Reforma do Ensino Médio – Menos Doutrinação Comunista

EDUCAÇÃO

Conheça as mudanças que ocorrerão no ensino médio

Reforma do Ensino Médio

Pela proposta apresentada pelo governo, ensino médio terá maior carga horária, por exemplo. Entenda o que mudará

por Portal BrasilPublicado: 09/02/2017 19h04Última modificação: 10/02/2017 15h40

Divulgação/Governo de Mato Grosso

Próximo passo é a publicação da Base Nacional Comum Curricular, que definirá competências e objetivos

Itens relacionados

Consulta pública sobre o Enem é prorrogada até o dia 17

Novas regras estimulam geração própria de energia elétrica em universidades

Adesão ao Brasil Alfabetizado termina em 20 de fevereiro

A reformulação do ensino médio, aprovada nesta quarta-feira (8) no Senado Federal, pretende tornar mais flexível e atual o currículo dos jovens nos três últimos anos da escola. Agora, a matéria aguarda sanção do presidente Michel Temer.

O próximo passo é a publicação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Ela definirá as competências e objetivos de aprendizagem nas quatro áreas do conhecimento: linguagens e suas tecnologias, matemática e suas tecnologias, ciências da natureza e suas tecnologias e ciências humanas e sociais aplicadas.

Um dos principais objetivos da nova proposta para o ensino médio é atrair e manter os jovens para a escola. Atualmente, mais de 1 milhão de jovens de 17 anos que deveriam estar no terceiro ano do ensino médio estão fora da escola. Outros 1,7 milhão de jovens não estudam nem trabalham.

O resultado mais recente do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) também mostra a defasagem do formato atual do ensino médio brasileiro. O último levantamento realizado mostrou que o País está estagnado.

Conheça as principais mudanças que irão modernizar o ensino médio, e que constam na proposta do governo federal:

Carga horária

A carga horária do ensino médio subirá de 800 para 1,4 mil horas. As escolas farão a ampliação de forma gradual, mas nos primeiros cinco anos já devem oferecer 1.000 horas de aula anuais.

A BNCC, que é obrigatória a todas as escolas, deverá ocupar o máximo de 60% da carga horária total do ensino médio, sendo o tempo restante preenchido por disciplinas de interesse do aluno, que poderá eleger prioridades de acordo com a área de formação desejada em uma das cinco áreas de interesse: linguagens, matemática, ciências da natureza, ciências humanas e formação técnica e profissional.

Ensino técnico

Atualmente, o estudante que almeja uma formação técnica de nível médio precisa cursar 2,4 mil horas do ensino médio regular e mais 1,2 mil horas do técnico. Com a mudança, o jovem poderá optar por uma formação técnica profissional dentro da carga horária do ensino médio regular e, ao final dos três anos, ser certificado tanto no ensino médio como no curso técnico. Cada estado e o Distrito Federal organizarão seus currículos.

Disciplinas obrigatórias

Além dos componentes curriculares previstos na BNCC, o novo ensino médio prevê a obrigatoriedade das disciplinas de língua portuguesa e de matemática ao longo dos três anos. Além disso, a língua inglesa, que não era obrigatória segundo a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB), passará a ser a partir do sexto ano do ensino fundamental. Porém, no ensino médio, as redes poderão oferecer outras línguas estrangeiras, com prioridade para o espanhol.

Prazos

A partir da publicação da BNCC, os sistemas de ensino terão o ano letivo seguinte para estabelecer o cronograma de implantação das principais alterações na Lei e iniciar o processo de implementação a partir do segundo ano letivo. O texto aprovado permite, ainda, que as redes autorizem profissionais com notório saber para ministrar aulas exclusivamente em disciplinas dos cursos técnicos e profissionalizantes.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério da Educação (MEC)

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative CommonsCC BY ND 3.0 Brasil

SEGUNDA-FEIRA, 8 DE NOVEMBRO DE 2010

Tia Anastácia se declara quilombola

A líder do “Movimento Negro” do “Sítio do Pica-Pau Amarelo”, agora chamada de Companheira Anastácia, se declara quilombola e pede demarcação das terras.

Com as “Caçadas de Pedrinho” proibidas pelo IBAMA, pouco resta a fazer no sítio.

Os “Sem-Terra” andam rondando o “Sítio do Pica-Pau Amarelo” e já informaram ao INCRA que a área é improdutiva pois só nasce literatura por lá.

“Benta”, que agora não é “Dona” de porra nenhuma, pretende viver do “Bolsa-Família”.

DOMINGO, 22 DE NOVEMBRO DE 2009

Hino nacional da propaganda brasileiro patrocinado

Este “hino nacional da propaganda” já existia, mas eu dei um toque pessoal nele:

HINO NACIONAL BRASILEIRO PATROCINADO

Num posto da Ipiranga, às barragens plásticas,
De um Volvo heróico, Brahma desodorante
Skol da liberdade em Ríder fulgido
Brilhou, no Shell da Parker, nesse calmante

Se no Knorr dessa igualdade
Conseguirmos driblar com Aço Ford
Em teu PCSeiko, ó faculdade
Desafia nosso peito à Microsoft

Ó Parmalat, Mastercard, Sharp, Sharp
Amil um sonho incenso, um rádio Philips

De amor e de Lufthansa, o Serra desce
Intel formoso gel risonho Olympicus
A filmagem do Bradesco resplandesce

Gillete pela própria natureza
És BBBelo Escort impávido TV Colosso
E a TV Futura espelha essa Grendene
Cerpa gelada!

Entre outras Amil é Suvinil, Compaq amada.
Do Philco deste Sollo és mãe Doril
Coca Cola, Bombril!

A Bela e o Culto!

A moça mais bonita e querida da faculdade diz ao rapaz mais culto:

-Vamos ter um filho, a criança vai ter a minha beleza e a sua inteligência!

-De maneira alguma, a criança poderá ter a minha beleza e a sua inteligência.

Pai Nosso dos Blogistas

Ó Pai dos cultos, que estais nas bibliotecas e no google, santificado seja o teu blog;

Venha a nós a tua cultura;

Seja feita vossa autoria assim nos livros quanto na internet;

A métrica e a rima nossa de hoje nos daí;

Perdoa-nos os nossos sofismas, assim como nós temos perdoado os nossos colegas da blogosfera;

Não nos deixes cair em redundância; mas livra-nos do lugar-comum:

Pois tua é a criatividade, a inspiração e a correção gramatical para sempre.

Amém!

SÁBADO, 28 DE MARÇO DE 2009

Eles pagam para não estudar!

Nas nossas faculdades particulares existem muitos alunos que só falam de festas, decotes e saias, futebol e praia.
Bebendo no bar da esquina na hora da aula.
Quando aparecem na sala de aula, o professor falta, e não há professor substituto. E quando encontram professor na sala de aula, estes maus alunos atrapalham quem quer estudar, pois não conseguem acompanhar a aula.
Para que, então, estes maus alunos pagam para não estudar? Que querem eles?
Você pode me responder?
Anúncios

Tags: , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: