ECOLOGIA INIMIGA DA PRODUÇÃO DE ALIMENTOS E DA GERAÇÃO DE EMPREGOS

Comissão de Infraestrutura do SENADO FEDERAL DO BRASIL fará audiência sobre rodovia entre Manaus-am e Porto Velho-RO

 Sergio Vieira | 13/06/2017, 11h28 – ATUALIZADO EM 13/06/2017, 12h02

Por solicitação dos senadores Acir Gurgacz (PDT-RO) e Vanessa Graziottin (PCdoB-AM), a Comissão de Serviços de Infra-Estrutura (CI) agendou para a próxima terça-feira (20) audiência pública para debater a recente suspensão da licença de instalação para manutenção e conservação da rodovia BR–319, que liga Manaus (AM) a Porto Velho (RO).

Para esta audiência estão convidados o juiz federal Hiram Pereira, que concedeu a liminar embargando a obra, além de representantes do Ministério Público Federal no Amazonas, que solicitou a liminar.

Também foram convidados representantes dos governos estaduais e das federações das indústrias de Amazonas e Rondônia, do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) e da Fundação Nacional do Índio (Funai).

— Entendo que a presença do excelentíssimo juiz seria da maior importância, para ele ter conhecimento do que pensam os setores produtivos nos dois estados, além do Ibama e do DNIT. Se o nobre juiz tem a disposição de assinar o embargo, não custaria nada ele vir aqui e debater conosco.

O mesmo vale para o Ministério Público —afirmou Gurgacz na reunião realizada nesta terça-feira (13).

O senador também criticou bastante o Ministério Público por ter solicitado a paralisação das obras, ressaltando que é a segunda ocasião em que elas são embargadas desde 2015, quando foram iniciadas.

— O Ministério Público não tem o menor conhecimento da importância desta BR e como vivem as pessoas nas cidades de Manicoré, Humaitá, no distrito de Realidade ou da importância que ela tem para Porto Velho.

É um atraso muito grande para o nosso país essas coisas acontecerem, mais uma entre mais de 5.000 obras paralisadas no país — protestou o senador.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Anúncios

%d blogueiros gostam disto: