Meu primeiro voto – o que é voto consciente – eleições Adhemar x Jânio

Meu primeiro voto!!!

Minha primeira eleição foi em Aparecida, estudava em um seminário.
O Dr.Adhemar de Barros, maior político administrador de São Paulo de todos os tempos….
Agiu em todos os campos principalmente na saúde e saneamento.
Hospital das Clínicas, Incor, Emílio Ribas, Hospital e Faculdade de Botucatu…
De quebra, o Estádio Municipal do Pacaembu….Que visão!
No social, que primeira dama a Da.Leonor Mendes de Barros…..
Puxa isso me emociona e me deixa comovido e chateado porque realmente ele foi insubstituível….Gostaria que hoje o país tivesse pelo menos alguns políticos com 10% da sua capacidade administrativa.
Lembro-me que estudava com os padres em Aparecida do Norte….
Época de campanha, 1.962….
Em cena, os candidatos Jânio da Silva Quadros, José Bonifácio Coutinho Nogueira, Dr.Adhemar de Barros.
Os candidatos visitavam os padres para pedir apoio….
Em geral, foram recebidos com muita cortesia e até pompa…..
O Sr. Jânio atrasou sua chegada, como de costume, em 2 horas….mas foi muito bem recebido e falou muito da sua reconquista ao poder…..
O Sr.José Bonifácio, candidato de coligação grande, PR-PDC-UDN-PTB e PRP, com o apoio direto do então governador Carvalho Pinto, que se colocara contra o seu criador, o Sr. Jánio Quadros, tinha a simpatia do clero e andava sempre ao lado do então governador.
Mas o Dr. Adhemar de Barros foi recebido friamente. Lembro-me muito bem que apenas um dos padres, o Pe. Carlos Silva, via no Dr.Adhemar o político consistente que daria mais tranquilidade ao país, após a irresponsável renúncia do Presidente Janio Quadros…
Ninguém queria gravar o discurso do Dr.Adhemar.
Fui ao Pe. Carlos Silva, pedi que arranjasse um gravador e, com muito orgulho, gravei as palavras daquele grande estadista, segurando ao seu lado, bem pertinho, o microfone e aí ouvi algo muito interessante naquela campanha.
O Dr. Adhemar começou sua preleção dizendo que sua campanha era uma campanha de revolta….Ele queria segurar o “demônio” pelos chifres, referindo-se ao candidato oposto Sr. Jânio Quadros. Explicou que tinha oferecido ao Professor Carvalho Pinto apoio ao seu candidato Sr. José Bonifácio, que ainda considerava imberbe, uma criança que teria muitas dificuldades para enfrentar a grande fera(Sr.Jânio). Mas o Prof.Carvalho Pinto não aceitou o apoio do Dr. Adhemar.
Assim, ele partiu para uma campanha isolada, sem apoios, contra tudo e todos, inclusive não recebendo o beneplácito da igreja católica.
Venceu, segurou os chifres do “demônio” e mostrou o “beabá” da política ao inexperiente Prof. Carvalho Pinto, que se tornara governador apenas graças ao eleitorado robusto do Sr. Jânio Quadros….
Foi o meu primeiro voto….comecei muito bem….
Não tenho essa gravação….Mas considerando a importância desse emérito político e administrador, vou tentar encontrá-la, ainda que depois de 45 anos…….
 

Que falta nos faz o Dr.Adhemar!

DOENÇAS CONTAGIOSAS
O tema é pouco veiculado….ou melhor, é veiculado apenas focalizando a AIDS….
Entretanto há uma doença que vem ceifando vidas aqui no Brasil e, contagiosa, é pouco tema da mídia : a tuberculose!
O administrador Dr. AdHemar de Barros, nos anos entre 1940 e 1950, foi muito preocupado, empenhando-se muito na construção de sanatórios em S.José dos Campos e Campos do Jordão…
Lamentavelmente hoje não percebemos mais esse empenho e a doença silenciosamente vai ressurgindo….
Outra coisa muito séria e até triste….O nosso Hospital das Clínicas com problemas de manutenção….Por favor, Dr.Adhemar, inspire nossas autoridades de hoje…..  
Nossos dias prescindem de um administrador como o Dr. Adhemar de Barros e de uma primeira dama como Da.Leonor Mendes de Barros….
Em suas mãos a estrutura de hoje, melhor dizendo, o disponível de caixa, teríamos maravilhas em realizações….
Cumpre-nos agora, que não podemos reverter, manter viva a memória dessas duas eminentes pessoas que realizaram de verdade em nosso país, especialmente no nosso estado de São Paulo.””””
Sr. Antônio , depoimento no orkut.

Tags: , ,


%d blogueiros gostam disto: