Imundo Soros está pagando para destruírem a legítima eleição americana – Aqui você fica sabendo o que a Veja, Folha, Estadão, G1 e JN escondem de você – Continue lendo o Homem Culto – Divulgue o Homem Culto – Quer continuar sendo enganado então fique com eles!

 

politica 12/11/2016 às 12:52 – Atualizado em 12/11/2016 às 13:24

Soros por trás de protestos anti-Trump

A MoveOn.org também está fazendo petições, dentre elas uma pedindo o fim do sistema de voto em colégio eleitoral:

POR GUILHERME SCHNEIDER

A organização MoveOn.org, financiada pelo bilionário George Soros, é uma das principais responsáveis pela convocação e execução dos protestos contra a eleição de Donald Trump nos Estados Unidos. Vale lembrar que Soros também foi um dos principais financiadores da campanha de Hillary Clinton. Uma nota de imprensa emitida pela organização na quarta-feira à tarde marcou o início dessas ações.

A MoveOn.org publicou informações de que havia conseguido mobilizar grupos de protesto em mais de 200 locais diferentes e estava coordenando e provendo apoio logístico para essas ações. É possível mesmo notar essa coordenação através das imagens dos protestos, em muitas delas as pessoas carregam cartazes impressos com absolutamente as mesmas frases ou padrão gráfico.

Em um artigo de 2004, o Washington Post revelou que Soros e sua esposa doaram mais de 1.46 milhões de dólares à essa organização. Dá para imaginar o quanto foi doado para esta mesma organização, 12 anos depois?

Um dos membros do board da Open Society Foundations, organização que congrega e coordena todas as ações de George Soros, Eli Pariser, foi membro do board da Moveon.org como o próprio perfil dele no site comenta. O site Discover the Networks também lista o Moveon.org como uma das organizações financiadas direta ou indiretamente pela OSF.

Dentre os emails vazados pelo WikiLeaks no caso de John Podesta, havia também um e-mail de 28 de Setembro de 2007 que fazia a conexação de uma organização de Podesta com a MoveOn.org, em um documento de estratégias conjuntas.

A escalada de violência dos protestos em algumas das cidades, mostra que o mesmo padrão adotado durante a campanha se repetiu. Há algumas semanas o WikiLeaks revelou que o Partido Democrata estava contratando pessoas para irem aos eventos de Donald Trump fazer tumultos e promover violência, aparentemente o padrão segue em voga.

A MoveOn também está fazendo petições, dentre elas uma pedindo o fim do sistema de voto em colégio eleitoral:

Vale lembrar, também, que o mesmo bilionário financia, no Brasil, grupos como o Mídia Ninja, a agência Pública de Leonardo Sakamoto e Eliane Brum, dentre outras organizações que defendem pautas “progressistas”.

Guilherme Schneider é colaborador internacional do Sul Connection

Anúncios

%d blogueiros gostam disto: