islâmicos.

A jovem declarou diante de pessoas que trabalham com ela, a fé em Jesus Cristo. Ela disse: “Jesus Cristo, que a paz esteja com ele, é meu salvador”, e por isso foi denunciada à hierarquia islâmica. Como punição costuraram sua boca e seu olho esquerdo.
Diante desse fato, percebemos a coragem, a têmpera cristã que moveu essa moça.

Que tenhamos a mesma coragem em anunciar o único e verdadeiro Deus e Salvador, a ponto de fecharem nossas bocas e olhos!

10574402_740998842604835_7646223673439766906_n

 

Síria – Segundo país a ser cristianizado – Onde havia Cristãos antes de São Paulo se converter

25 de julho de 2014

Muçulmanos do Taliban acabam com o cristianismo na Síria

BtYbxUbIQAAJ64_.jpg large

10522437_944657665560599_6370309762819358379_n

Quando perguntarem o que está por trás do feminismo, diga: O VELHO RACISMO ANTI BRANCO

30 de maio de 2014

ABOLISH the WHITE RACE

O brutal racismo anti branco na antiga Rodésia – O Ex país mais próspero da África e hoje o mais miserável

7 de maio de 2014

10325696_883311975016398_1503847801279350560_n

Robert Mugabe o sanguinário amigo de lula:

BRANCO BOM É BRANCO MORTO.

REDE GLOBO = BOICOTEM ESSA EMISSORA – E toda força pra RACHEL Sheherazade

11 de abril de 2014

REDE GLOBO =

A TV QUE FAZ DISCRETA APOLOGIA E REFERENCIA AO HOMOSSEXUALISMO EM TODAS AS SUAS NOVELAS, PROGRAMAS E TELEJORNAIS, INFLUENCIANDO O SEU FILHO/ FILHA A SE TORNAR UM HOMOSSEXUAL.

BOICOTEM ESSA EMISSORA.

1901524_1399752490301014_7863254360455522435_n

10250202_601452953287457_581305213002333144_n

10013542_292970924201614_399599791762591453_n

993711_525819310820789_57282191_n

“”CANPAMHA “VAMOS ESTAR TENTANDO DAR” O MAIOR IBOPE PRO SBT NO DIA 14/04..””
“”Rachel Sheherazade e Silvio santos em 1o. Lugar em audiência”..

 

Não, vc não leu errado…Assassinei a gramática p’rá chamar sua atenção (segundo minhas pesquisas, só as coisas idiotas, erradas ou sem noção dão CURTIDAS E COMPARTILHAMENTOS em massa no FACE…)…

 

PRÓXIMA segunda-feira, Jornal SBT BRASIL as 19:45m VAMOS DAR UMA RESPOSTA AOS QUE QUEREM CALAR A VERDADE…DIGA NÃO A CENSURA, A MORDAÇA E A DITADURA DISFARÇADA!

1926777_222933567905694_5236343856746745442_n

O silêncio da imprensa que não fala do genocídio branco na África do Sul

7 de abril de 2014

DOIS PESOS E  DUAS MEDIDAS: quando branco se ferra não é racismo.

1977479_584082655031932_7704436300024730280_n

 

Save the white people in South Africa shared Boere Krisis Aksie (B.K.A.)’s photo.
Date Posted: Thursday 15-Aug-2013

Save the white people in South Africa shared Boere Krisis Aksie (B.K.A.)’s photo.

This is the man who was tortured to death with an iron. This is what his hand looks like after trying to defend himself. His whole body looks like this. This was a racist attack but you never read anything about this. No outcry from LIBS or GOVERNMENT. If they there to steal…why do this to old people ??? You still think that this is not racist then I am sure you are a racist. We just don”t do this to blacks.

Boere Krisis Aksie (B.K.A.)
(Hannes) MARTELDODE/RASMOORDE: In opvolg van my muurpos gister sal ek een foto plaas van ‘n marteling met ‘n strykyster voordat die oom uiteindelik vermoor is. Hierdie is net sy hand – soos hy probeer keer het. Sy hele lyf lyk so van die brandmerke.

https://m.facebook.com/profile.php?id=1162980…
Posted By: Angel76

A Grande Basílica Católica do Sagrado Coração em Paris pichada, profanada, vandalizada

19 de março de 2014

Les #Sentinelles en poste pour la nuit face aux ténèbres qui menacent, attendant l’aurore, protectrices. ONLR JJJ ! pic.twitter.com/0lfxOWM1PY

BjFkcpCIEAAW2uQ

BjFWAICIUAASU1m

O Feminismo é um movimento terrorista

19 de fevereiro de 2014

Enquanto isso, na África do Sul, Brancos são massacrados

19 de fevereiro de 2014

1896732_473956192729976_659324211_n

1798004_792111610802680_1743673769_n

oXUXAngô está fora da Globo e do Brasil (redundância) – Moça que não pode entrar no Chile, aqui não fica também, Graças à Maria e Graças a Deus! A estarrecedora denúncia do Missionário XAND ex paquito

5 de fevereiro de 2014

Curtam Anc Brasil – Constituinte.

GLOBAIS, JÁ COMEÇAM A DEIXAR O PAÍS!

Maria das Graças Meneghel, 50, apresentadora e empresária, está fechando seu escritório pessoal e dispensando funcionários.

Além disso, Maria das Graças está fazendo uma espécie de inventário de todo seu acervo de figurinos a fotografias, REVISTAS  PLAYBOY, de troféus a jóias, de imóveis a carros e direitos sobre a participação no filme AMOR ESTRANHO AMOR.

O motivo de tudo isso é que, sem programa, ela decidiu mudar para os Estados Unidos, (bem longe do Chile), onde deverá ficar ao menos até meados de 2015.

amor+estranho+amor+1982+xuxa+e+vera+fisher+dvd+frete+gratis+itumbiara+go+brasil__3D788C_3-150x150

Segundo esta coluna apurou, houve muito choro nos últimos dias, já que Maria das Graças teve de dispensar pessoas que trabalharam com ela durante anos.

Apesar do corte de pessoal, a Fundação Xuxa, que cuida de crianças carentes, ficará intacta.

Boa parte da equipe que trabalhava em seu programa na Globo também foi demitida pela emissora.

Poucos tiveram a sorte de ser alocados para outras produções.

Uma equipe enxuta cuidará dos negócios de Maria das Graças no Brasil enquanto ela estiver fora.

Atualmente, entre outras coisas, Maria das Graças lançou uma franquia de casas para festas de criança; ela também tem negócios no ramo de CDs, DVDs, além de uma infinidade de produtos licenciados com sua marca.

1796504_644741145585207_1860834839_n

Sobre o inventário, a eterna rainha dos baixinhos pode estar de olho no futuro quem sabe num eventual museu Xuxa; além disso também pretende desocupar muito espaço,e, obviamente, gastos em manutenção.

http://celebridades.uol.com.br/ooops/ultimas-noticias/2014/02/03/xuxa-demite-faz-inventario-e-prepara-mudanca-para-os-eua.htm

Ex-paquito faz revelações sobre Xuxa
>> Adicionado em 25/11/2001. ATUALIZADO EM 12/08/2008.

Alexandre (Xand), ex-paquito, (esse com um circulo vermelho) contou sobre suas experiências com Satanismo e como foi um período de aproximadamente quatro anos, no qual queria sucesso, fama e dinheiro, e não gostava tampouco de criança e nem do que fazia (hoje em dia ele é evangélico). Por isso pede perdão por ter enganado, junto com uma grande equipe, muitas pessoas. Ele diz que sentia insatisfação ao fazer algo que não gostava. Ele queria ter uma equipe própria, pois não via nada artístico em Maria da Graça: ela não cantava, não dançava, não tocava nenhum instrumento, enfim, só tinha carisma. E outra, Xuxa não é rainha de nada. Quem entitulou ela rainha? Foi Deus? Repense um pouco mais sobre isso e você vai ver que tem que ser amante somente do Rei dos Reis.

Conta que, em primeiro lugar, ele passou por um vasto campo satânico. Iniciou na mesa branca com bestialidade (sexo com animais), com quatro para cinco anos de idade. Depois, pela Umbanda, Candomblé e Quimbanda. Mais tarde, ganhou uma Bíblia Satânica e partiu para o vudu, magia negra e missa negra. Logo depois, entrou para a maçonaria e LBV (Legião da Boa Vontade). E ainda, para terminar, experiências com OVNIS, discos voadores. Segundo ele, as pessoas não mostram e também não falam sobre os pactos secretos, pois se a pessoa quer ser melhor que a outra, ela não vai falar o secredo que está embasando o seu pacto. Mas a Bíblia fala algo sobre isso, que é a abominação a Deus qualquer tipo de consulta a mortos, magia, adivinhação, feitiçaria e reencarnação.

Lá cada um tinha os seus deuses. Hoje mesmo é notável no programa dela a aparição do zodíaco e signos, Jezabel trabalhando por de trás da sensualidade. Não bastasse o “You Can Dance” (grupo de dança do programa da Xuxa) ter saído numa revista gay, depois foram os paquitos, o que é muito esquisito.

Fotos


O ex-paquito Alexandre quando se converteu colocou fogo em tudo: troféus, discos de ouro, roupas de shows, lembranças de fãs etc.

A imprensa

A imprensa tem publicado notícias sobre gravações invertidas nas músicas da Xuxa, suas mensagens satânicas ou corruptoras. Até se noticiou que “em um disco de uma apresentadora de programas infantis, Xuxa, gravado em castelhano, no Chile, se ouviria dizer que El diablo es magnífico”. E tal apresentadora não contestou o fato, embora procurasse eximir-se de culpa. Alguns afirmam que tais mensagens teriam um efeito subliminar, mesmo quando se ouve o disco tocado em sentido normal.

Relatos do Ex-Paquito

A presença do ex-paquito (Xand) num culto reuniu um dos maiores públicos do Ministério Independente Filadélfia, em Volta Redonda/RJ. A igreja estava comemorando seu primeiro aniversário e o ex-paquito Xand deu seu testemunho em um dos cultos do evento. Só nesse dia, cerca de 1,2 mil pessoas estiveram reunidas no templo. Com uma história de vida marcante, sobretudo no que se relaciona às histórias vividas pela apresentadora da Rede Globo de Televisão.

Segundo relato de Xand, vários rituais macabros eram realizados “em favor” de Xuxa, alguns inclusive com a presença da apresentadora. De acordo com o testemunho, o nome Xuxa é a união de outros dois nomes: “exu-mirim” (abaixo veremos o que significa “exu”) e “xangô” (eXU + XAngô). Neste nome estão depositado todos os trabalhos feitos para Xuxa, que fez questão de inserir o apelido em todos os seus documentos oficiais.

Para se ter noção, esse é o motivo pelo qual Xuxa não pode se quer pronunciar o nome de Jesus, tragicamente, referindo-se ao Rei dos reis somente como “o cara lá de cima”. Todo esse mal se reflete na vida da apresentadora que, apesar da fama e dos milhões, em uma entrevista ao Programa do Jô, quando foi perguntada sobre qual o maior desejo de sua vida, a resposta foi imediata: “eu quero ter felicidade”.


Xuxa sentada na posição de lotus, durante um ritual. Isto é um fato, não?


Xuxa no Criança Esperança 2005: Colar com cruz invertida e decoração com luas e estrelas. Obs: a imagem das crianças foi “embaçada” propositalmente, para preservá-las.

Em rituais de Satanismo, estrela de 5 pontas e meia lua são símbolos usados para fazer pactos e reverências ao diabo; e no filme “Lua de Cristal” de Xuxa, essas figuras são facilmente encontradas.

No filme Popstar, a estrela de 5 pontas também aparece, veja abaixo:

Nos EUA Xuxa também causou polêmica com seus beijinhos, roupas, músicas e modo de falar; ela era considerada ‘sexy demais para apresentar um programa infantil’, recebendo assim o apelido de “A rainha dos grandinhos”.

Xuxa também fez filmes pornográficos, um deles com um menino de apenas 10 anos (ver foto abaixo)!! Mas infelizmente essas “pérolas” não podem ser mais encontradas, pois Xuxa pagou ao governo para retirarem suas fitas das locadoras. Esse contrato supostamente foi até 2005. Depois, pelo que soube, ele foi renovado.

Obs.: Vale lembrar, no entanto, que o vídeo deste filme ainda pode ser encontrado na Internet (mas pessoalmente não vejo motivo para assistí-lo).


Cena do filme pornográfico que Xuxa fez onde vemos um menino de apenas 10 anos.

Mensagens Subliminares em músicas de Xuxa como Doce Mel, Meu Cãozinho Xuxo e marquei um X, também são encontradas:

Na música “Meu Cãozinho Xuxo”, quando executada ao contrário, ouve-se a seguinte mensagem: “Meu anjo é o diabo… esse seu amor que recebo”.

Na música “Marquei um X”, observe que ela fala três vezes o X (Xis), ou seja, Xis, Xis e Xis, considerando que Xis invertido é Six (Seis em inglês), teremos Six, Six e Six (666: o numero da besta). Esta mesma música quando executada ao contrário, ouve-se a seguinte mensagem: “I found exu, exu, exu é rei” (“I found” = “eu encontrei” em inglês).

Na música “Doce Mel”, quando executada ao contrário, ouve-se a seguinte mensagem: “Agora amarei Xuxa afronte Javé”. A palavra “Javé” é igual a palavra “Jeová”, isto é, Deus.

Exu: Escravo de Omulu. Seus fetiches são um crânio com duas tíbias cruzadas (símbolo encontrado em muitos lugares, como bandeiras de navios piratas nos filmes), um tridente e um bastão de ferro ou de aço; o seu dia é segunda-feira; suas cores são o preto e o vermelho; considerado um orixá defensor do bem e do mal.

Exu-mirim: Entidade representante negativo na linha de Oxóssi. Cores: preto e vermelho. Este Exu possui grande influência sobre as mulheres e crianças, sendo preferido pelas Mãe de Santo, para os trabalhos de amarração. Apresenta-se com roupagem de criança.

Xangô: Orixá que na Umbanda representa a justiça. Elemento e força da natureza: as pedras. Cor: marrom.

“Coincidentemente” este disco se chama “Luz No Meu Caminho”, e tem as cores de Exu e Xangô, os dois nomes que supostamente formam o nome de Xuxa segundo Xand, seu ex-paquito. Veja a foto do disco (à esquerda):


O da esquerda é o “Luz no meu caminho”, e o da direita é o “Xuxa 10 anos”.

Além dos discos com as mesmas cores, a boneca da Xuxa (uma das últimas lançadas) é vestida de vermelho, preto e branco. Veja duas fotos da boneca da Xuxa:

 

 

 

Xuxa chora em show no Chile
Vaiada pela primeira vez, apresentadora é hostilizada pelo público do Festival de Viña del Mar e se descontrola com refrão obsceno para a música “Ilariê”

Rosângela Honor e Rodrigo Cardoso

Acostumada a ser aclamada pelo público, a apresentadora Maria das Graças Meneghel, 36 anos, amargou uma experiência inédita em sua carreira no sábado 19, no Festival de Viña del Mar, no Chile.

Sua voz foi abafada por vaias e assobios de reprovação enquanto cantava. Ao fim da apresentação, Maria das Graças deixou o palco abatida e só retornou, minutos depois, aos prantos, a pedido dos organizadores do evento, que entregaram-lhe o prêmio Gaivota de Prata. No dia seguinte, antes de retornar ao Brasil, ela devolveu o troféu. “Não aceito desculpas por grosserias gratuitas”, explicou.

O mal-estar durante a apresentação chegou ao auge quando Maria das Graças cantava “Ilariê”. O público substituiu o refrão da letra “ô, ô, ô” por “chu-pa-lo”, com sentido obsceno.

Maria das Graças perguntou a um menino da platéia o significado dos versos e ficou chocada. “O que está acontecendo? Que coisa horrível”, protestou. Depois, com Sasha no colo, discursou emocionada. “Não estou contente com vocês. Não venho ao Chile para vender discos”, disse. “Não sou cantora, não tenho voz para isso. Queria fazê-los felizes hoje.”

Segundo a empresária Marlene Mattos, é a terceira vez que a apresentadora se decepciona com os chilenos. Há dez anos, quando se apresentou no mesmo festival, Maria das Graças foi surpreendida, ao desembarcar na cidade, com fotos de seu antigo ensaio na Playboy reproduzidas nos jornais. Há três anos, num programa de tevê, acusaram-na de fazer referências a rituais satânicos em suas músicas. “Chegaram a dizer que as roupas da Maria das Graças tinham símbolos satânicos”, diz Marlene.

Há um mês, locutores de rádio de Santiago anunciavam que a rainha dos baixinhos teria problemas no Chile. Um deles fez comentários sobre uma suposta frase contida numa das músicas de Maria das Graças: “El diablo es magnífico”.

Envie esta página para um amigoMaria das Graças não gravou tal frase. “A hipótese mais aceita aqui é a de que grupos satânicos, comuns no Chile, teriam deturpado fitas cassete de Maria das Graças”, conta a jornalista chilena Marcela Alejandra Diaz. Cópias das fitas adulteradas teriam chegado às escolas e uma polêmica foi criada em torno da apresentadora, acusada de ter feito um “pacto com o demônio”. Por isso, o público do festival, conhecido por “El monstruo” por hostilizar até artistas chilenos, teria soltado sua ira. A empresária de Maria das Graças disse desconhecer a história do “El.

“Supremo Tribunal é loja maçónica”

2 de fevereiro de 2014

Polémica: Juízes admitem que alegações são verdadeiras

“Supremo Tribunal é loja maçónica”

Costa Pimenta, juiz de Direito, contestou a decisão de ser aposentado compulsivamente na sequência de uma inspecção e pôs em causa o que apelida de “máfia” nos tribunais.

  • 29 de Janeiro 2010, 00h30
  • Nº de votos (15)
  • Comentários (46)

Por:Tânia Laranjo/Ana Isabel Fonseca

 

‘O Supremo Tribunal Administrativo é uma loja maçónica criada, instalada, dirigida e presidida por maçons – como, aliás, o Supremo Tribunal de Justiça é uma loja maçónica, criada e instalada por maçons’. A afirmação é feita por José Costa Pimenta, juiz de Direito, que em 1998 foi alvo de um processo disciplinar que ditou a sua aposentação compulsiva e que desde essa data tem vindo a contestar o afastamento. As alegações foram proferidas num recurso para o Supremo Tribunal Administrativo, considerado improcedente no passado dia 14, e servem para contestar a decisão que determinou a aposentação.

José Costa Pimenta, autor de uma vasta obra jurídica, vai mais longe nas suas considerações e fala em pactos secretos nos tribunais. ‘A verdade é que as lojas maçónicas, incluindo o Supremo Tribunal Administrativo e a Relação de Lisboa, deixaram-se infiltrar pelo jesuitismo e profanos de avental, que constituíram uma máfia que opera nos tribunais portugueses’. Costa Pimenta diz ainda que há ‘um grupo de indivíduos incluindo juízes, magistrados do MP, ministros, advogados, banqueiros, empresários, embaixadores, autarcas, homens do teatro, do cinema e da televisão, que distribuem sentenças entre si em benefício dos seus irmãos’.

O magistrado, que o Conselho Superior chegou a considerar em 1991 como de elevada craveira, contesta a decisão dos juízes do Supremo. ‘Não são um verdadeiro tribunal. Não estou contra a maçonaria, mas sim os pactos que aquela encerra. Os juízes decidem não em função da lei mas sim dos compromissos que assumiram’, disse ao CM.

Refira-se, ainda, que embora o recurso tenha sido considerado improcedente, o Supremo não questiona as alegações. ‘Independentemente da exactidão dos factos, o motivo invocado não viciaria a nomeação (…) a referida associação [maçonaria] não sofre de qualquer objecção constitucional’.

ACÓRDÃO RETIRADO DA BASE DE DADOS

O acórdão estava disponível na base de dados do Ministério da Justiça. No entanto, por razões desconhecidas e embora seja público, foi retirado da internet. Pode agora ser acedido através do blogue ‘Torto e a Direito’, num post colocado pelo advogado Francisco Teixeira da Mota. O jurista questiona também o ‘secretismo’ do acórdão, admitindo que a sua ocultação é um acto de ‘censura’.

PORMENORES

TORNAR PÚBLICO

Costa Pimenta diz no recurso que poderá publicar na internet o nome de todos os juízes maçons, para que a população em geral os conheça.

VÁRIAS OBRAS

É autor de várias obras como o ‘Código da Maçonaria’. O seu mais recente livro intitula-se ‘Salazar, o Maçon’. Escreveu códigos anotados

A Salvação da Humanidade vem da Mãe Rússia

1 de fevereiro de 2014
Screen Shot 2014-01-31 at 8.25.54 AM

Russian President Vladimir Putin condemned the West, including the United States, for eschewing Christian values and opting instead for a “path to degradation.”

In his State of the Nation speech last month, Putin asserted that, “Many Euro-Atlantic countries have moved away from their roots, including Christian values… Policies are being pursued that place on the same level a multi-child family and a same-sex partnership, a faith in God and a belief in Satan.” Russia has adopted new laws that ban homosexual propaganda and criminalizes the insulting of religious sensibilities.

The law on religious sensibilities was approved in the wake of a protest in Moscow’s largest cathedral by a female punk rock group, Pussy Riot. State-run television said the group’s “demonic” protest was funded by “some Americans.” Russia’s newfound embrace of traditional values has prompted a rise in Orthodox vigilantism. Extreme groups such as the Union of Orthodox Banner Bearers, an ultraconservative faction who adopted a slogan “Orthodoxy or Death,” are gaining prominence.
Read more at

http://clashdaily.com/2014/01/russian-rebuke-putin-america-godless-turned-away-christian-values/#u85qBmqUSUm0q5VM.99

A Liberdade Sexual é só para os libertinos – Não existe o Direito de ser Direito

1 de fevereiro de 2014
Uma das características das fufas — assim como dos paneleiros — é fazer do desejo sexual a sua própria identidade. Só por isso se compreende este postal da Isabel Moreira: ela pretende estender o estatuto de tarado sexual a toda a gente.

Se um homem de Direita, conservador (e branco …! que este pormenor é importante), fizesse do seu desejo sexual a sua própria identidade, seria aconselhado a procurar apoio psiquiátrico, e com urgência.

1795506_770146559680527_2096267002_n
Porém, tratando-se de uma fufa ou de um paneleiro, não só a idiossincrasia da tara é incentivada pelo politicamente correcto, como se alteram as ciências humanas a preceito para acomodar as taras sexuais imprescindíveis às respectivas afirmações identitárias.

São alejados, têm orgulho em ser alejadinhos, e ainda dizem que toda a gente também é alejadinha. O que vale é que não se reproduzem.

68,800 murdered total South Africa African Whites in the unreported Genocide since the end of apartheid

1 de fevereiro de 2014

“I would rather lose my life to a civil war, than to see my people slowly and silently murdered!” I’m reposting this for all the newcomers.

 

 

STOP WHITE GENOCIDE 

 

This was sent to us by a brother in South Africa: I am James Pieters, grew up in Hermanus South-Africa, a town that was discovered 100 years ago by my fathers great grandfather.

1622218_824880557526207_1270181835_n

I grew up under an apartheid’s regime where we slept with our windows open at night, we had no burglar bars or alarm systems in our homes. I never saw any type of violence against any people white nor black in my home town and life was peaceful for a little white boy who roamed the streets and mountains, smelled every leave and flower on every tree he climbed to see what was on the other side. My family was extremely poor and my father grew up being a labourer on another white mans farm where they worked hard as family to get what they needed to survive.

 

My folks worked for survival and we never picked any fruits from apartheid, in fact my sister tells me of times we had no food in our home. The roof of our home leaked and I had to move my bed to the middle of the room when it rained as it dripped everywhere and water would stream down the side of the walls as the stench of the soil under the wooden floors embarrassed me from time to time when we had visitors.

 

My parents could hardly ever pay school fees to the government school I attended and I was made to stand up in class quite a few times asked why my parents have not paid any school fees. After apartheid ended we as a nation was promised a place in the rainbow nation. Some where excited as the struggle was something of the past, the sanctions I new so little about came to an end and there was talk about unity and a bright future. But the dreams faded as the little rope around my peoples necks became tighter and tighter.

 

Of course my people was made to disarm first. Just a little law that was changed that made it such an effort to hold on to your legal fire arm that most just decided to give it up, the war was none the less something of the past and we were all part of Nelson Mandela’s rainbow nation now.

Soon only the criminals had fire-arms and the once effective police force was reduced to a incompetent joke.

 

Slowly but surely we were made to understand that there is little hope for us or our children to have a bright future in this rainbow nation.

Murder and rape in our once peaceful living areas became so common that it became part of our every day lives. Soon the murders, rape and torture of our woman and children became unbearable, but on opening our mouths we were told by the ruling ANC party that “If we didn’t like it we should leave”. Today we are part of a country where we are looked down upon, everything that goes wrong, every murder, rape, torture gets thrown back to “its the whites, because of what you did in apartheid”.

 

One of my biggest dreams were to own a piece of farm land, but that dream has been stolen as the Robert Mugabe model of farm invasions seems to be the talk of our black government almost on a daily basis. Where it is said that land grabs is at the order of the day. Being a farmer has proven to be the most dangerous occupation in our rainbow nation as these passionate people and their families get literally slaughtered like animals on a daily basis as the police, politicians and press turns a blind eye.

 

The very people that voted for change yesterday, today are the ones that are paying the price, voiceless, discriminated against and have no hope for their children on what was supposed to be our soil also. I brought my son and daughter up to accept and treat with respect all individuals they share this planet with.

 

I taught them that we were all the same, no matter what color, that inside we all have a soul. Sadly my children have had so many incidences of racism from the very people I taught them to respect, even on teacher levels at school that they have grown into understanding that what they experience out there is reality.

 

When the President of your country sings and dance to a tune that says, kill the boer kill the whiteman, the news papers read that some high ranking official said the previous day that you are a not welcome in a country that is part of your own heritage, and when indeed you read every morning of the young and old that died at the hands of the very race you taught your children to respect, it indeed has become a sad day for reconciliation.

 

South-Africa, has sadly become a paradise for a people that believes that the world owes them everything. A lazy multitude that expects everything to be placed in their laps. That hates the white man so much that he is able to even at the plea of their victims would rape daughters in front of their fathers, rape mothers in front of their sons, kill and wipe out a whole family and then walk away justified that he is the victim just as his ruling ANC government had made him believe to be. A people that hates everything about the white man, except his fancy luxury vehicles, life saving medication, his Rolex watches and the riches that goes with it. A people that will quickly hold his hands out in front of him to tell that its empty and that the white man has a responsibility towards feeding Africa, but at the same time hates him with passion.

 

I hope and pray that your eyes will open to the atrocities that befalls my people. We have tried and kept silent and cried all in vain. To end off my very own a personal slogan, “I would rather lose my life to a civil war, then to see my people slowly and silently murdered!” May God bless you all, don’t make the same mistakes, learn from a nation in tears. – James Pieters Read more from James on his blog:http://christoverafrica.wordpress.com/ For more info on S.A. please LIKELetters From White South Africa and @The South Africa Project Please keep our South-African brothers & sisters and those who seek to help them in your thoughts and prayers