Quantos policiais morreram assassinados em serviço em 2015?

07/02/2017 – 21h53

Câmara cria comissão externa para avaliar número de policiais mortos em serviço

Billy Boss/Câmara
Reunião Ordinária. Dep. cabo Sabino (PR-CE)
Cabo Sabino: comissão poderá sugerir medidas para reduzir assassinatos

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (7) a criação de uma comissão externa para avaliar o aumento no número de policiais mortos em serviço em todo o País.

O autor do pedido, deputado Cabo Sabino (PR-CE), citou dados da 10ª edição do Anuário Brasileiro de Segurança Pública que apontam o assassinato de 455 policiais em 2015, além de 1,2 mil feridos.

“Ou seja, um agente de segurança pública é assassinado a cada 16 horas.”

“Esses dados confirmam a tendência já constatada em outras edições, que indicam que o número dos agentes de segurança pública assassinados cresce cada vez mais no Brasil”, disse o deputado.

“Com a criação desta comissão externa e consequente interação com a realidade cotidiana dos agentes de segurança pública, poderemos sugerir medidas para acabar com esse verdadeiro morticínio”, afirmou Cabo Sabino.

ÍNTEGRA DA PROPOSTA:

Da Redação
Edição – Pierre Triboli

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura ‘Agência Câmara Notícias
Anúncios

%d blogueiros gostam disto: