Diferente daquilo que vem sendo noticiado, Garotinho e Rosinha não estão sendo acusados de desviar dinheiro público. As acusações, embora falsas, têm dois objetivos.

O primeiro é tentar igualá-los à quadrilha do ex-governador Sérgio Cabral, que foi denunciada por Garotinho ao Ministério Público Federal. Para isso se utilizam de parte da banda podre do Ministério Público e da Justiça Eleitoral.

O segundo motivo é que a Globo vem sendo alvo de várias reportagens do escândalo conhecido como Fifagate, onde a emissora é acusada foi acusada de pagar propina para transmitir jogos da Copa do Mundo, Taça Libertadores da América e Campeonato Sul Americano. As investigações do Departamento de Justiça dos Estados Unidos estão chegando cada vez mais próximo da família Marinho, que segundo o delator Burzaco, pagou propina através de paraísos fiscais, como Garotinho vem denunciando

Por isso querem calar a sua voz e igualá-lo aos corruptos que ele denunciou. É preciso deixar claro:

1 – A prisão de Garotinho e Rosinha não tem nada a ver com a Lava Jato, muito menos com desvio de dinheiro público.

2 – A decisão é assinada pelo juiz Glaucenir Oliveira, o mesmo que ao transferi-lo do hospital sem autorização médica poderia ter provocado sua morte; este mesmo juiz responde processos movidos por Garotinho, razão pela qual não poderia ter proferido a decisão.

3 – O processo está instruído pelo promotor Leandro Manhães, que é acusado por Garotinho de participar de organização criminosa.

4 – A afirmação da delação é totalmente inverídica. A doação consta da prestação de contas de Garotinho na campanha ao Governo do Estado, que foi devidamente aprovada pelo TRE, e teve origem numa doação feita ao Diretório Nacional, que repassou o valor à campanha estadual.

5 – O referido delator é hoje o empreiteiro que mais recebe verba do município de Campos, conforme pode ser verificado no Portal da Transparência. A empresa Working, de propriedade do senhor André, foi a que mais recebeu dinheiro do município de Campos, que é governado por Rafael Diniz, inimigo de Garotinho.

6 – Em momento algum Ricardo Saud afirmou no depoimento da PGR que pagou qualquer vantagem a Garotinho, Rosinha ou qualquer pessoa que falasse em nome deles.

Aguardem que a revelação será bombástica e abalará o Judiciário brasileiro.

Nota passada pela defesa de Garotinho e Rosinha

Postado pela Equipe Garotinho

DPPF9DUW0AEpO8j

23794804_1550305118394713_8905384823932924275_n

QUE BANCO LIBEROU ESTA GRANA SEM AVISAR AO BANCO CENTRAL?

0MwOH4Y8

DPWWgW1U8AAb7N6