Archive for the ‘corrupção’ Category

Procuradores da Lava Jato se desesperam

05/05/2017

8.476.686 visualizações

PROCURADOR DA LAVA JATO SE DIRIGE À NAÇÃO BRASILEIRA E CLAMA POR APOIO URGENTE! Vamos compartilhar EM MASSA!

O Brasil venceu a primeira batalha! A luta está apenas começando! FAÇA A SUA PARTE!
#Compartilhe
Curta MCC – Movimento Contra Corrupção

Anúncios

Presidente do STF Carmem Lúcia na Estréia de Conversa com Bial

03/05/2017
Notícias STFImprimir

Quarta-feira, 03 de maio de 2017

Ministra Cármen Lúcia: “A Lava-Jato não está ameaçada e não estará”

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, garante que a operação Lava-Jato não corre risco de ser paralisada.

“A Lava-Jato não está ameaçada e não estará”, afirmou em entrevista concedida ao jornalista Pedro Bial e veiculada na noite de terça-feira (2) pela TV Globo.

Durante a entrevista, a ministra manifestou esperança de que a Lava-Jato resulte em um país melhor.  “Somos um povo muito valente. Não é qualquer povo que tem a coragem de se deparar com esse problema”, disse, referindo-se ao enfrentamento da corrupção no Brasil.

Além do tema corrupção, a ministra também comentou outros assuntos relacionados à política, como a hipótese de o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se candidatar a uma nova eleição. “Não tenho a menor ideia se pode ou não. Depende se ele for réu em 1ª instância, em 2ª instância e da Lei da Ficha Limpa. Não há como dizer isso agora”, explicou.

Ao fim do programa a ministra Cármen fez questão de dirigir uma mensagem ao público. “Eu queria que o Brasil acreditasse em duas coisas: dificuldades nós tivemos desde 1500 e vencemos tantas, então, vamos vencer mais essa. Unidos, nós temos mais chances. Eu continuo acreditando no Brasil. Se eu tiver que nascer 100 vezes, eu quero nascer brasileira”, concluiu.

Assista a íntegra de entrevista:

<< Voltar

As tetas são as mesmas – “pros mesmos”

20/04/2017

18011039_1319168084829338_6718335287546475566_n

Só intervenção militar salva a Lava Jato

20/04/2017

Magno Malta: “Temos que impedir que essa aberração passe. A Lava Jato é um patrimônio do Brasil.”

Pause

Magno Malta: “Temos que impedir que essa aberração passe. A Lava Jato é um patrimônio do Brasil.”

Sérgio Moro pede ajuda

19/04/2017

1 598 vues

Ele quer nossa ajuda. Mas temos que voltar as ruas.

Vamos agir Opressores.

Morte da Lava Jato adiada por uma semana

19/04/2017
Ana Amélia LemosJ’aime la Page

Conseguimos adiar, novamente, a votação do projeto que trata do abuso de autoridade. Ainda há riscos de criminalização aos magistrados e investigadores.

Enquanto persistirem riscos à Lava Jato não podemos votar essa lei!

Procuradores da Lava Jato pedem Socorro contra o Congresso Nacional

19/04/2017

Senado Agora , 19/abril/2017 – Requião reclama do video abaixo.

  • 13h40 Abuso de autoridade: o presidente da CCJ, Edison Lobão, concedeu vista do projeto que atualiza a Lei de Abuso de Autoridade (PLS 280/2016) e 85/2017). Em seguida, encerrou a sessão e marcou a votação da matéria para quarta-feira (26).
  • 11h25 Abuso de autoridade: o relatório de Requião sobre a atualização da Lei de Abuso de Autoridade pede a aprovação do PLS 85/2017, de Randolfe Rodrigues, na forma de substitutivo, e a declaração de prejudicialidade do PLS 280/2016, de Renan Calheiros.
  • 10h26 Abuso de autoridade: a CCJ votará um substitutivo. O PLS 280/2016 define o crime de autoridade em seu sentido amplo, abrangendo servidores públicos, integrantes do Ministério Público e membros do Judiciário, nos três entes da federação.

 

Atacam desesperadamente o Sérgio Moro

18/04/2017

ESSE BANDIDO SEM VERGONHA TEM QUE LAVAR A BOCA COM ÁCIDO ANTES DE FALAR DO JUIZ SÉRGIO MORO

684 755 vues

Veja só como esse Deputado se refere ao Nobre Juiz Sérgio Moro!!!

FAÇAM ESSE VÍDEO CHEGAR ATÉ O EXCELENTÍSSIMO…

Há um ano, em 17/abril/2016, o impeachment da Presidente Dilma era aprovado na Câmara de Deputados do Brasil – Do Blog do Garotinho

17/04/2017
Comemoração na Câmara dos Deputados.

com367

“”Quem não lembra daquele espetáculo quase circense de homenagens à família, em nome da qual, incontáveis deputados disseram votar pelo impeachment de Dilma. A partir dali estava selado o destino da então Presidente Dilma Rousseff, que foi sacramentado depois no Senado.””

“”Eduardo Cunha ainda era presidente da Câmara e foi agraciado com um sem número de citações elogiosas de colegas parlamentares. Um sem número de deputados, hoje acuados por delações que apontam pagamento de propinas e contas no exterior, dizia que o Brasil seria passado a limpo.””

Decisão sobre ADI 5525, pelo Ministro Barroso do STF, poderá dar presidência a Aécio, se Temer sair, condenado pelo TSE

12/04/2017
Poderá voltar a ser como antes, quando o segundo mais votado assumia:
Notícias STFImprimir

Quarta-feira, 18 de maio de 2016

ADI questiona regras de sucessão após cassação de mandatos

O procurador-geral da República (PGR), Rodrigo Janot, ajuizou no Supremo Tribunal Federal (STF) a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 5525, com pedido de medida liminar, contra o artigo 4º da Lei 13.165/2015, que alterou o Código Eleitoral em relação ao critério de escolha de sucessores de prefeito, governador, senador e presidente da República em caso de cassação pela Justiça Eleitoral.

A antiga redação do artigo 224 do Código Eleitoral previa a realização de eleições suplementares quando o mandatário cassado por força de decisão judicial tivesse obtido mais de metade dos votos válidos. Caso o eleito tivesse recebido menos da metade dos votos válidos, o segundo mais votado assumiria o cargo.

A nova redação, impugnada pela PGR, prevê realização de eleições como critério exclusivo, independentemente da quantidade de votos recebidos pelo mandatário cassado.

A ação questiona também o método de realização das eleições previstas na nova lei (parágrafo 4º do artigo 224 do Código Eleitoral). Se o tempo restante de mandato do político cassado for superior a seis meses, realiza-se eleição direta; se inferior, a eleição deve ser indireta.

De acordo com o procurador-geral, há disciplina específica para os casos de vacância dos cargos de presidente e vice-presidente da República, disposta no artigo 81 da Constituição Federal (CF).

O dispositivo prevê que, em caso de indeferimento de registro de candidatura ou cassação de diploma e perda de mandato, ocorrerá vacância no cargo de presidente.

O cargo de vice-presidente, na condição de substituto e sucessor do titular, também será alcançado pela decisão judicial. “Essa não é matéria ao alcance de mudança por legislação ordinária, sob pena de ofensa à supremacia constitucional.

A lei poderia, quando muito, oferecer detalhamento sobre o procedimento de realização de eleições, mas não trazer prazo diverso do previsto constitucionalmente para que ocorram eleições indiretas”, disse. Nesse ponto, pede a declaração de inconstitucionalidade sem redução de texto, para afastar do âmbito de alcance da norma os cargos de presidente e vice-presidente.

Em relação aos governadores e prefeitos, a ADI sustenta que a norma usurpou competência dos estados-membros, do Distrito Federal e dos municípios para escolher o modo de eleição de seus mandatários, em caso de vacância na segunda metade do mandato.

Segundo Janot, o Supremo, no julgamento da ADI 4298, decidiu que não é obrigatória a observância por estados e municípios do rito estabelecido pelo artigo 81 da CF, no trecho em que autoriza a realização de eleições indiretas.

“A questão, portanto, é de repartição das competências federativas e de respeito aos espaços próprios dos estados-membros, do Distrito Federal e dos municípios.

Lei federal, conquanto de caráter nacional, como é o caso do Código Eleitoral, não pode suprimir esse espaço autônomo de deliberação dos entes federados”, declarou Janot. De acordo com o procurador-geral, não há inconstitucionalidade no critério para escolha do sucessor, mas sim na fixação da modalidade dessa eleição quando deva ocorrer na segunda metade do mandato.

Por fim, segundo Janot, “a exigência de trânsito em julgado – incluindo a espera de decisão de possível recurso extraordinário – mostra-se exagerada e desproporcional, em face da gravidade das condutas que autorizam cassação de diploma e de mandato”.

“A lei esvazia a eficácia das normas eleitorais que protegem a regularidade e legitimidade das eleições”, diz o procurador-geral, que requer a concessão da medida liminar para suspender a eficácia dos dispositivos da Lei 13.165/2015 e, no mérito, que a ação seja julgada procedente. O relator da ADI 5525 é o ministro Luís Roberto Barroso.

SP/FB

Lista de Fachin inclui todos os ex-presidentes da República do Brasil, ainda vivos

12/04/2017

Único país do mundo, momento único na história mundial, todos os ex presidentes enquadrados

todos pres

20170411_listafachinestadao

STF Lavo Jato Fachin Lista Oficial completa de políticos que serão investigados, entre eles CARLINHOS ALMEIDA, ex-muita coisa

11/04/2017

Abra o PDF veja lista completa com todos os detalhes

Veja a lista de processos e o encaminhamento determinado pelo relator, ministro Edson Fachin.

Terça-feira, 11 de abril de 2017

Ministro Edson Fachin autoriza abertura de inquéritos ligados a delações da Odebrecht

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou a abertura de 74 inquéritos pedidos pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, referentes a autoridades com prerrogativa de foro e outros possíveis envolvidos a partir de informações obtidas em acordo de colaboração premiada de ex-executivos do Grupo Odebrecht.

O ministro determinou, ainda, a revogação do sigilo na maioria dos processos, mantendo em segredo de justiça a tramitação de dois inquéritos e 25 petições.

Entre as decisões divulgadas nesta terça-feira (11), o ministro Fachin devolveu três petições, a pedido da Procuradoria Geral da República, para serem submetidas a nova análise.

Também a pedido da PGR, o relator da operação Lava-Jato no STF determinou o arquivamento de sete processos. Outros oito processos (sete inquéritos e uma petição) foram devolvidos à PGR para nova manifestação referente à eventual prescrição e à competência em decorrência de prerrogativa de foro.

O ministro determinou, ainda, a remessa de 201 petições a outras instâncias referentes a investigados sem prerrogativa de foro no STF.

Veja a lista de processos e o encaminhamento determinado pelo relator, ministro Edson Fachin.

 

NO STF

MINISTROS de Estado do Brasil

Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP)
Blairo Maggi (PP)
Bruno Araújo (PSDB-PE)
Eliseu Padilha (PMDB-RS)
Gilberto Kassab (PSD-SP)
Helder Barbalho (PMDB)
Marcos Pereira (PRB)
Moreira Franco (PMDB-RJ)
Roberto Freire (PPS-SP)

 

 

SENADORES da República

Aécio Neves (PSDB-MG)
“Antônio Anastasia (PSDB-MG) ”
Cássio Cunha Lima (PSDB-PB)
Ciro Nogueira (PP-PI)
Dalírio Beber (PSDB-SC)
Edison Lobão (PMDB-PA)
Eduardo Amorim (PSDB-SE)
Eduardo Braga (PMDB-AM)
Eunício Oliveira (PMDB-CE)
Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE)
Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN)

Gleise Hoffmann, senadora (PT-PR)
Humberto Costa (PT-PE)
Ivo Cassol (PP-RO)
Jorge Viana (PT-AC)
José Agripino Maia (DEM-RN)
José Serra (PSDB-SP)
Kátia Regina de Abreu (PMDB-TO)
Lidice da Mata (PSB-BA)
Lindbergh Farias (PT-RJ)
Maria do Carmo Alves (DEM-SE)
Marta Suplicy (PMDB-SP)
Omar Aziz (PSD-AM)
Paulo Rocha (PT-PA)
Renan Calheiros (PMDB-AL)
Ricardo Ferraço (PSDB-ES)
Romero Jucá (PMDB-RR)
Valdir Raupp (PMDB-RO)
Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM)
Fernando Collor (PTC-AL)

 

 

DEPUTADOS FEDERAIS do Brasil

Alfredo Nascimento, ex-ministro (PR-AM)
Antônio Brito (PSD-BA)
Arlindo Chinaglia, ex pres da câmara (PT-SP)
Betinho Gomes (PSDB-PE)
Beto Mansur (PRB-SP)
Cacá Leão (PP-BA)
Carlos Zarattini (PT-SP)
Celso Russomano (PRB-SP)
Daniel Almeida (PCdoB-BA)
Daniel Vilela (PMDB-GO)
Décio Lima (PT-SC)
Dimas Toledo (PP-MG)
Fábio Faria (PSD-RN)
Felipe Maia (DEM-RN)
Heráclito Fortes (PSB-PI)
Jarbas Vasconcelos, ex gov. (PMDB-PE)
João Paulo Papa (PSDB-SP)
José Carlos Aleluia (DEM-BA)
José Reinaldo (PSB-MA)
Júlio Lopes (PP-RJ)
Jutahy Júnior (PSDB-BA)

Lúcio Vieira Lima (PDMB-BA)
Marco Maia (PT-RS)
Maria do Rosário (PT-RS)
Mário Negromonte Jr. (PP-BA)
Milton Monti (PR-SP)
Nelson Pellegrino (PT-BA)
Ônix Lorenzoni (DEM-RS)
Paes Landim (PTB-PI)
Paulinho da Força (SD-SP)
Paulo Henrique Lustosa (PP-CE)
Pedro Paulo (PMDB-RJ)
Rodrigo Garcia, ex pres. alesp (DEM-SP)
Rodrigo Maia (DEM-RM), presidente da Câmara
Vander Loubet (PT-MS)
Vicente “Vicentinho” Paulo da Silva (PT-SP)
Vicente Cândido (PT-SP)
Yeda Crusius, ex gov. (PSDB-RS)
Zeca Dirceu, ex ministro (PT-SP)
Zeca do PT, ex gov. (PT-MS)
João Carlos Bacelar (PR-BA)
Arthur Maia (PPS-BA)

 

 

GOVERNADORES de Estados

Renan Filho (PMDB-AL)
Robinson Faria (PSD-RN)
Tião Viana (PT-AC)

 

 

PREFEITOS MUNICIPAIS

Maguito Vilela (PMDB-GO), prefeito de Aparecida de Goiânia e ex-governador
Napoleão Bernardes (PSDB-SC), prefeito de Blumenau-sc
Rosalba Ciarlini (PP-RN), prefeita de Mossoró e ex-governadora do Estado

 

MINISTRO DO TCU (TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO)

Vital do Rêgo Filho

 

 

OUTROS EM OUTRAS INSTÂNCIAS DA JUSTIÇA

Abelardo Lupion, ex-deputado federal (DEM)
Adolfo Viana de Castro Neto, deputado estadual (PSDB-BA)
Adrian Mussi, suplente de deputado (PHS-RJ)
Agnelo Queiroz, ex-governador (PCdoB-DF)
Alcebíades Sabíno dos Santos
Aldemir Bendine, ex-presidente do Banco do Brasil e Petrobras
André Gustavo Vieira da Silva, publicitário
Alexandre Padilha, ex-ministro da Saúde (PT-SP)
Aloísio dos Santos Júnior
Aloizio Mercadante, ex-ministro (PT-SP)
Aluísio Teles Ferreira Filho, ex-diretor da Petrobras
Anderson Braga Dorneles, ex-assessor de Dilma
André de Souza
Andréia Légora, afilhada de Eduardo Cunha
Helil Cardozo (PMDB-RJ)
Anthony Garotinho, ex-governador do Rio (PR-RJ)
Antônio Carlos de Campos Machado, deputado estadual (PTB-SP)
Antônio Carlos Magalhães Neto, prefeito de Salvador (DEM-BA)
Antônio Duarte Nogueira Júnior, prefeito de Ribeirão Preto (PSDB-SP)
Antônio Egício Rufino de Carvalho, candidato a vereador de Uruguaina (PSDB-RS)
Antônio Palocci Filho, ex-ministro da Fazenda (PT-SP)
Arthur Virgílio, prefeito de Manaus (PSDB-AM)
Benjamin Steinbruch, empresário
Carlito Merss, ex-deputado federal (PT-SC)
Carlos Alberto Grana , ex-prefeito (PT-SP)
Beto Richa, governador do Paraná (PSDB-PR)
Carlos Busatto Júnior, prefeito de Itaguaí-RJ (PMDB-RJ)
Carlos Chagas
Carlinhos Almeida, ex-prefeito de São José dos Campos (PT-SP)
Carlos Roberto Casteglione Dias, ex-prefeito de Cachoeiro do Itapemirim (ES)
Carlos Lupi, ex-ministro do Trabalho (PDT-RJ)
Clécio Luís Vilhena Vieira, prefeito de Macapá (PSOL-AP)
Colbert Martins da Silva Filho, vice-prefeito de Feira de Santana-BA (PMDB)
Cristina Conceição Bredda Carrara, prefeita de Sumaré-SP (PSDB-SP)
Delcídio do Amaral, ex-senador, sem partido
Demerval da Fonseca
Demóstenes Torres, ex-deputado federal (DEM)
Diga Salomão
Dilma Rousseff, ex-presidente da República (PT)
Donisete Braga, ex-prefeito de Mauá (PT-SP)
Edinho Silva, prefeito de Araraquara (PT-SP)
Edson Aparecido dos Santos, ex-deputado federal, prefeito de sj do rio preto (PSDB-SP)
Eduardo Celso de Araújo Marinho
Eduardo Cunha, ex-deputado federal (PMDB-RJ)
Eduardo Paes, ex-prefeito do Rio (PMDB-RJ)
Eliseu Daniel, ex-candidato a prefeito de Limeira (PSDB-SP)
Eronildes Teixeira de Queiroz
Estilac Martins Rodrigues Xavier, conselheiro do TCE-RS
Everaldo Dias Pereira (pastor Everaldo), ex-candidato a presidente (PSC-RJ)
Fábio Cleto, ex-diretor da Caixa
Felipe Montoro Jens
Fernando Antônio Falcão Soares, Fernando Baiano, operador do PMDB
Fernando Capez, deputado estadual (PSDB-SP)
Fernando Pimentel, governador de MG (PT-MG)
Fernando Haddad, ex-prefeito de São Paulo (PT-SP)
Fernando Henrique Cardoso, ex-presidente da República ( PSDB-SP)
Firmino da Silveira Soares Filho
Flávio Dino, governador do Maranhão ,(PCdoB-MA)
Francisco Azambuja Barbará, suplente de vereador em Uruguaiana (PSDB-RS)
Francisco Chaves
Francisco de Assis Pereira de Campos, deputado estadual (PT-SP)
Waldir Pires, vereador de Salvador (PT-BA)
Frederico Cantoni Antunes
Geddel Vieira Lima, ex-ministro PMDB-BA)
Geraldo Alves Ferreira Júnior, vereador de Salvador (SD-BA)
Geraldo Alckmin, governador de São Paulo (PSDB-SP)
Geraldo Simões de Oliveira, ex-deputado federal (PT-BA)
Germano Rigotto, ex-governador do Rio Grande do Sul (PMDB)
Guido Mantega, ex-ministro da Fazenda (PT-SP)
Gustavo Falcão Soares, irmão de Fernando Baiano
Hélio de Oliveira dos Santos, Dr. Hélio, ex-prefeito de Campinas ( PDT-SP)
Henrique Alves, ex-ministro do Turismo (PMDB-RN)
Henrique Santana Carballal, vereador de Salvador (PV-BA)
Hugo Napoleão, ex-senador (PSD-PI)
Ideli Salvatti, ex-senadora (PT-SC)
IIson Mauro da Silva Brum, ex-candidata a prefeito de Uruguaiana (PMDB-RS)
Inaldo Leitão, ex-deputado federal (PL-PB)
Iris Rezende, prefeito de Goiânia (PMDB-GO)
Jairo Jorge da Silva, ex-prefeito de Canoas (PDT-RS)
Jaison Cardoso Souza, ex-prefeito de Imbituba (PSDB-SC)
Jaques Wagner, ex-governador da Bahia (PT-BA)
Jean Jackson Kuhlmann, deputado estadual (PSDB-SC)
Jean Vieira de Lima
João Almeida dos Santos, ex-deputado federal (PSDB-BA)
João Santana, marqueteiro
João Leão, vice-governador da Bahia (PP)
João Paulo Cunha, ex-deputado federal (PT-SP)
João Paulo Rillo, deputado estadual (PT-SP)
Raimundo Colombo, governador de Santa Catarina (PSD)
João Vaccari Neto, ex-tesoureiro do PT
Jonas Lopes de Carvalho, conselheiro do TCE-RJ
Gim Argello, ex-senador (PTB-DF)
Jorge Bittar, ex-deputado federal (PT-RJ)
Jorge Khoury, ex-deputado federal (DEM-BA)
Jorge Picciani, presidente da Assembleia Legislativa do Rio (PMDB-RJ)
José Aníbal, ex-senador (PMDB-SP)
José Antônio Barros Munhoz, ex-deputado estadual (PSDB)
José Eduardo Siqueira Campos, ex-senador (DEM-TO)
José Genoíno, ex-deputado federal (PT-SP)
José Marcelo do Nascimento Nilo, deputado estadual (PSL-BA)
Jose Maria Eymael,ex-deputado federal (PSDC-SP)
José Ricardo Franco Montoro, ex-deputado estadual (PSDB-SP)
José Roberto Arruda, ex-governador do DF (PR)
José Severiano Chaves, ex-deputado (PTB-PE)
Josefina Soares Bruggemann, vereadora (PP-RS)
Juçara Feitosa de Oliveira, suplente de senador (PT-BA)
Jussara Osório de Almeida, ex-vereadora (/Rede-RS)
Laurez da Rocha Moreira, prefeito (PSB-TO)
Lázaro Noé da Silva, candidato derrotado a prefeito (PPS)
Valtimir Ribeirão, candidato derrotado a prefeito (PMDB-SP)
Leur Antônio de Brito Lomanto Júnior, deputado estadual (PMDB-BA)
Luciano Santos Rezende, prefeito (PPS-ES)
Lúdio Frank Mendes Cabral, ex-vereador (PT-MT)
Luis Cláudio Lula da Silva, filho de Lula (SP)
Luiz Inácio Lula da Silva, ex-presidente (PT-SP)
Luiz Augusto Fuhrmann Schneider, prefeito (PSDB-RS)
Luiz Eduardo Melin de Carvalho e Silva, ex-diretor do BNDES
Luiz Fernando Pezão, governador do Rio (PMDB)
Luiz Marinho, ex-prefeito de São Bernardo do Campo (PT)
Luiz Paulo Vellozo Lucas, ex-deputado federal (PSDB-ES)
Luiz Roberto de Albuquerque, depuado federal (PSB-RS)
Lusenrique Quintal, empresário (PSD)
Manuela d’Ávila, deputada federal (PCdoB-RS)
Marcelo Miranda, governador do Tocantins ( PMDB)
Marcelo de Lima Lélis, ex-deputado estadual (PV-TO)
Márcio Araújo de Lacerda, ex-prefeito (PSB-MG)
Marconi Perillo, governador de Goiás (PSDB)
Maria da Conceição Caldas Rabha, ex-prefeita (PT-BA)
Mário de Melo Kertesz, ex-prefeito de salvador-ba (PMDB-BA)
Mário Negromonte, ex-ministro das Cidades (PP-BA)
Mariton Benedito de Holanda, ex-deputado federal (PT-RO)
Dermeval Fonseca Nevoeiro Junior, candidato derrotado a prefeito (DEM-SP)
Nilson Bonome, candidato derrotado a prefeito (PMDB-SP)
Osmar Dias, ex-senador (PDT-PR)
Oswaldo Baptista Duarte Filho, ex-prefeito de São Carlos-SP (PT)
Othon Luiz da Silva Pinheiro, ex-presidente da Eletronuclear
Palminio Altimari Filho, ex-prefeito (PMDB-SP)
Paulo Altomani, ex-prefeito de São Carlos-SP (PT)
Paulo Bernardo, ex-ministro (PT-PR)
Paulo César de Melo Sá, deputado estadual (PMDB-RJ)
Paulo Hartung, governador do Espírito Santo (PMDB)
Paulo Ferreira, ex-deputado federal (PT-SP)
Paulo Hadish, ex-prefeito (PSB-SP)
Paulo Magalhães Júnior, vereador (PV-BA)
Paulo Roberto Costa, ex-diretor da Petrobras
Paulo Rubem Santiago Ferreira, ex-deputado federal (PSOL-PE)
Paulo Sérgio de Sá Bittencourt Câmara, vereador (PSDB-BA)
Paulo Skaf, presidente da Fiesp (PMDB)
Paulo Okamotto, presidente do Instituto Lula (PT)
Pedro Barusco, ex-gerente da Petrobras
Pedro Eurico de Barros e Silva, candidato derrotado a deputado federal (PSDB-PE)
Pedro Ramos de Miranda, assessor do ex-governador do Rio Sérgio Cabral (PMDB)
Raimundo Coimbra Júnior, ex-deputado federal (PMDB-TO)
Renata Anchão Braga, ex-prefeita (PSDB-SP)
Renato Casagrande, ex-governador do Espírito Santo (PSB-ES)
Ricardo Fortunato de Oliveira, ex-prefeito (PMDB-GO)
Riverton Mussi Ramos, ex-prefeito (PMDB-RJ)
Robério Bandeira de Negreiros Filho, deputado distrital (PMDB-DF)
Roberto Carlos de Souza, ex-prefeito (PSDB-SC)
Roberto Massafera, deputado estadual , ex prefeito de araraquara-sp (PSDB-SP)
Rogerio Pascon, prefeito (PTB-SP)
Ronaldo Dimas, prefeito (PR-TO)
Ronnie Peterson Colpo Mello, prefeito (PP-RS)
Rosângela Garotinho, ex-governadora do Rio (PR-RJ)
Rosely Nassim Jorge Santos
Rubens Merguizo Filho, prefeito (PMDB-SP)
Rubens Moreira Mendes Filho, ex-deputado federal (PSD-RO)
Saldanha Leivas Cougo, candidato derrotado a deputado federal (PRB-SP)
Sandoval Lôbo Cardoso, ex-governador do Tocantins (SD)
Sandro Antonio Scodro, ex-deputado federal (PMDB-GO)
Sebastião Almeida, ex-prefeito de Guarulhos-SP (PT)
Sérgio Cabral, ex-governador do Rio (PMDB)
Tiago Brandão Correia, vereador (PTN-BA)
Valmir Queiroz Mariano, ex-prefeito (PSD-PA)
Vanessa Damo, ex-deputada estadual (PMDB-SP)
Wayner Fajardo Gasparello, secretário municipal de Obras do Rio de J
Wilma Faria, vereadora (PT do B-RN)
Wilson Carlos Cordeiro, ex-secretário municipal de Governo do Rio de J

Presos 8 vereadores durante sessão de Câmara Municipal – Povão aplaude a Polícia

11/04/2017

Ciro Gomes peita Moro

02/04/2017

“”‘Ciro Gomes ameaça receber ‘turma’ de Moro ‘na bala’ se tentarem prendê-lo – Jornal O Popular
Veja mais em:

http://www.opopular.com.br/editorias/politica/ciro-gomes-amea%C3%A7a-receber-turma-de-moro-na-bala-se-tentarem-prend%C3%AA-lo-1.1247944

TRE-RJ mantém Pezão e Dorneles cassados

30/03/2017

TRE-RJ rejeita embargos de declaração de Pezão

29/03/2017 – 19:47

O Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Rio de Janeiro rejeitou, na sessão plenária desta quarta-feira (29), os embargos de declaração do governador, Luiz Fernando de Souza Pezão, e do vice-governador, Francisco Dornelles.

Ao analisar todos os pontos alegados pela defesa do governador, a Corte entendeu que não houve nulidade da decisão, uma vez que não ficaram configurados: quorum insuficiente para o julgamento que cassou o governador; irregularidade na declaração de suspeição da desembargadora eleitoral Fernanda Tórtima; cerceamento de defesa quanto à juntada de documentação pelo desembargador André Fontes; suspeição do desembargador André Fontes e ausência no interesse de agir.

Por unanimidade, os membros da Justiça Eleitoral fluminense entenderam que não houve omissão na decisão da Corte quanto à análise da proporcionalidade e à individualização da conduta do vice-governador.

Com isso, a cassação do governador e do vice-governador foi mantida, mas somente produz efeito após o trânsito em julgado, ou seja, quando não cabe mais recurso, de acordo com o artigo 257, parágrafo 2º, do Código Eleitoral. Cabe recurso ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Na sessão plenária do dia oito de fevereiro, que cassou os mandatos do governador e de seu vice, tornando-os inelegíveis por oito anos, o TRE-RJ firmou entendimento de que, o abuso de poder econômico e político ficou configurado uma vez que o Governo do Estado do Rio de Janeiro concedeu benefícios financeiros a empresas como contrapartida a posteriores doações para a campanha do então candidato Pezão e de seu vice.

Na mesma decisão, a Corte Eleitoral fluminense determinou que fossem realizadas eleições diretas para a escolha dos representantes do Poder Executivo estadual.

Processo relacionado: ED no AIJE 729906

VIVA RIO VIVO DINHEIRO VIVO

30/03/2017

do BLOG DO GAROTINHO

Rio de Janeiro virou uma vergonha para o Brasil

Capas dos principais jornais do Rio

 

A Musa dos 3 anos da Lava Jato

17/03/2017

Trama de corrupción

Brasil: la amante de Lava Jato, de Playboy a la cárcel

Es Taiana de Souza, ex “novia” de uno de los mayores delincuentes del país. Fue tapa de la famosa revista, donde posó desnuda entre billetes de 100 dólares. Mirá de qué la acusan.

Brasil: la amante de Lava Jato, de Playboy a la cárcel

Tatiana de Souza Camargo, ex chica Plabyboy y amante de Lava Jato.

Luego de ser tapa de Playboy, donde se mostró al desnudo con billetes de 100 dólares, la amante del principal traficante de divisas de Lava Jato está a un paso de ser detenida.

Taiana de Souza Camargo fue intimada por la Policía Federal a que se presente a declarar como imputada por su participación en el esquema de sobornos, lavado de dinero y corrupción del “Lava Jato”.

La modelo de 30 años fue acusada de adquirir propiedades con recursos ilícitos, lavado de dinero y ocultar patrimonio, delitos por los que puede pasar varios años presa.

Taiana de Souza Camargo sería propietaria de un automóvil BMW y un departamento valuado en más de 300 mil dólares, entre otras propiedades que no guardan correspondencia con los ingresos que declaró al fisco. Acusaciones agravadas por haber escapado de la policía y viajado al exterior, según informaron ayer algunos medios brasileños.

Brasil: la amante de Lava Jato, de Playboy a la cárcel

Tatiana de Souza Camargo, la amante de Lava jato y ex tapa de Playboy.

Taiana fue amante de Alberto Yousseff, un hombre conocido en el submundo del tráfico de divisas internacional, contrabando y lavado de dinero.

El juez del proceso “Lava Jato”, Sergio Moro, apresó a Yousseff en 2014, poco después de iniciar esa causa que luego se convertiría en el mayor escándalo de corrupción política de la historia de Brasil.

Mirá tambiénBrasil, convulsionado por protestas y revelaciones sobre el caso Petrobras

Youssef, uno de los mayores delincuentes de Brasil, condenado a 121 años de prisión en el escándalo de Petrobras por lavar dinero y repartir sobornos, fue liberado en noviembre de la cárcel gracias a un acuerdo de delación que alcanzó con el juez Moro.

Yousseff se dedicó desde siempre a las estafas y luego hizo carrera como especialista en lavar dinero y girar ilegalmente dinero al exterior y repatriarlo: se lo conoce como ‘doleiro’ en Brasil, porque funciona como un agente de cambio clandestino.

La relación de Taiana con Yousseff era “intensa”, contó alguna vez la joven que se tornó famosa cuando su amigo ocupó las primeras planas de los diarios nacionales al ingresar esposado a una cárcel de Curitiba, en el sur brasileño.

Taiana es “ambiciosa y despampanante”, según la definición de algunos colegas suyos en el Congreso, donde ella trabajó como asesora parlamentaria y habría sido “más que amiga” de un parlamentario.

Poco después de que Alberto Yousseff ocupara las primeras planas como “el dolero ( manipulador de dólares) de Lava Jato”, Taiana comenzó a conocer las mieles de la fama.

La chica era asediada por la prensa y los programas de variedades la entrevistaban curiosos por saber intimidades del “mafioso Yousseff”. Luego vinieron propuestas “de todo tipo” hasta que un día llegó alguien de la revista Playboy con una oferta económica que ella consideró “irrecusable”.

Brasil: la amante de Lava Jato, de Playboy a la cárcel

Taiana de Souza Camargo, ex amante del peor delincuente de Brasil./ Imagen de Internet

Taiana fue tapa y tema de la principal producción de una edición de Playboy en 2015 donde posó desnuda y sonriente en una cama mullida rodeada de objetos lujosos.

Otra foto la mostró sobre un lujoso automóvil importado blanco, sin ropa, pero con sus partes íntimas cubiertas con billetes de 100 dólares.

En la entrevista que complementó la producción fotográfica Taiana contó que su relación con Yousseff duró varios años y fue “intensa”.

“El me ayudó a pagar la crianza de mi hijo”, recordó en otro tramo del reportaje a Playboy.

Y hasta comentó que el día que Yousseff llegó a la prisión ella fue la primera persona a quien él telefoneó.

Con Taiana Playboy repitió una apuesta que ya le había rendido grandes ganancias: fotografiar a chicas que frecuentaron los círculos del poder político y económico.

Brasil: la amante de Lava Jato, de Playboy a la cárcel

Monica Veloso, ex amante del presidente del senado brasileño, Renán Calheiros, y “conejita” de Playboy. / Archivo

Así en 2007 la revista vendió decenas de miles de ejemplares con la bonita, pero sin llegar a ser exuberante, Mónica Veloso, la ex amante del congresista más poderoso y temido de Brasil, el senador Renán Calheiros, que ahora está envuelto en el escándalo “Lava Jato”.

La pasión prohibida de Renan Calheiros por la periodista Veloso sacudió al país, y le costó el cargo de presidente del Senado.

Gracias al “Renangate” Monica Veloso pasó de ser la conductora de un programa de televisión y a cobrar altísimos contratos para dar entrevistas varias, como la que concedió en el Castillo de Caras en Nueva York.

Es distinto el desenlace de la historia de Taiana Camargo, porque su instante de celebridad fue efímero, y ahora su destino está más cerca de la cárcel que de la firma de un contrato televisivo.

Por lo pronto tendrá que enfrentar a los implacables investigadores de “Lava Jato”, a los que junto al juez Moro, no les tiembla la mano para ordenar la orden de detención de grandes empresarios, como Marcelo Odebrecht.

(Fuente: ANSA)

Congresso Nacional passa a semana sem fazer mal ao Brasil

05/03/2017

20170303_congressocarnavalbaiano

JK investiu em rodovia porque até hoje não sabemos fazer ferrovia

19/02/2017

OBRA FARAÔNICA INÚTIL

HERANÇA DA TRAGÉDIA DO PT NO GOVERNO

Transnordestina não tem prazo de conclusão após 10 anos de obras

Ferrovia prometia mudar a vida de pessoas em três estados.

INFRAESTRUTURAHÁ 11 HORAS

Transnordestina não tem prazo de conclusão após 10 anos de obras

Ferrovia prometia mudar a vida de pessoas em três estados.

Alborghetti em 2006: Sérgio Moro reserva moral e é quem mais prendeu corruPTos – Em 2006, já denunciava que Sérgio Moro era grampeado

01/02/2017

Recordando no dia da Eleição no Senado Federal

01/02/2017

Em pouco mais de uma mês, nos idos de maio, começará o governo do senhor Michel Temer com o PT na oposição.

Os líderes do PMDB estão com um pé na cadeia.
Qual a estratégia que a direita de verdade deve adotar.
Entendo que é preciso aproveitar o clima favorável e banir o MST, revogar a lei de terrorismo e fazer outra, aprovar leis contra doutrinação nas escolas e  revogar a lei que dá grana pros sindicatos.
tem que ter esta agenda mínima que deve ser levada para a falsa oposição, fazer o psdb virar oposição de verdade (ao pt).


Apoiaremos o seu Temer que mamou até hoje nas tetas?


É preciso que as ruas falem do processo do presidente e vice no TSE.

Cassado no TSE sai temer também e terá novas eleições se a cassação for até 2 anos de governo. Depois de 2 anos (ano que vem) haverá eleição pelo Congresso Nacional.

O parlamentarismo tido como golpe para manter o pt no poder poderá ser a salvação nos livrando da quase certa eleição de Marina pelo voto direto.

O Criança Esperança da Rede Globo é uma farsa?

27/08/2013

Não Vote PT – Droga mata!

04/02/2013

535670_331563290281850_1170614278_n

COMO TODOS ESPERAVAM: CPI do Cachoeira MORREU: Pizza=PMDB+PT

01/11/2012

 

Assim terminam CPIs da delta, corrupção, mensalão..

30/04/2012

O video de Cabral e Cavendish em Paris , surubada?? ei ricardo gama

29/04/2012

http://ricardo-gama.blogspot.com.br/2012/04/bomba-video-mostra-sergio-cabral-o.html

Nos Estados Unidos, corrupto se ferra

09/12/2011

Ex-Governador pega 14 anos de prisão por corrupção

Justiça – Ex-governador que tentou vender vaga de Obama no Senado pega 14 anos de prisão Rod Blagojevich também foi condenado por trocar empregos e doações eleitorais por benefícios do estado; ele terá que cumprir ao menos 85% da pena.
Estados Unidos não é a América Latrina. É por isso que os esquerdistas odeiam os Estados Unidos. A justiça la coloca político corrupto na cadeia.O democrata Rod Blagojevich, ex-governador do estado de Illinois, nos Estados Unidos, foi condenado nesta quarta-feira a 14 anos de prisão por prática de corrupção. Entre as acusações, estava a tentativa de Blagojevich de vender a antiga vaga de Barack Obama no Senado americano, que ficou sem titular após Obama ser eleito presidente dos Estados Unidos em 2008. Pela legislação americana, cabe ao governador indicar um novo senador nesse caso.
Prestes a completar 55 anos de idade, o ex-governador terá de cumprir pelo menos 85% da pena – cerca de 12 anos. Acusado de trocar empregos e doações eleitorais por benefícios do estado, ele perdeu o cargo em 2009. Diante do juiz James B. Zagel, Blagojevich pediu misericórdia, dizendo-se “incrivelmente arrependido”. Antes da sentença, o magistrado disse aceitar as desculpas, mas afirmou que elas “vieram tarde demais”. Em sua defesa, Blagojevich alegou ter sido enganado por assessores, mas a tese não foi aceita pelo juiz.
Pesaram contra o ex-governador evidências apresentadas pelos promotores de que Blagojevich teria solicitado 1,5 milhão de dólares (2,68 milhões de reais) em contribuições eleitorais de simpatizantes do deputado Jesse Jackson Jr., em troca de nomeá-lo para a vaga de Obama no Senado. Blagojevich também solicitou um cargo nos primeiros escalões do governo americano ou um emprego bem remunerado em Washington, em troca de indicar ao Senado a indicada de Obama, Valerie Jarrett, assessora da Casa Branca. Além disso, o democrata foi condenado por extorsão contra os diretores de um hospital infantil e dos hipódromos do estado de Illinois.

ESCÂNDALOS DA ERA LULA PT, MENSALÃO, CORRUPTÇÃO DO PT NO GOVERNO, Ataque à família e aos valores cristãos, Foro de São Paulo, Farcs- A Herança Maldita da Era Lula

27/11/2011
=
Se por acaso uma imagem estiver muito pequena, clic nela e todas ficam de tamanho normal.
=
=
Nota Oficial dos Partidos de Oposição ao Desgoverno do PT.
As revelações feitas pela revista Veja, no fim de semana, sobre o possível  envolvimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no comando do escândalo  que hoje conhecemos como “MENSALÃO”, exigem explicações imediatas e a apuração  por todos os meios legais.
Por isso mesmo é que estranhamos o silêncio  ensurdecedor do ex-presidente Lula, que deveria ser o maior interessado em  prestar esclarecimentos sobre fatos que o envolvem diretamente. Já não surte  mais efeito, especialmente depois que o Supremo Tribunal Federal comprovou a  existência do MENSALÃO e já condena mensaleiros, a tese defendida pelo PT, de  que tudo não passava de uma farsa montada pela imprensa e pela oposição para  derrubar o governo Lula.
O ex-presidente já não está mais no comando do país,  mas nem por isso pode se eximir das responsabilidades dos oito anos em que  governou o Brasil, ainda mais quando há suspeitas que pesam sobre o seu  comportamento no maior escândalo de corrupção da história da República.
A  gravidade das revelações da revista Veja impõe que ela torne públicos os  elementos que sustentam a matéria “Os segredos de Marcos Valério”. A oposição  fará a sua parte e encerrado o julgamento em curso no STF cobrará a investigação  dos fatos ao Ministério Público.
Os brasileiros exigem que o ex-presidente  Luiz Inácio Lula da Silva venha a público prestar esclarecimentos em nome da  responsabilidade do cargo que ocupou.
 
483504_574499895916476_1913317932_n (1)
 
Brasília, 18 de setembro de 2012.
Assinam: Deputado Sérgio Guerra (PE), presidente nacional do PSDB Senador José  Agripino Maia (RN), presidente nacional do Democratas Deputado Roberto Freire  (SP), presidente nacional do PPS.
 

=

Aqui o sub chefe da Quadrilha confessa que o falso metalúrgico sabe de tudo:

=

ALGUNS DOS PROCESSOS DE ANTONIO PALOCCI FILHO:

=

=

• Caso Pinheiro Landim
• Caso Celso Daniel
• Caso Toninho do PT

• Escândalo dos Grampos Contra Políticos da Bahia
• Escândalo do Proprinoduto (também conhecido como Caso Rodrigo Silveirinha)
• Escândalo da Suposta Ligação do PT com o MST
• Escândalo da Suposta Ligação do PT com a FARC

• Privatização das Estatais no Primeiro Ano do Governo Lula
• Escândalo dos Gastos Públicos dos Ministros
• Irregularidades do Fome Zero
• Escândalo do DNIT (envolvendo os ministros Anderson Adauto e Sérgio Pimentel)

• Escândalo do Ministério do Trabalho
• Licitação Para a Compra de Gêneros Básicos
• Caso Agnelo Queiroz (O ministro recebeu diárias do COB para os Jogos Panamericanos)
• Escândalo do Ministério dos Esportes (Uso da estrutura do ministério para organizar a festa de aniversário do ministro Agnelo Queizoz)
• Operação Anaconda

• Escândalo dos Gafanhotos (ou Máfia dos Gafanhotos)
• Caso José Eduardo Dutra

• Várias Aberturas de Licitações da Presidência da República Para a Compra de Artigos de Luxo
• Escândalo da Norospar (Associação Beneficente de Saúde do Noroeste do Paraná)

• Expulsão dos Políticos do PT que eram contra Aborto
• Escândalo dos Bingos (Primeira grave crise política do governo Lula) (ou Caso Waldomiro Diniz)

• Lei de Responsabilidade Fiscal (Recuos do governo federal da LRF)
• Escândalo da ONG Ágora
• Escândalo dos Corpos (Licitação do Governo Federal para a compra de 750 copos de cristalvinho, champagne, licor e whisky) para

• Caso Henrique Meirelles
• Caso Luiz Augusto Candiota (Diretor de Política Monetária do BC, é acusado de movimentar as contas no exterior e demitido por não explicar a movimentação)
• Caso Cássio Caseb
• Caso Kroll
• Conselho Federal de Jornalismo

• Escândalo dos Vampiros
• Uso dos Ministros dos Assessores em Campanha Eleitoral de 2004
• Escândalo do PTB (Oferecimento do PT para ter apoio do PTB em troca de cargos, material de campanha e R$ 150 mil reais a cada deputado)
• Caso Antônio Celso Cipriani
• Irregularidades na Bolsa-Escola
• Caso Flamarion Portela

• Irregularidades na Bolsa-Família
• Escândalo de Cartões de Crédito Corporativos da Presidência• Irregularidades do Programa Restaurante Popular (Projeto de restaurantes populares beneficia prefeituras administradas pelo PT)
• Abuso de Medidas Provisórias no Governo Lula entre 2003 e 2004 (mais de 300)
• Escândalo dos Correios (Segunda grave crise política do governo Lula. Também conhecido como Caso Maurício Marinho)

• Escândalo do IRB
• Escândalo da Novadata
• Escândalo da Usina de Itaipu
• Escândalo das Furnas
• Escândalo do Mensalão (Terceira grave crise política do governo. Também conhecido como Mensalão)

• Escândalo do Leão & Leão (República de Ribeirão Preto ou Máfia do Lixo ou Caso Leão & Leão)
• Escândalo da Secom
• Esquema de Corrupção no Diretório Nacional do PT
• Escândalo do Brasil Telecom (também conhecido como Escândalo do Portugal Telecom ou Escândalo da Itália Telecom)
• Escândalo da CPEM
• Escândalo da SEBRAE (ou Caso Paulo Okamotto)
• Caso Marka/FonteCindam
• Escândalo dos Dólares na Cueca

• Escândalo do Banco Santos
• Escândalo Daniel Dantas – Grupo Opportunity (ou Caso Daniel Dantas)
• Escândalo da Interbrazil
• Caso Toninho da Barcelona

• Escândalo da Gamecorp -Telemar (ou Caso Lulinha)
• Caso dos Dólares de Cuba
• Doação de Terninhos da Marísia da Silva (esposa do presidente Lula)

• Escândalo da Quebra do Sigilo Bancário do Caseiro Francenildo (Quarta grave crise política do governo Lula. Também conhecido como Caso Francenildo Santos Costa)
• Escândalo das Cartilhas do PT
• Escândalo do Banco BMG (Empréstimos para aposentados)
• Escândalo do Proer

• Escândalo do Sivam
• Escândalo dos Fundos de Pensão
• Escândalo dos Grampos na Abin

• Escândalo do Foro de São Paulo
• Esquema do Plano Safra Legal (Máfia dos Cupins)

• Escândalo do Mensalinho
• Escândalo das Vendas de Madeira da Amazônia (ou Escândalo Ministério do Meio Ambiente).
• Escândalo de Corrupção dos Ministros no Governo Lula
• Crise da Varig

• Escândalo das Sanguessugas (Quinta grave crise política do governo Lula. Inicialmente conhecida como Operação Sanguessuga e Escândalo das Ambulâncias)
• Escândalo dos Gastos de Combustíveis dos Deputados
• CPI da Imigração Ilegal
• CPI do Tráfico de Armas
=
 

PT NUNCA MAIS

26/11/2011

Hoje tem marcha contra a corruptção em todo o Brasil, dia de lembrar do cofre do velho Adhemar e surrar a “quadrilha do cofre” que hoje desgoverna o Brasil

12/10/2011

=

=

brasilia, 12 de outubro de 2011

HOMEM CULTO APÓIA O PROCON POLÍTICO:

19/09/2011

http://proconpolitico.wordpress.com/ 

A corrupção no setor público representa uma ameaça fundamental à nossa segurança nacional e ao nosso modo de vida. A corrupção pública tem impacto em tudo, desde o quanto nossas fronteiras e nossos bairros estão seguros e protegidos, o quanto as sentenças proferidas nos tribunais são justas, o quanto são de qualidade as nossas estradas, nossas escolas e os demais serviços governamentais. E isso tem um custo muito elevado para nossos bolsos, desperdiçando-se bilhões de reais, de impostos, a cada ano.

“El País”, de Madrid, principal jornal em espanhol no mundo, da destaque à Marcha dos Indginados com a Corrupção do PT

07/09/2011

Arranca en Brasil el movimiento de los indignados contra la corrupción:

El inicio de las movilizaciones reúne a unas 25.000 personas en Brasilia, donde a escasos metros se celebraba el desfile oficial del Día de la Independencia.

http://www.escandalodomensalao.com.br/cap01.php

En los próximos días, 35 ciudades de todo el país celebrarán sus propias marchas, convocadas a través de la Red.

José Dirceu rindo da cara do povo banana do brasil. A corrupção pública representa uma ameaça fundamental à nossa segurança nacional e ao nosso modo de vida. Tem impacto em tudo, desde o quanto nossas fronteiras e nossos bairros estão seguros e protegidos, o quanto as sentenças proferidas em tribunais são justas, o quanto são de qualidade, nossas estradas, escolas e outros serviços governamentais. E isso tem um preço significativo em nosso bolso, desperdiçando-se bilhões de dólares, em impostos, a cada ano.

http://www.elpais.com/articulo/internacional/Arranca/Brasil/movimiento/indignados/corrupcion/elpepuint/20110907elpepuint_7/Tes

Geo eventos, Rede Globo, RBS, prefeitura do Rio de Janeiro, FifA, mais um escÂNDALO.

02/09/2011

Globo recebe R$ 30 milhões de governo e prefeitura do Rio para organizar festa da Fifa:
A Geo Eventos, empresa de eventos das Organizações Globo e do Grupo RBS, vai receber R$ 30 milhões do governo estadual e da prefeitura do Rio de Janeiro para organizar o evento em que será realizado o sorteio preliminar das eliminatórias da Copa do Mundo de 2014, o chamado “Preliminary Draw”.
A empresa foi contratada em regime de exclusividade pelo Comitê Organizador Local (COL) da Copa do Mundo de 2014 para produzir e captar patrocínios para a cerimônia. O sorteio acontecerá no dia 30 de julho, às 15h, na Marina da Glória (zona Sul do Rio), e será transmitido ao vivo para cerca de 200 países. Porém, a partir desta terça-feira, a Fifa promoverá uma série de atividades em uma espécie de “aquecimento” para o grande evento de sábado.
http://esporte.uol.com.br/futebol/copa-2014/ultimas-noticias/2011/07/22/globo-recebe-r-30-milhoes-de-governo-e-prefeitura-do-rio-para-organizar-festa-da-fifa.htm

Leia na íntegra o livro sobre o Chefe do Chefe do mensalão, o Zé Dirceu continua mandando e o Lula continua o Chefe Capo de Tutti Capi

29/08/2011

http://www.escandalodomensalao.com.br/

Ideli Salvatti mais um ministro na lama? será mais uma demissão de ministro?

20/08/2011

http://www.istoe.com.br/reportagens/152956_AS+ARTICULACOES+DE+IDELI?pathImagens=&path=&actualArea=internalPage

Dilma, aquela do cofre do Adhemar, não quer ninguem algemado: Viva o FBI

15/08/2011

http://www.dailymail.co.uk/news/article-1201966/Rabbis-mayors-44-New-Jersey-officials-arrested-money-laundering-trafficking-handbags–human-kidneys.html 

http://www.cacriminaldefenseblog.com/?p=195

Enquanto roubam sem parar no Ministério dos Tran$porte$….

11/07/2011

A Rodovia da Morte BR-381 continua matando:

www.br381.org

E a CUIABA-SANTARÉM continua atolando;

Cuiabá-Santarém

=

Brasil do PT, brasil de hoje

19/06/2011

 

1 – Nos obriga a votar – se não votamos temos que pagar R$ 7,02 por dois turnos faltosos para não perdermos nosso “precioso” título eleitoral e consequentemente o direito de tirar passaporte, fazer crediário, se matricular em instituições públicas, tirar documentos se o perdermos e isto nos faz cidadãos de segunda classe como consequência.

 

2 – Nos obriga a servir as suas falidas, sucateadas e miseráveis “forças armadas”- caso dos homens – temos que pagar multas que variam de 2 a 7 reais para sustentarmos quartéis sem comida, caindo aos pedaços e recrutas sem nenhum jeito para a vida militar. Forças armadas pobres que necessitam do alistamento militar obrigatório para sobreviver.

 

3 – Nos obriga a descontar um dia por ano para seus sindicatos pelegos e lacaios do governo. Um assalto a um dia de trabalho de quem não quer se sindicalizar.

 

4 – Nos obriga a ouvir Voz do Brasil em um determinado horário, sem opção de escolha. Herança da ditadura Vargas.

 

5 – Nos sufoca com uma carga tributária da Suécia e nos oferece serviços públicos do nível da África sub-saariana.

 

6 – Nos faz reféns dentro de nossas casas, enquanto os bandidos e criminosos estão soltos e aterrorizando cidadãos honestos.

 

7 – Tem um povo semialfabetizado, que tem cultura abaixo do nível para lutar por direitos básicos de cidadania.

 

8 – A saúde do povo é caótica, sofrendo de doenças como tuberculose, hanseníase, doença de Chagas, esquistossomose, cólera, malária, dengue e outras mazelas de países pobres.

 

9 – A corrupção de políticos, todo ano envolvido em escândalos e maracutáias.

 

10 – A política habitacional não existe, condenando gerações à especulação imobiliária e sem posse da sonhada casa.

 

Em suma, o Brasil é uma republiqueta. Charles De Gaulle estava certo, isto aqui não é um país sério.

A vida é dura para um corrupto nos Estados Unidos, homens de terno e rabino algemados, nada que Pallocci tenha que se preocupar, nada do fórum de Ribeirão Preto se parece com isso

03/06/2011

It’s our top priority among criminal investigations—and for good reason.Public corruption poses a fundamental threat to our national security and way of life. It impacts everything from how well our borders are secured and our neighborhoods protected…to verdicts handed down in courts…to the quality of our roads, schools, and other government services. And it takes a significant toll on our pocketbooks, wasting billions in tax dollars every year.The FBI is singularly situated to combat this corruption, with the skills and capabilities to run complex undercover operations and surveillance.

O FBI DIZ:

Combate á corrupção é a nossa maior prioridade entre as investigações criminais e por boas razões:

Corrupção no setor público representa uma ameaça fundamental à nossa segurança nacional e ao nosso modo de vida.

A corrupção tem impacto de tudo, desde o quanto as nossas fronteiras estão garantidas e protegidas, nossos bairros estão seguros, corretas as sentenças proferidas em tribunais, a qualidade das nossas estradas, escolas e outros serviços do governo.  E isso tem um preço significativo no nosso bolso, custando bilhões de dólares em impostos a cada ano.

O FBI está particularmente bem aparelhado para combater a corrupção pública, com competência e capacidade para executar complexas operações encobertas e vigilância.

It’s our top priority among criminal investigations—and for good reason.

Public corruption poses a fundamental threat to our national security and way of life. It impacts everything from how well our borders are secured and our neighborhoods protected…to verdicts handed down in courts…to the quality of our roads, schools, and other government services. And it takes a significant toll on our pocketbooks, wasting billions in tax dollars every year.

The FBI is singularly situated to combat this corruption, with the skills and capabilities to run complex undercover operations and surveillance.

O verdadeiro patriotismo do verdadeiro brasileiro

13/07/2010

Pouco importa se as escolas já não lecionam mais a disciplina Moral e Cívica. E tanto faz se as pessoas cantam “Ovírus du Ipirangas margis plácida…”.

Nosso hino é o mais lindo! “Nosso bosques têm mais vida, nossa vida em teu seio mais amores…” Gonçalves Dias? Machado de Assis? Jorge Amado? Sei lá! Tanto faz! 

Como começa o hino da bandeira? Ah! Temos também um hino da independência. E quase que eu ia confundindo a proclamação da república com o dia da independência.

Mas deixa, o que importa é que eu vou assistir a Parada, minha filha vai desfilar. Se não sei diferir o judiciário do legislativo e do executivo é porque não gosto de política, só isso. 

Torço pelo Cruzeiro e pela Seleção, somos penta! Viva! Isso nos faz esquecer os inúmeros problemas sociais.

E quer saber, dane-se o próximo, dane-se o povo, sou malandro, tenho sempre um amigo para dar um “jeitinho”, inclusive para o Bolsa-escola, e claro isso não me tira o título de patriota.

Amo meu país, embora eu não me importe com serrado, mata atlântica, pantanal, CPMF, privatização… Quero a playboy da Siri e saber quem matou a Taís. 

Pretendo ir para os EUA, vou ralar, ser humilhado, mas tudo bem. Quando eu voltar, compro uns barracões, em Governador Valadares, e vou viver de renda, com um Palio na garagem e ostentando um status que não tenho, sempre dizendo que tudo nos States é melhor.

E diga-se, de passagem, meu inglês é so so! 

Ah o carnaval! Ninguém faz tão bem como nós! A Sapucaí fica perto das favelas, mas nesta época tudo é festa.

Os noticiários dão um jeito de suavizar as coisas. E falando em suavizar, aprendi o tal do eufemismo, por exemplo: Somos o único país que usa o termo semi-analfabeto para não ficarmos tão mal vistos. 

Mas deixa, somos patriotas acima de tudo! Temos camisas alusivas á bandeira, bonés, biquínis, bermudas, adesivos etc… Claro que não usamos isso para protestarmos contra nada, somos da paz e não pacíficos. Apatia? Que isso? 

Pra finalizar, como todo bom brasileiro, odeio os argentinos! Nada mais patriótico…