Ensino virou caso de polícia no Brasil

2 106 971 vues

ESCOLA SEM PARTIDO

A então estudante Ana Caroline Campagnolo, hoje professora de história, fez questão de expor as técnicas abjetas de doutrinação ideológica usadas por uma de suas professoras.

Não podemos nos acovardar, assim como ela, precisamos apoiar iniciativas como o projeto Escola Sem Partido que ao invés do que a maioria das pessoas imagina, não pretende coibir o direito do professor de ensinar, mas sim, visa proteger os alunos se serem alvos de militância política e ideológica dentro do ambiente acadêmico estudantil.

Parabéns Ana, que mais estudantes sigam seu exemplo por um ensino cada vez mais livre!

Anúncios

%d blogueiros gostam disto: